Netflix está a preparar um documentário sobre Madeleine McCann

Official Find Madeleine Campaign

Maddie McCann desapareceu há quase 10 anos

Quase 12 anos após o desaparecimento, a Netflix prepara-se para retomar o caso de Madeleine McCann sob a forma de documentário.

A produção, que irá incluir testemunhos inéditos, promete ser o próximo grande sucesso da Netflix, tendo contado com um orçamento de, aproximadamente, 24 milhões de euros.

No entanto, o novo projeto gerou alguma controvérsia face à reação negativa dos pais de Maddie, Kate e Gerry. “Não queremos ter nada a ver com isso”, afirmou um representante e amigo da família McCann, no seguimento de inúmeras tentativas de contacto por parte da produtora Pulse Films.

Uma fonte próxima dos realizadores explicou ao jornal Daily Mail a razão por trás desta estranha atitude. “Teríamos gostado de trabalhar diretamente com os McCann, mas eles informaram-nos que não podem, nem querem participar, visto que a investigação policial sobre o desaparecimento da sua filha ainda está a decorrer”, adiantou.

A mesma fonte revelou que, ao longo dos últimos 18 meses, foram feitas várias tentativas para que o casal desse o seu testemunho, mas foram todas infrutíferas.

A Netflix contava iniciar as gravações no final do ano passado, mas estas só irão arrancar este mês de março, não havendo ainda indicação quanto à data de estreia.

A noite de 3 de maio de 2017

O envolvimento dos McCann neste estranho rapto sempre se revelou inconclusivo e muito  misterioso. Madeleine McCann desapareceu a 3 de maio de 2007 num resort perto da Praia da Luz, na região do Algarve. O crime ocorreu na ausência do casal que se encontrava a jantar a alguns metros de distância, enquanto a menina, juntamente com os irmãos Amelie e Sean, dormia no respetivo apartamento.

Ainda que tenham sido identificados vários suspeitos, o testemunho mais avassalador pertence ao detetive Gonçalo Amaral, autor do livro Maddie – A verdade da mentira sobre o desaparecimento de Madeleine.

Amaral acusa Kate e Gerry de fingirem o rapto, depois de a criança ter morrido horas antes, devido à negligência dos progenitores. Tal hipótese nunca foi confirmada, apesar de, segundo o detetive, inúmeras “pontas soltas” corroborarem esta teoria.

O documentário irá contar com o depoimento de Amaral, algo comentado pelo representante dos McCann: “A família entende que o senhor Amaral e a polícia portuguesa foram convidados a participar. Os seus advogados irão estar atentos a potencial material calunioso”.

A produtora acredita que poderá “trazer justiça a esta história inacreditavelmente trágica”, explorando a fundo o tema. O documentário, ainda sem título, será dividido em várias partes e irá apresentar os resultados de sucessivas viagens ao local do crime. Várias perspetivas serão abordadas, com o auxílio de figuras chave no caso e de jornalistas que cobriram o acontecimento desde o início.

A Netflix já desenvolveu projetos semelhantes, na sua maioria aclamados pela crítica, como Casting JonBenet, documentário que incide sobre o assassinato de JonBenet Ramsey, uma famosa concorrente de concursos de beleza, aos 6 anos de idade.

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal, o buraco negro mais próximo da Terra pode não ser um buraco negro

Um objeto identificado no início deste ano como o buraco negro mais próximo da Terra pode, afinal, não o ser. Depois de reanalisar os dados, diferentes equipas de cientistas concluíram que o sistema HR 6819 …

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …

Benfica 2-0 Belenenses SAD | Darwinismo rende arranque histórico

O Benfica cumpriu e venceu o Belenenses SAD por 2-0, no Estádio da Luz, na partida que encerrou a quinta jornada da Liga NOS. Foi o quinto triunfo benfiquista no campeonato em cinco partidas, o …

Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente. Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS …

A companhia aérea que faliu devido à covid-19 está de volta

A pandemia de covid-19 foi traiçoeira para muitas empresas. A Flybe, uma das primeiras vítimas, está agora a ressuscitar - e pode voltar a rasgar os céus já no próximo ano. A economia mundial foi muito …

Dormir bem antes de tomar a vacina da gripe pode ajudar a aumentar a sua eficácia

Segundo os especialistas, uma boa noite de sono pode mesmo ajudar a aumentar a eficácia da vacina da gripe, que neste ano ganha particular relevância em plena pandemia de covid-19. De acordo com Matthew Walker, autor …

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …