Netflix está a preparar um documentário sobre Madeleine McCann

Official Find Madeleine Campaign

Maddie McCann desapareceu há quase 10 anos

Quase 12 anos após o desaparecimento, a Netflix prepara-se para retomar o caso de Madeleine McCann sob a forma de documentário.

A produção, que irá incluir testemunhos inéditos, promete ser o próximo grande sucesso da Netflix, tendo contado com um orçamento de, aproximadamente, 24 milhões de euros.

No entanto, o novo projeto gerou alguma controvérsia face à reação negativa dos pais de Maddie, Kate e Gerry. “Não queremos ter nada a ver com isso”, afirmou um representante e amigo da família McCann, no seguimento de inúmeras tentativas de contacto por parte da produtora Pulse Films.

Uma fonte próxima dos realizadores explicou ao jornal Daily Mail a razão por trás desta estranha atitude. “Teríamos gostado de trabalhar diretamente com os McCann, mas eles informaram-nos que não podem, nem querem participar, visto que a investigação policial sobre o desaparecimento da sua filha ainda está a decorrer”, adiantou.

A mesma fonte revelou que, ao longo dos últimos 18 meses, foram feitas várias tentativas para que o casal desse o seu testemunho, mas foram todas infrutíferas.

A Netflix contava iniciar as gravações no final do ano passado, mas estas só irão arrancar este mês de março, não havendo ainda indicação quanto à data de estreia.

A noite de 3 de maio de 2017

O envolvimento dos McCann neste estranho rapto sempre se revelou inconclusivo e muito  misterioso. Madeleine McCann desapareceu a 3 de maio de 2007 num resort perto da Praia da Luz, na região do Algarve. O crime ocorreu na ausência do casal que se encontrava a jantar a alguns metros de distância, enquanto a menina, juntamente com os irmãos Amelie e Sean, dormia no respetivo apartamento.

Ainda que tenham sido identificados vários suspeitos, o testemunho mais avassalador pertence ao detetive Gonçalo Amaral, autor do livro Maddie – A verdade da mentira sobre o desaparecimento de Madeleine.

Amaral acusa Kate e Gerry de fingirem o rapto, depois de a criança ter morrido horas antes, devido à negligência dos progenitores. Tal hipótese nunca foi confirmada, apesar de, segundo o detetive, inúmeras “pontas soltas” corroborarem esta teoria.

O documentário irá contar com o depoimento de Amaral, algo comentado pelo representante dos McCann: “A família entende que o senhor Amaral e a polícia portuguesa foram convidados a participar. Os seus advogados irão estar atentos a potencial material calunioso”.

A produtora acredita que poderá “trazer justiça a esta história inacreditavelmente trágica”, explorando a fundo o tema. O documentário, ainda sem título, será dividido em várias partes e irá apresentar os resultados de sucessivas viagens ao local do crime. Várias perspetivas serão abordadas, com o auxílio de figuras chave no caso e de jornalistas que cobriram o acontecimento desde o início.

A Netflix já desenvolveu projetos semelhantes, na sua maioria aclamados pela crítica, como Casting JonBenet, documentário que incide sobre o assassinato de JonBenet Ramsey, uma famosa concorrente de concursos de beleza, aos 6 anos de idade.

PARTILHAR

RESPONDER

Homem detido por filmar por baixo das saias de mais de 550 mulheres no metro de Madrid

Um colombiano de 53 anos foi detido e ficou em prisão preventiva nesta quarta-feira, em Madrid, acusado de filmar vídeos por baixo das saias de mais de 550 mulheres — algumas menores — e publicá-los …

Tempo de espera nos CTT é principal causa de insatisfação dos clientes

Um inquérito da associação Deco a 1.800 clientes dos CTT revela que esperam, em média, 18 minutos para serem atendidos e que o tempo de espera é o que causa mais insatisfação. O inquérito realizado a …

Gronelândia não é só um capricho de Trump. EUA querem comprar a ilha há 70 anos

A proposta de Donald Trump para comprar a Gronelândia terá parecido apenas mais uma ideia megalómana do presidente dos EUA, mas não é a primeira vez que o país tenta ficar com a ilha que …

Venezuela. Oposição anuncia nova fase de mais pressão contra o regime

O presidente do parlamento venezuelano, Juan Guaidó, disse na quarta-feira que a oposição tem mantido conversações com o governo dos Estados Unidos (EUA) e anunciou que chegou o momento de pressionar mais o regime liderado …

Sobrelotação dos canis leva a aumento de ataques de cães abandonados

A sobrelotação dos canis tem feito aumentar o número de ataques de cães abandonados registados pela GNR. Só os casos registados neste semestre quase superam os valores do ano passado inteiro. Os canis sobrelotados é um …

Nova Zelândia. Enquanto preside a debate parlamentar, presidente dá biberão a bebé

O presidente do parlamento da Nova Zelândia partilhou nas redes sociais, na terça-feira, uma imagem onde aparece a dar biberão ao filho de um colega de partido enquanto presidia ao debate. Trevor Mallard, presidente do Parlamento …

Trump é "narcisista" e "absurdo", dizem governantes. "Não falam assim comigo", responde Presidente dos EUA

O Presidente dos Estados Unidos (EUA) criticou na quarta-feira o tom "horrível" das declarações da primeira-ministra da Dinamarca, que considerou que a intenção de Donald Trump de comprar a Gronelândia era um "absurdo". "Achei que a …

Se o FC Porto perder na Luz, "adeptos vão pedir a cabeça de Conceição"

Ljubinko Drulovic, antigo jogador do SL Benfica e do FC Porto, disse que caso o FC Porto perca na Luz, os adeptos vão pedir a cabeça de Sérgio Conceição. Em entrevista à Rádio Renascença, o antigo …

"Variações" estreia-se hoje nas salas de cinema portuguesas

O filme de João Maia sobre o músico António Variações, que morreu em 1984, aos 39 anos, protagonizado pelo ator Sérgio Praia, estreia-se esta quinta-feira em cerca de 60 salas de cinema portuguesas. O filme é …

Mais videovigilância e segurança reforçada em bares e discotecas

A nova lei, que entra em vigor esta quinta-feira, alarga a instalação de videovigilância, obriga à contratação de um responsável pela segurança e a um segurança-porteiro em certos pontos dos bares. A partir desta quinta-feira, os bares …