Documentário afirma que Maddie está viva

findmadeleine.com

Maddie McCann

O Desaparecimento de Madeleine McCann é o novo documentário da Netflix sobre a menina desaparecida na Praia da Luz, no Algarve, em 2007. A produção defende a tese de que a menor foi raptada por traficantes e que ainda está viva.

Madeleine McCann desapareceu há quase 12 anos, de um apartamento de férias na Praia da Luz, em Portugal. O caso teve um grande mediatismo durante vários anos e nunca se chegou a saber o que aconteceu à criança que, na altura, tinha apenas três anos.

O caso de Maddie vai agora ser explicado num documentário da Netflix. The Disappearance of Madeleine McCann, que estreia esta sexta-feira, surge na forma de série, com oito episódios, e inclui entrevistas inéditas – tanto a amigos da família McCann, como também a investigadores que trabalharam no caso, incluindo o português Gonçalo Amaral.

Segundo o Correio da Manhã, o novo documentário avança com uma nova teoria sobre o que terá acontecido à menina inglesa: raptada, levada por um grupo de traficantes de crianças e ainda viva.

Além de vários testemunhos de pessoas próximas à investigação, o documentário da Netflix explora a realidade das redes de tráfico de menores.

O The Sun avança que um dos entrevistados é o polícia inglês Jim Gamble, descrito como “o polícia especializado em crimes infantis de topo no Reino Unido”. O especialista em proteção de crianças, que esteve envolvido na primeira investigação deste caso, insiste nesta produção documental que, 12 anos depois, o mistério ainda será resolvido.

“Acredito absolutamente que, no meu tempo de vida, vamos descobrir o que aconteceu a Madeleine McCann. Devemos ter muita esperança nos avanços na tecnologia. De ano para ano os teste de ADN estão a ficar melhores E o reconhecimento facial também”, afirmou.

Gamble acredita “piamente” que se irá descobrir o que aconteceu a Maddie. “Da mesma forma que usamos essa tecnologia para revisitar e rever o que conseguimos no passado, é provável que algo que já conhecemos se venha a encaixar.”

O documentário, que demorou cerca de dois anos a ser concretizado, defende também que a criança pode ter sido mantida viva pelos traficantes porque pode ser financeiramente mais valiosa, tendo em conta que vem de uma família de classe médica britânica.

Segundo o Observador, o documentário terá custado 23 milhões de euros e já está disponível no serviço português da plataforma de streaming.

Kate e Gerry McCann recusaram-se a participar no documentário, alegando que a investigação policial ainda está em curso. “Não vimos na altura, e continuamos a não ver, como é que este programa ajudará na busca por Madeleine e, em particular, ajudar a investigação policial. Pode até potencialmente obstruí-la“, disseram os pais da criança.

A busca por Maddie tornou-se numa das mais longas, dispendiosas e famosas da história. Doze anos e doze milhões de euros depois, nada se sabe acerca do paradeiro da menina. Neste momento, os pais aguardam a resposta das autoridades ao seu pedido de mais fundos para que as buscas continuem.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Tantos inteligentes para na prática nada saberem, apenas poderão argumentar hipóteses e nada mais e depois de tantos milhões gastos em vão.

  2. Pois é, o desaparecimento só me faz lembrar uma parte de um poema:
    Todos presentes? Faltou algum?
    E os que partiram para não mais voltar?
    No pensamento de cada um
    Aqui vieram connosco estar.

  3. Tristeza, será possível que os pais não se enxergam? e o cheiro a cadáver que os cães identificaram em casa, nas chaves, no carro, ninguém fala disso? bando de interesseiros só vêm dinheiro.
    Os Ingleses não deviam ter filhos, só pelo fato de os deixarem sozinhos deviam ser punidos.
    Abram os olhos e vão pelo que diz o Gonçalo Amaral ele é que tem razão.

  4. Eu vi no YouTube nos comentários que um tal que fez parte da investigação que uma senhora que não tinha filhos inglesa pediu para raptaram a criança ela vive bem tem outro nome, estava terminando o colégio estava se preparando para faculdade. A nova mãe fica encima dos estudos não deixa ela ter acesso as redes sociais e controla tudo. Ela está viva .refere bem cuidada e se apaixonou pela cca no hotel.ela é riquíssima e ele falou q faltava alguma coisa para pegarem essa mulher. Problemas dela ter sido registrada neste país que mora. Pelo menos está viva e vive bem. Espero ser verdade.

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …

França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos. As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de …

Amadora. Agredido motorista de autocarro que denunciou Cláudia Simões

Foi agredido o motorista de autocarro que chamou a PSP para denunciar a passageira Cláudia Simões, que alegou posteriormente ter sido agredida pelos agentes da polícia. As agressões tiveram lugar na noite desta sexta-feira, em …

"Dos 4 mil euros que ganho, 3 mil vão para os frades". O padre Vítor Melícias recusa que Tomás Correia ainda controle o Montepio

O padre Vítor Melícias, presidente da Assembleia Geral do Montepio, diz que Tomás Correia "faz falta, mas fez muito bem" em abandonar a liderança da mutualista Montepio. "Dizer que Tomás Correia continua a controlar através …