Sócrates não tem tratamento VIP (e pode ficar com os botins)

Ricardo Stuckert / PR

Ex-primeiro ministro e ex-líder do PS, José Sócrates

A Inspecção-Geral dos Serviços de Justiça (IGSJ) arquivou o inquérito que tinha aberto, depois da denúncia do alegado tratamento de favor que José Sócrates estaria a receber no Estabelecimento Prisional de Évora. O sindicato dos guardas prisionais contesta esta decisão, notando, a título de exemplo, que os botins do ex-primeiro-ministro nunca lhe foram confiscados.

O maior número de visitas e com uma duração superior às dos restantes reclusos e o uso do telefone no gabinete do director adjunto da prisão seriam alguns dos motivos da queixa apresentada pelo Sindicato Nacional do Corpo Nacional da Guarda Prisional (SNCNGP), assegura o Público.

O inspector-geral dos Serviços de Justiça, Manuel Santa, confirmou ao diário que o inquérito aberto em Janeiro foi arquivado há mais de um mês, frisando que “a queixa do sindicato não tinha fundamento” e que as situações relatadas estavam “devidamente fundamentadas”.

O SNCNGP, no entanto, contesta este parecer, realçando inclusive que não foi sequer informado do arquivamento do processo.

Não tenho dúvidas sobre as irregularidades que ocorreram efectivamente“, sublinha o presidente do sindicato dos guardas prisionais, Jorge Alves, em declarações ao Público.

“A questão do telefone parou de imediato mal saíram as primeiras notícias”, acrescenta o sindicalista, realçando que as visitas ainda ocorrem ocasionalmente sem que haja a devida credenciação e que “os botins, proibidos pelo regulamento, ainda não foram confiscados“.

A questão dos botinas já tinha dado muito que falar e um dos advogados de José Sócrates chegou a referir “discriminação negativa” em relação ao ex-governante, depois de o director do Estabelecimento Prisional de Évora o ter notificado para entregar o calçado que seria proibido, de acordo com os regulamentos da cadeia.

O presidente do Sindicato dos guardas prisionais considera assim que o arquivamento da queixa por alegado tratamento de favor a Sócrates é uma forma de “abafar o caso e as irregularidades que realmente sucederam”, conforme cita o Público.

Entretanto, o Público dá conta de supostas “novas denúncias” de que o ex-primeiro-ministro não será “tratado como um recluso normal”, fazendo referência em particular a um artigo publicado este sábado no blogue Dos Dois Lados das Grades, do ex-inspector da Polícia Judiciária João de Sousa, que está também em prisão preventiva em Évora, no qual nota diversas circunstâncias que indiciarão certos privilégios concedidos a José Sócrates.

O ex-inspector refere, nomeadamente, que o ex-primeiro-ministro nunca passou pelas camaratas, onde dormem cinco homens, e que está sozinho numa cela. Além disso, frisa o facto de o ex-governante nunca ser alvo de buscas e nota que “as visitas do José são uma mina: não existe horário; o número, um mistério; a frequência, um tabu“.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. É triste que ainda haja nesta República portuguesa queixinhas sobre se o preso pode ou não ter botins, ou casacos para o frio ou livros para ler? É triste que alguns guardas prisionais se queixem dos botins de Sócrates. Afinal. nesta República, ainda há carcereiros? Já viram se os guardas republicanos do Forte de Peniche tivessem a mentalidade de queixinhas e se queixassem do papel disponibilizado ao preso Álvaro Cunhal? Já viram se o Camilo Castelo Branco ou o Camões estivessem privados de papel e pena nas enxovias em que os lançaram?
    Já viram que a comunicação social fez, e bem, reportagem sobre um preso preventivo português em Timor que esteve meses sem culpa formada. E em Portugal, quanto tempo é admissível civilizacionalmente que alguém esteja preso sem culpa formada?

  2. Este Jorge Alves está a fazer um favor a quem? Nem parece um sindicalista! Por isso é que alguns sindicatos tendem a acabar por falta de sócios!

