Turquia tem gravações que provam assassinato de jornalista no consulado saudita

Sedat Suna / EPA

O Governo turco informou responsáveis norte-americanos de que tem gravações em vídeo e áudio que provam que o jornalista Jamal Khashoggi foi assassinado no consulado da Arábia Saudita em Istambul.

A notícia é avançada pelo Washington Post, do qual o jornalista crítico do regime de Riade era colunista, e que cita como fontes funcionários norte-americanos a quem os investigadores turcos terão transmitido a informação.

Segundo o relato, as gravações provam que Jamal Khashoggi foi detido no consulado por uma equipa de segurança, que o matou e desmembrou. Khashoggi desapareceu a 2 de outubro depois de ter entrado no consulado saudita em Istambul para recolher documentos de que precisava para o seu casamento com uma cidadã turca.

O Washington Post destaca particularmente uma gravação áudio que “proporciona algumas das provas mais persuasivas e macabras de que a equipa saudita é responsável pela morte de Khashoggi”, revela o jornal.

“A gravação de voz do interior do consulado expõe o que aconteceu a Jamal depois da sua entrada”, disse uma fonte conhecedora da gravação e que não quis revelar a sua identidade devido à natureza “extremamente sensível” da informação. Segundo a mesma fonte, “pode escutar-se como foi interrogado, torturado e depois assassinado“.

Na sequência do desaparecimento, amigos do jornalista asseguraram, em declarações à imprensa turca, ter a certeza de que tinha sido assassinado no consulado e que o seu corpo tinha sido esquartejado e retirado do local dentro de malas.

As autoridades turcas não comentam esta tese, que é negada por Riade. No entanto, o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, pediu às autoridades sauditas provas de que o jornalista saiu do consulado.

Polícia procura Apple Watch

De acordo com a agência Reuters, citada pelo Tech Crunch, os investigadores estão à procura do Apple Watch preto que o jornalista usava quando entrou no consulado em Istambul. O relógio poderia fornecer dados sobre o estado de saúde do jornalista – como a frequência cardíaca -, bem como a sua localização.

A Turquia não tem em sua posse o relógio, adiantou a Reuters, sugerindo que este pode ter sido perdido, destruído ou então estar sob custódia das autoridades sauditas.

Contudo, e mesmo que Khashoggi tenha entrado no edifício com o relógio – que, ao que apurou o Tech Crunch seria um modelo de 2017, da terceira geração de Apple Watch -, as informações poderiam não ser conseguidas.

De acordo com a plataforma, este modelo não suporta ligações com telemóveis na Turquia, descartando assim qualquer possibilidade de os seus dados estarem sincronizados com o seu telemóvel ou até mesmo com os servidores da Apple.

Também é igualmente improvável, notam, que o relógio esteja ligado a uma rede Wi-fi dentro do consulado ou que esteja localizado perto o suficiente para que se faça uma ligação através do Bluetooth. No entanto, e caso os dados do relógio tivessem sido transmitidos para o iCloud da Apple, onde poderiam depois ser replicados para o seu iPhone, os dados poderiam ser analisados após uma validação com a sua senha.

Neste cenário remoto, nem mesmo a Apple – e, consequentemente a lei – poderia aceder aos seus dados. Qualquer evidência estaria no seu telemóvel.

Nos últimos tempos, têm surgido alguns casos em que relógios ou dispositivos de monitorização física têm sido grandes ajudas para encontrar pessoas ou até mesmo para resolver casos judicias. Em abril deste ano, os dados de um Apple Watch ajudaram a polícia australiana numa investigação de homicídio.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Este já foi e os sauditas parecem ser os responsáveis mas possivelmente fora da porta do consulado teria o Erdogan à perna e a volta seria a mesma caso arriscasse pôr o regime em causa.

RESPONDER

Revolta nas Forças Armadas. Ramalho Eanes entre os 28 ex-chefes militares contra reforma Cravinho

Vinte e oito ex-chefes de Estado-Maior dos três ramos, incluindo o general Ramalho Eanes, assinaram uma carta a contestar o processo da reforma das Forças Armadas em curso e apelaram a um debate alargado à …

Israel reforça presença militar na fronteira com Gaza. "Última palavra ainda não foi dita"

O Exército israelita tinha anunciado, esta quinta-feira à noite, que os seus soldados tinham entrado na Faixa de Gaza. Depois veio negar essa informação, atribuindo a confusão a um problema de "comunicação interna". Na noite desta …

Carta de 1949 revela que Einstein já suspeitava do "super sentido" dos pássaros

Muitas décadas antes de sabermos que alguns animais têm "super sentidos", como é o caso dos pássaros, já o Nobel da Física discutia esse assunto com outros investigadores. Embora não se conheça o conteúdo da primeira …

Ferro empossa comissão de revisão constitucional por três meses. Iniciativa Liberal retira projeto

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, deu esta quinta-feira posse à comissão de revisão constitucional por três meses (90 dias), desejando “votos de muito bom trabalho”, na sala do Senado do Palácio de …

Serena Williams: "A prioridade é a minha filha, não os Jogos Olímpicos"

Recordista do ténis feminino deixa a entender de que não vai a Tóquio. Naomi Osaka coloca dúvidas à volta do próprio evento. "Sou atleta e, por isso, é claro que o meu pensamento imediato é: quero …

A Cidade do México está a afundar a um ritmo incontrolável

Um novo estudo mostra que a Cidade do México, a metrópole mais populosa da América do Norte, afundou tanto que será impossível salvá-la. Depois de séculos de drenagem dos aquíferos subterrâneos, o leito do lago no …

Micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas

Os micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas, algo semelhante ao que tentamos fazer através do projeto SETI desde 1959. Estaremos sozinhos no Universo? O famoso programa SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) tem tentado …

Tweet de Elon Musk afunda Bitcoins (e dá força à criptomoeda que nasceu como meme)

A Tesla vai deixar de aceitar Bitcoins como forma de pagamento. A revelação foi feita por Elon Musk numa publicação no Twitter e levou à queda do valor da criptomoeda no mercado. A par disso, …

Investigadores criam nova solução para óculos de realidade virtual e aumentada

Uma equipa de investigadores criou uma nova tecnologia para fornecer óculos de realidade virtual que não parecem "olhos de inseto". Num novo artigo publicado na Science Advances, os especialistas descrevem a impressão de ótica de forma …

Genética da população portuguesa pode explicar deficiência de vitamina D

Investigadores portugueses concluíram que a população portuguesa tem uma prevalência superior à média europeia de algumas alterações genéticas que levam a uma predisposição para o défice de vitamina D. Este estudo, coordenado pelo Centro Cardiovascular da …