Inglaterra empata com Eslováquia e apura-se em 2º

Sergey Dolzhenko / EPA

Sturridge falha um remate no Inglaterra-Eslováquia

Sturridge falha um remate no Inglaterra-Eslováquia

O ‘vendaval’ ofensivo da Inglaterra foi insuficiente diante da ‘muralha’ eslovaca, na partida da terceira jornada do Grupo B do Euro2016 de futebol, que terminou sem golos, mas com muito empenho das duas seleções.

Na partida disputada no Estádio Geoffroy Guichard, em Saint-Étienne (França), a Inglaterra impôs-se desde o primeiro minuto de jogo, mas não conseguiu marcar, apesar de uma série considerável de ocasiões de golo.

Um desfecho que deixou os ingleses apurados no segundo lugar do agrupamento, com cinco pontos, menos um do que o País de Gales, vencedor (3-0) frente a Rússia (um ponto), defrontando nos ‘oitavos’ o segundo classificado do Grupo F, de Portugal.

A Eslováquia tem grandes possibilidades de ser um dos quatro melhores terceiros classificados, precisando que apenas um dos terceiros dos quatro grupos que faltam tenha um registo pior do que o seu.

Para a derradeira partida do agrupamento, o selecionador eslovaco, Ján Kozák, manteve o mesmo ‘onze’ que bateu a Rússia, ao contrário de Roy Hodgson, que fez seis alterações, com destaque para a ausência de Wayne Rooney, avançado do Manchester United, oferecendo a titularidade a Jamie Vardy (campeão pelo Leicester) e a Sturridge (Liverpool).

A primeira ocasião de golo pertenceu aos ingleses, quando, aos 17 minutos, Jamie Vardy apareceu ‘na cara’ de Matus Kozacic, mas o remate saiu à figura do guardião eslovaco.

Menos de um quarto de hora depois, o guarda-redes voltou a mostrar serviço, a remate potente de Adam Lallana, médio do Liverpool, em lance de envolvimento do ataque inglês.

Só ‘deu’ Inglaterra até ao intervalo e após o reatamento, embora uma falha de Chris Smalling, aos 53 minutos, que tentou amortecer para Joe Hart no coração da sua área, tenha deixado o esférico à mercê de Róbert Mack, mas o extremo dos gregos do PAOK mal tocou na bola quando apenas faltava encaminhá-la para o golo.

Respondeu a seleção dos ‘três leões’ e Delle Alli (Tottenham) esteve perto de marcar (61), não fosse Maryin Skrtel (Liverpool) estar atento e cortar o lance em cima da linha de baliza.

Além de Alli, que rendeu Lallana, Hodgson também fez entrar Rooney, para o lugar de Wilshere, dando ainda mais profundidade ao ataque britânico, reforçado mais tarde por Harry Kane (76), na tentativa de fazer os três pontos e terminar o grupo em primeiro.

Marek Hamsik, do Nápoles, ainda ousou rematar à baliza de Hart, a cinco minutos do final, mas a Inglaterra esteve sempre instalada na intermediária contrária, embora sem resultados concretos, pois o jogo terminou sem golos, apesar do modo como os britânicos ‘fustigaram’ o último reduto eslovaco.

Programa da jornada:

Domingo, 19 de Junho de 2016
Roménia – Albânia, 0 – 1
Suíça – França, 0 – 0

Segunda-feira, 20 de Junho de 2016
Eslováquia – Inglaterra, 0-0
Rússia – País de Gales, 0-3

Terça-feira, 21 de Junho de 2016
Ucrânia – Polónia, 17:00
Irlanda do Norte – Alemanha, 17:00
Rep. Checa – Turquia, 20:00
Croácia – Espanha, 20:00

Quarta-feira, 22 de Junho de 2016
Islândia – Áustria, 17:00
Hungria – Portugal, 17:00
Suécia – Bélgica, 20:00
Itália – Rep. Irlanda, 20:00

Futebol 365

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam algoritmo para identificar covid-19 a partir do som da tosse

Investigadores de vários países criaram um algoritmo que afirmam poder identificar se uma pessoa tem covid-19 a partir do som da sua tosse. Cientistas do México, Estados Unidos, Espanha e Itália, liderados por uma equipa do …

Para proteger o fundo do mar, novo sistema permite atracar vários barcos com uma só "âncora"

Quando vários barcos se amontoam numa enseada durante a noite, cada um deles lança uma âncora que pode potencialmente danificar os corais e a vida marinha no fundo do mar. O sistema Seafloat foi criado …

Japão e Estados Unidos assinam acordo de cooperação para exploração da Lua

O Ministério da Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia do Japão e a agência espacial dos Estados Unidos (NASA) assinaram um acordo de colaboração entre os dois países no programa Artemis, para a exploração da …

Washington Redskins mudam de nome por ser considerado racista

A equipa de futebol americano, até aqui denominada de Washington Redskins, vai abandonar essa designação, considerada de teor racista, para designar nativos da América do Norte. Em comunicado, a equipa de Washington explicou que, depois de uma …

Flores precisaram de cerca de 50 milhões de anos para se tornarem o que são hoje

As plantas com flor evoluíram há cerca de 100 milhões de anos, mas precisaram de outros 50 milhões de anos para diversificar e tornarem-se aquilo que são hoje, sugere uma equipa de investigadores. Os cientistas documentaram …

Estudo sugere que imunidade à covid-19 pode desaparecer em poucos meses

A imunidade adquirida por anticorpos após a cura da covid-19 pode desaparecer em alguns meses, o que poderá complicar o desenvolvimento de uma vacina eficaz a longo prazo, sugere um estudo britânico divulgado esta segunda-feira. "Este …

60 anos depois, já se sabe o que aconteceu aos 9 russos que desapareceram na Montanha da Morte

Passados 61 anos, o mistério da morte de nove esquiadores russos que faziam uma caminhada pelos Montes Urais, perto da chamada Montanha da Morte, foi finalmente resolvido. Em 1959, nove viajantes russos que faziam uma caminhada …

Médicos Sem Fronteiras é "institucionalmente racista", acusam atuais e ex-colaboradores

Uma declaração assinada por mil atuais e ex-funcionários revela que a Organização Não Governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) é "institucionalmente racista" e reforça o colonialismo e a supremacia branca no trabalho humanitário que pratica. Na …

Empresa culpada pela crise de opioides fez contribuições políticas após declarar falência

A Purdue Pharma, empresa culpada pela crise de opioides nos Estados Unidos, fez contribuições políticas após ter sido processada e declarado falência. Os opioides são usados para aliviar a dor, mas também provocam uma sensação exagerada …

Norte-americano morre após ir a festa para provar que a covid-19 é uma farsa

Um norte-americano de 30 anos, de San Antonio, no estado do Texas, morreu de covid-19 depois de ir a uma festa para provar que a doença era uma farsa, informou a media local. O homem foi …