Governo prolonga encerramento das fronteiras com Espanha. Não há data para a reabertura

Miguel Pereira Da Silva / Lusa

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita

O Conselho de Ministros aprovou esta terça-feira, por via eletrónica, a resolução que vai manter para além do dia 14 de maio o encerramento das fronteiras terrestres com Espanha.

“O Conselho de Ministros aprovou hoje a resolução que prorroga a reposição, a título excecional e temporário, do controlo de pessoas nas fronteiras, no âmbito da pandemia da doença Covid-19”, refere o comunicado divulgado no final da reunião extraordinária do Governo.

Esta resolução entra em vigor às 0h do dia 14 de maio, quinta-feira. A indicação de que o controlo de pessoas nas fronteiras se manteria para além de 14 de maio já tinha sido dada pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, durante uma audição na comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais.

Na ocasião, o ministro não avançou uma data para a reabertura, tendo referido que está “dependente do sucesso” de Portugal e de Espanha na luta contra a covid-19.

 

Número de pessoas controladas subiu 30%

O número de pessoas controladas nos postos de fronteira com Espanha aumentou 30% no terceiro período do estado de emergência, entre 18 de abril a 2 de maio, em relação ao período anterior, segundo um relatório esta terça-feira divulgado.

O relatório sobre o terceiro período do estado de emergência indica que, entre 18 de abril e 2 de maio, foram controlados 84.543 passageiros nos postos de fronteira com Espanha, significando uma subida de 30,3% face ao período anterior do estado de emergência, entre 3 e 17 de abril, que registou 64.862 passageiros.

Segundo o documento entregue na Assembleia da República, 356 pessoas não foram autorizadas a entrar em Portugal durante o terceiro período do estado de emergência.

O controlo das fronteiras terrestres com Espanha está a ser feito desde as 23h do dia 16 de março em nove pontos de passagem autorizada devido à pandemia de covid-19.

Os pontos de fronteira em funcionamento são Valença-Tui, Vila Verde da Raia-Verín, Quintanilha-San Vitero, Vilar Formoso-Fuentes de Oñoro, Termas de Monfortinho-Cilleros, Marvão-Valência de Alcântara, Caia-Badajoz, Vila Verde de Ficalho-Rosal de la Frontera e Castro Marim-Ayamonte.

No âmbito do controlo das fronteiras, estão impedidas as deslocações turísticas e de lazer entre os dois países, sendo apenas permitida circulação de transportes de mercadorias e de trabalhadores transfronteiriços.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Valença-Tuy não existe. Sim existe Valença-Tui.
    Os nomes das cidades, vilas, aldeias, ou seja topónimos, da Galiza são oficialmente em galego por isso seria bom que começassem a escrever correctamente.

RESPONDER

Maria de Belém, Paulo Macedo, Adalberto Campos Fernandes. Marcelo chama seis ex-ministros a Belém

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai chamar a Belém seis ex-ministros do setor para falar sobre a resposta da Saúde durante a pandemia. De acordo com o semanário Expresso, Marcelo Rebelo de Sousavai …

Pai de Rosa Grilo constituído arguido por suspeita de favorecimento pessoal

O pai de Rosa Grilo, Américo Pina, foi esta quarta-feira constituído arguido num segundo processo relacionado com a morte do triatleta Luís Grilo. Segundo o jornal Público, a notícia foi confirmada por fonte próxima do processo, …

NOS e Vodafone vão partilhar equipamentos de redes móveis

A NOS e a Vodafone fecharam acordos com vista à partilha de infraestruturas e equipamentos de rede móvel, abrangendo as tecnologias 2G, 3G e 4G. A NOS e a Vodafone anunciaram um acordo de partilha de …

Eutanásia começa a ser discutida. Deputados consideram pergunta "confusa" e "não" é quase certo

A discussão sobre a eutanásia começa hoje no Parlamento e estende-se até sexta-feira. A proposta, que conta com o apoio da Igreja Católica, deve ser chumbada, tendo em conta os sentidos de voto já conhecidos, mas …

Cabrita mantém auditoria sobre falhas na GNR e PSP em segredo

A auditoria "Cartografia de Risco", feita pela Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) que detetou falhas na formação e organização na GNR e na PSP, continua em segredo no gabinete do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita. Em …

Assassino publicou áudio a dizer que "vingou o profeta". Pai de aluna e dois menores podem ter sido cúmplices

O assassino do professor francês que mostrou caricaturas de Maomé numa aula divulgou uma mensagem de áudio nas redes sociais em que dizia ter vingado o profeta, após publicar uma fotografia da sua vítima, avança …

Avanços e ajustamentos em pezinhos de lã. Sem certezas, Governo tenta aproximar-se à esquerda

A tensão entre o PS e a esquerda já dura há duas semanas. O Governo já fez algumas cedências em troca do "sim" dos parceiros, mas falta a análise que tarda em chegar. Fonte do Governo …

"Bazuca" dá mais mil milhões para "revolução" nos transportes de Lisboa e Porto

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, diz que estamos perante uma "revolução" que vai mudar muito a circulação das pessoas em Lisboa e no Porto. O dinheiro vindo da União …

"Médicos pela Verdade". Ordem abre processo contra movimento que desvaloriza gravidade da covid-19

A Ordem dos Médicos abriu processos disciplinares a 7 médicos do movimento Médicos pela Verdade, grupo que desvaloriza a gravidade da covid-19 e se mostra contra o uso generalizado de máscaras e de testes de …

"Esta é a crise das nossas vidas". Vieira da Silva diz que chumbo do OE seria "dificilmente compreensível"

O ex-ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva, elogiou, em entrevista ao jornal ECO, a proposta para Orçamento de Estado para 2021 (OE2021) e disse que seria "estranho" que não …