Ex-inspector que denunciou tratamento de favor a Sócrates alvo de processo

Miguel A. Lopes / Lusa

O ex-Primeiro-ministro José Sócrates

O ex-inspector da Polícia Judiciária João de Sousa, que se encontra detido na prisão de Évora, está a ser alvo de um processo disciplinar devido às declarações sobre José Sócrates no seu blogue.

Os textos de João de Sousa têm sido destacados por vários jornais, nomeadamente por ter denunciado o alegado tratamento privilegiado concedido a José Sócrates e por ter relatado que este tinha apanhado pulgas na prisão.

Estes artigos valem agora a João de Sousa um processo disciplinar numa decisão que lhe terá sido comunicada pelo director do Estabelecimento Prisional de Évora, conforme revela o ex-inspector em mais uma publicação no blogue Dos Dois Lados das Grades.

O responsável da prisão terá dito a João de Sousa, de acordo com o que este escreve, que o procedimento disciplinar seria motivado pelas “opiniões, relatos e comentários” sobre José Sócrates que deixa no blogue.

O facto de ter denunciado o suposto tratamento privilegiado que o ex-governante terá na prisão será a principal causa do processo, aponta o jornal Correio da Manhã, notando que o ex-inspector “poderá ficar fechado 22 horas por dia na cela durante oito dias“, caso venha a ser sancionado.

João de Sousa diz que sente que está “a ser censurado, silenciado, ameaçado” e sublinha que o “exercício da liberdade de expressão” é “mais importante que um par de botas”, numa referência ao tipo de calçado que José Sócrates manterá na prisão, embora este seja contra os regulamentos internos.

Prometendo lutar “recorrendo à lei” pelo direito de continuar a escrever livremente no seu blogue, João de Sousa frisa também que não acredita que este processo disciplinar tenha surgido por “pressões várias”, seja da defesa de José Sócrates ou de “quem o apoia”.

ZAP

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. A expectativa gerada pelas medidas de combate a privilégios – RATAX-Electro – através de eletrólise (blogosfera) veio confirmar a resistência ao tratamento devido, por um lado, à ausência de humidade bastante no solo e por outro, devido ao isolamento aborrachado da sola dos botins, acessório, ainda que não contemplado nos regulamentos, é de presumir que um dos actuais sujeitos à descriminação possa também ele vir a sofrer penalizações e ser obrigado a usar, presume-se para conforto das plantas, botins térmicos especiais da última geração, sobretudo qdo assentes em solo de cimento polido ainda que aquecido à luz de video-tv vinda do teto, distância de segurança, essa sim, regulamentada, implementada e controlada.

      • Tenho umas de adereços lá no sótão. Ao contrário as de onagro, das quais não consegue libertar-se obrigam-no a assumir os ornamentos petulantemente. É o que não compreendo!.

  2. ” FRAUDE DO OURO EM SETÚBAL” …João Sousa, inspetor da PJ suspeito de informar os envolvidos sobre as investigações em curso…em causa está uma fraude fiscal de 12 milhões de euros em movimentos de ouro não declarados…. É este homenzinho que brinca aos blogues na prisão de Évora !!

      • Grande democracia. Porquê não lhe chamar democratura? Seria o termo mais acertado. Então levantam um processo ao ex-inspector por dizer a verdade sobre o que se passa dentro da prisão? Mais uma vez se coloca a pergunta: uns são filhos da mãe. E os outros???

      • Oh ”EU MESMA”!!! Quando opinar não o faça por fazer. Faça-o por saber. O Sr. ex-inspector encontra-se em prisão preventiva (não condenado) desde Março de 2014, tal como o Sr. ex-primeiro ministro o está desde Novembro. Assim sendo encontram-se ambos nas mesmas condições. Se um pode enviar cartas e artigos de opinião para os órgãos de comunicação social porque é que o outro não pode ter um blogue? Se o regulamento interno do estabelecimento prisional proíbe o uso de botas (não sei se é verdade porque não o conheço) o Sr. Sócrates encontra-se numa situação de favor em relação aos outros reclusos, não é? Então onde está o mal de alguém denunciar a situação? O que acho é que o Sr. diretor de estabelecimento tem muito pouco ou nada para fazer pois, caso contrário, não perderia tempo com ”coisas” destas. Só se for porque esta denuncia o belisca. AÍ! …

        • E já agora da “rasteirice” da minha ignorância faço notar, o inspector já é acusado…. o outro ainda não?
          Do alto da sua sabedoria porque não dá a explicação toda, devagar sempre?

