Membro do governo saudita ameaçou investigadora da ONU responsável por relatório sobre Khashoggi

pomed / Flickr

O Jornalista saudita Jamal Khashoggi

Um alto responsável do Governo saudita garantiu que se a Organização da Nações Unidas (ONU) não silenciasse a investigadora Agnès Callamard, após a publicação do seu inquérito ao assassínio do jornalista Jamal Khashoggi, tinha pessoas prontas para “tratar-lhe da saúde”.

Como contou ao Guardian a relatora especial da ONU para as mortes extrajudiciais, a frase foi interpretada por quem a ouviu como “uma ameaça de morte”. Callamard, que deixará o cargo e assumirá como secretária geral da Amnistia Internacional, foi a primeira a afirmar que Khashoggi foi assassinado no consulado saudita de Istambul, em 2019.

No relatório que coordenou, divulgado em junho de 2019, defendeu que o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman devia ser investigado por existirem “indícios credíveis” de que esteve envolvido na morte do jornalista. Foi durante uma reunião de “alto nível” sobre o relatório que surgiram as tais ameaças, em janeiro de 2020.

Um dos altos membros do regime presentes disse que tinha recebido telefonemas de pessoas que estavam preparadas para “lhe tratar da saúde” se a ONU não “tratasse dela”, comentário que outros sauditas tentaram assegurar que não devia ser levado a sério. O autor das ameaças repetiu-as no fim da reunião.

“Foi-me relatado na altura e foi uma daquelas ocasiões em que a reação das Nações Unidas foi muito forte. As pessoas que estavam presentes, e depois disso, deixaram claro à delegação saudita que aquilo era absolutamente inapropriado e que havia a expetativa de que não continuasse”, referiu Callamard.

De acordo com a própria, os comentários foram interpretados pelos colegas em Genebra como “uma ameaça de morte”.

Esta relevação chega um mês depois de os Estados Unidos divulgarem um relatório dos serviços secretos onde se confirma que o príncipe herdeiro sabia e autorizou a captura e o assassínio do jornalista, com Washington a aprovar sanções contra 76 sauditas.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Costa diz que Portugal vai ter "o dobro" de fundos comunitários para investir

O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que Portugal vai contar, nos próximos sete anos, com "o dobro" de fundos comunitários para investimento, considerando que esta "é uma oportunidade única" que não pode ser desperdiçada. "Vamos ter a …

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …

Chuvas torrenciais fazem mais de uma centena de mortos na Índia

Pelo menos 136 pessoas morreram na Índia, em consequência de chuvas torrenciais que assolaram o país e causaram fortes enchentes e deslizamentos de terra, enterrando casas e submergindo ruas. Numa altura em que as alterações climáticas …

China inaugurou o comboio mais rápido do mundo

O comboio-bala maglev, que pode atingir uma velocidade de 600 quilómetros por hora, fez a sua estreia em Qingdao, na China, esta semana. Tal como conta a cadeia televisiva CNN, este comboio-bala maglev foi desenvolvido pela …

Quatro portugueses detidos em Espanha por alegada violação de duas mulheres

A polícia espanhola anunciou, este sábado, ter detido quatro cidadãos portugueses por suposta violação múltipla e abusos sexuais a duas mulheres de 22 e 23 anos, numa pensão em Gijón, no norte do país. Segundo a …

Stonehenge pode perder estatuto de património mundial da UNESCO

Depois de Liverpool, também Stonehenge pode perder o estatuto de património mundial da UNESCO. O aviso surge após o secretário dos transportes, Grant Shapps, ter dado luz verde aos planos de construção de um túnel …

Mais 20 mortes e 3396 casos de covid-19. Não havia tantos óbitos desde março

Portugal registou, este sábado, mais 20 mortes e 3396 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3396 novos …

"Integral confiança". Chega segura militantes acusados de agredir homossexual

O Chega anunciou, esta sexta-feira, que mantém "integral confiança" nos candidatos e estruturas local e distrital de Viseu, referindo que só se pronunciará sobre alegadas agressões de motivação homofóbica naquela cidade depois de apurados os …

Há dezenas de autarcas envolvidos em processos sem fim à vista

Dezenas de autarcas foram neste mandato acusados por corrupção, negócios imobiliários duvidosos e abuso de poder, entre outros, em processos judiciais que se arrastam, na maioria, sem desfecho à vista a dois meses de novas …