  3. Eu gostava de saber porque é que uma pessoa que está em prisão preventiva:
    – Para que se investigue “sem perturbações, sem que se saiba ainda, se é culpado ou inocente,
    tem que ser tratado como os reclusos que já foram condenados.
    Não percebo!

    • Expedientes…
      Todos os estabelecimentos prisionais têm regulamento e aquele tem particularidades que o distingue dos outros. O resto
      é expediente…
      Lembro que sob “ameaça” de ir para casa com bracelete o detento logo decidiu informar publicamente – por carta – que não aceitava a dita… Não é que o Sr. Dr. Advogado da figura pública tentou “impugnar” no supremo o facto de aquele não ter sido ouvido sobre aquilo! Expedientes?

      • Eu, de facto, de expedientes não percebo nada, mas percebo que há expedientes a que qualquer cidadão não devia estar sujeito. São expedientes castradores dos direitos das pessoas.
        Violam o principio do direito à presunção de inocência.
        Revelam que com expedientes destes, ninguém esta seguro com a justiça que temos. Basta que alguém por ódio ou por vingança queira apontar outro por um qualquer crime, mesmo que esteja inocente.

RESPONDER

Netanyahu anuncia retirada da sua imunidade parlamentar

Benjamin Netanyahu retirou o pedido de imunidade ao Parlamento israelita contras as três acusações de que foi alvo em novembro, que envolvem casos de corrupção, fraude e abuso de confiança. O primeiro-ministro de Israel disse, em …

Vitória já tem proposta por Tapsoba (e pode fazer encaixe histórico)

O Vitória de Guimarães recebeu uma proposta por Edmond Tapsoba que pode levar os vimaranenses a abrir mão do jogador. Sabe-se que a proposta recebida ronda os 20 milhões de euros. A notícia avançada esta terça-feira …

Livre exige que património das ex-colónias em museus portugueses seja devolvido

O Livre quer que todo o património das ex-colónias, presente em território português, possa ser restituído pelos países de origem de forma a “descolonizar” museus e monumentos estatais. O partido da papoila quer que o património …

Pedro Sánchez usou helicóptero que procurava homem desaparecido

O primeiro-ministro espanhol requisitou, na passada quinta-feira, um helicóptero que estava a ser utilizado nas operações de busca de um homem de 34 anos que estava desaparecido em Maiorca. De acordo com o jornal espanhol ABC, tratava-se …

Isabel dos Santos contrata advogados de Ronaldo, Meghan e J. K. Rowling

Isabel dos Santos decidiu esta segunda-feira processar o consórcio de jornalistas. Para tal, contratou a mesma firma de advogados que conta com clientes como Cristiano Ronaldo, Harry e Meghan Markle e J. K. Rowling. Depois de …

ERC dá parecer favorável à nova direção de informação da RTP

A Entidade Reguladora para a Comunicação (ERC) deu, esta segunda-feira, "parecer favorável à nova direção de informação da RTP", 20 dias depois de a equipa liderada por António José Teixeira ter sido indigitada. O Conselho Regulador …

OE2020. BE quer fim do regime "aberrante" dos vistos gold

O BE destacou, entre as cerca de 200 propostas de alteração que apresentou ao Orçamento do Estado, o fim do regime dos ‘vistos gold’ e a obrigação de qualquer injeção de capital no Novo Banco …

Após 20 anos de silêncio, sinos e carrilhões de Mafra voltam a tocar

Os sinos e os carrilhões do Palácio de Mafra vão tocar a partir de 1 de fevereiro, após obras de restauro, depois de os primeiros sinais de deterioração surgirem a 11 de setembro de 2001, …

Encontro secreto de bispos críticos do Papa Francisco em resort de luxo em Sintra

Uma centena de bispos de todo o mundo reuniu-se em Sintra, no resort de luxo Penha Longa, num encontro envolvido em secretismo que não contou com intervenientes portugueses. As razões ou o que se discutiu …

Quim Torra perde mandato de deputado. Catalunha arrisca ficar sem Governo

O presidente independentista da Catalunha perdeu o seu mandato como deputado regional, esta segunda-feira, o que levanta dúvidas sobre a sua continuação à frente do Governo regional. Quim Torra, do partido Juntos pela Catalunha de Carles …