Documentário afirma que Maddie está viva

findmadeleine.com

Maddie McCann

O Desaparecimento de Madeleine McCann é o novo documentário da Netflix sobre a menina desaparecida na Praia da Luz, no Algarve, em 2007. A produção defende a tese de que a menor foi raptada por traficantes e que ainda está viva.

Madeleine McCann desapareceu há quase 12 anos, de um apartamento de férias na Praia da Luz, em Portugal. O caso teve um grande mediatismo durante vários anos e nunca se chegou a saber o que aconteceu à criança que, na altura, tinha apenas três anos.

O caso de Maddie vai agora ser explicado num documentário da Netflix. The Disappearance of Madeleine McCann, que estreia esta sexta-feira, surge na forma de série, com oito episódios, e inclui entrevistas inéditas – tanto a amigos da família McCann, como também a investigadores que trabalharam no caso, incluindo o português Gonçalo Amaral.

Segundo o Correio da Manhã, o novo documentário avança com uma nova teoria sobre o que terá acontecido à menina inglesa: raptada, levada por um grupo de traficantes de crianças e ainda viva.

Além de vários testemunhos de pessoas próximas à investigação, o documentário da Netflix explora a realidade das redes de tráfico de menores.

O The Sun avança que um dos entrevistados é o polícia inglês Jim Gamble, descrito como “o polícia especializado em crimes infantis de topo no Reino Unido”. O especialista em proteção de crianças, que esteve envolvido na primeira investigação deste caso, insiste nesta produção documental que, 12 anos depois, o mistério ainda será resolvido.

“Acredito absolutamente que, no meu tempo de vida, vamos descobrir o que aconteceu a Madeleine McCann. Devemos ter muita esperança nos avanços na tecnologia. De ano para ano os teste de ADN estão a ficar melhores E o reconhecimento facial também”, afirmou.

Gamble acredita “piamente” que se irá descobrir o que aconteceu a Maddie. “Da mesma forma que usamos essa tecnologia para revisitar e rever o que conseguimos no passado, é provável que algo que já conhecemos se venha a encaixar.”

O documentário, que demorou cerca de dois anos a ser concretizado, defende também que a criança pode ter sido mantida viva pelos traficantes porque pode ser financeiramente mais valiosa, tendo em conta que vem de uma família de classe médica britânica.

Segundo o Observador, o documentário terá custado 23 milhões de euros e já está disponível no serviço português da plataforma de streaming.

Kate e Gerry McCann recusaram-se a participar no documentário, alegando que a investigação policial ainda está em curso. “Não vimos na altura, e continuamos a não ver, como é que este programa ajudará na busca por Madeleine e, em particular, ajudar a investigação policial. Pode até potencialmente obstruí-la“, disseram os pais da criança.

A busca por Maddie tornou-se numa das mais longas, dispendiosas e famosas da história. Doze anos e doze milhões de euros depois, nada se sabe acerca do paradeiro da menina. Neste momento, os pais aguardam a resposta das autoridades ao seu pedido de mais fundos para que as buscas continuem.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Tantos inteligentes para na prática nada saberem, apenas poderão argumentar hipóteses e nada mais e depois de tantos milhões gastos em vão.

  2. Pois é, o desaparecimento só me faz lembrar uma parte de um poema:
    Todos presentes? Faltou algum?
    E os que partiram para não mais voltar?
    No pensamento de cada um
    Aqui vieram connosco estar.

  3. Tristeza, será possível que os pais não se enxergam? e o cheiro a cadáver que os cães identificaram em casa, nas chaves, no carro, ninguém fala disso? bando de interesseiros só vêm dinheiro.
    Os Ingleses não deviam ter filhos, só pelo fato de os deixarem sozinhos deviam ser punidos.
    Abram os olhos e vão pelo que diz o Gonçalo Amaral ele é que tem razão.

  4. Eu vi no YouTube nos comentários que um tal que fez parte da investigação que uma senhora que não tinha filhos inglesa pediu para raptaram a criança ela vive bem tem outro nome, estava terminando o colégio estava se preparando para faculdade. A nova mãe fica encima dos estudos não deixa ela ter acesso as redes sociais e controla tudo. Ela está viva .refere bem cuidada e se apaixonou pela cca no hotel.ela é riquíssima e ele falou q faltava alguma coisa para pegarem essa mulher. Problemas dela ter sido registrada neste país que mora. Pelo menos está viva e vive bem. Espero ser verdade.

Depois da polémica, Hank Azaria deixa de dar voz a Apu dos "Simpsons"

O ator que dá voz à personagem indiana Apu Nahasapeemapetilon, da série "Os Simpsons", anunciou que vai deixar de o fazer, depois de vários anos de polémica. Segundo a BBC, Hank Azaria anunciou, este fim-de-semana, que …

"Parasite" vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

O filme do realizador sul-coreano Bong Joon-ho venceu, no domingo, o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção. A comédia negra …

Cientistas criam método inovador para tratamento de lesões agudas da pele

Investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra desenvolveram um método “inovador e sensível à luz”, que poderá ser útil no tratamento de lesões agudas da pele. Um grupo de investigadores do CNC …

Elon Musk quer enviar 10 mil pessoas a Marte até 2050

O CEO da Space X, Elon Musk, quer construir cem naves por ano e levar pelo menos dez mil pessoas a Marte até 2050, embora os protótipos das naves espaciais Starship ainda estejam sujeitos a …

Como será um iPhone daqui a um milhão de anos? Artista mostra o impacto de lixo eletrónico

https://vimeo.com/386000590 A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos. Os …

Marca japonesa acusada de apropriação cultural por perucas de modelos

A marca japonesa Comme Des Garçons foi acusada de apropriação cultural devido às perucas usadas pelos seus modelos caucasianos num desfile na Paris Fashion Week, em França. De acordo com a BBC, as perucas com tranças …

Índia suspende a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop

As autoridades estatais do estado indiano de Maharashtra decidiram suspender a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop, que iria ligar as movimentadas cidades de Bombaim e Pune. O Governo local decidiu não avançar para …

Regina Duarte inicia "período de testes" na Secretaria da Cultura do Brasil

A atriz brasileira afirmou, esta segunda-feira, que iniciou um "período de testes" na Secretaria Especial da Cultura, pasta que foi convidada a liderar após a exoneração de um governante que parafraseou um discurso nazi. "Nós vamos …

Malásia devolve 150 contentores ilegais de lixo a países desenvolvidos

As autoridades da Malásia anunciaram, esta segunda-feira, que devolveram 150 contentores ilegais de lixo para os seus países de origem e afirmaram que não se querem tornar num "aterro sanitário" dos países desenvolvidos. Os países da …

Vietname contorna Huawei ao desenvolver tecnologia própria para o 5G

O maior grupo de telecomunicações do Vietname vai implementar este ano o 5G com recurso à sua própria tecnologia, contornando os chineses da Huawei, num sinal das implicações geopolíticas da rede de quinta geração. A empresa …