      • O recluso tem, entre outros, os seguintes direitos e deveres específicos:
        ‑ Permanecer preso
        – Pensão completa à francesa
        – Horários à inglesa
        – Filmes Video-TV para adultos
        – Usar pantufas de pele de urso falecido de morte natural
        – Comunicações à distância (WHIFI-Wireless ) ou CB-Banda do cidadão.
        – Receber visitas (incluindo visitas íntimas)

  3. É claro que tem que denunciar a situação. Estou plenamente de acordo.

    Se está preso “injustamente” então que o soltem. Se não está preso injustamente então não tem que ser diferenciado dos restantes detidos.

    Até nisto há portugueses de 1ª e portugueses de 2ª…..

RESPONDER

"Dirty Dancing" está de volta e conta com Jennifer Grey

John Feltheimer, CEO da Lionsgate, confirmou ao The Guardian que a produtora está a desenvolver uma sequela de Dirty Dancing. O clássico dos anos 80 que agora regressa foi protagonizado originalmente por Patrick Swayze e …

A Bugatti está a vender um carro elétrico "para crianças". Chama-se Baby II e custa 30 mil euros

A Bugatti e a Little Car Company, sediada em Londres, uniram-se para criar 500 Bugattis elétricos em miniatura para crianças. Agora, fruto dos desenvolvimentos mundiais, alguns veículos ficaram disponíveis para compra. O mais recente brinquedo da …

50 anos de monarquia e uma guerra de dias. A pandemia "matou" a micronação mais antiga da Austrália

O reinado de 50 anos de uma micronação na Austrália chegou ao fim devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, que fez com que o autodeclarado principado se rendesse ao país. Hutt River, um principado …

NASA vai rebatizar planetas e outros corpos celestes com nomes ofensivos

A agência espacial norte-americana (NASA) anunciou que vai rebatizar alguns planetas, galáxias e outros corpos celestes que possuem nomes "ofensivos". Em comunicado publicado esta quinta-feira, a NASA explica que vai abandonar os nomes "não-oficiais" a …

O maior parque de crocodilos da Índia está à beira da falência. Abriga mais de 2.000 animais

O maior parque de crocodilos da Índia, localizado perto da cidade de Chennai, no sul do país asiático, encontra-se à beira da falência depois de a pandemia de covid-19 ter obrigado a fechar o espaço …

Campanha científica acrescenta mais de 37 mil quilómetros quadrados ao mapa do mar português

A campanha científica que o navio hidro-oceanográfico D. Carlos I da Marinha Portuguesa realizou durante nove semanas nos Açores, para levantamentos hidrográficos, permitiu “acrescentar cerca de 37.500 quilómetros quadrados sondados ao mapeamento do mar português”. Numa …

Apesar dos alertas, houve quem plantasse as sementes misteriosas da China (e já começaram a crescer)

Durante as últimas semanas, pessoas em todo o mundo têm recebido, sem ter encomendado, nas suas caixas de correio sementes com origem na China. Apesar dos avisos em contrário, houve quem plantasse os misteriosos presentes. As …

Marcelo veta redução de debates sobre a Europa. Não foi uma "solução feliz"

O Presidente da República vetou esta segunda-feira a redução do número de debates em plenário para o acompanhamento do processo de construção europeia de seis para dois por ano, defendendo que não foi uma “solução …

Boris Johnson admite alargar quarentena a mais países

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira alargar o sistema de quarentena a pessoas que cheguem de países atualmente isentos para reduzir o risco de infeção com a doença covid-19 no Reino Unido. "No contexto …

Novo lay-off. Ajuda da Segurança Social para pagar subsídios de Natal pode chegar só em 2021

O apoio ao pagamento do subsídio de Natal previsto pelo Governo para apoiar as empresas no âmbito do novo regime de lay-off, que entrou em vigor em agosto, poderá só ser pago pela Segurança Social …