Depois do luto, Marcelo exige explicações. Costa atira a “batata quente” à ministra

Paulo Cunha / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, conforta o presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, Valdemar Alves. à esquerda, o secretário de Estado da Administração Interna,  Jorge Gomes

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, conforta o presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, Valdemar Alves. à esquerda, o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes

“É tempo de apurar tudo sem limites nem medos.” É Marcelo Rebelo de Sousa quem o diz sobre o trágico incêndio de Pedrógão Grande que matou 64 pessoas. E António Costa “chuta a bola” para a ministra da Administração Interna pedindo o “cabal esclarecimento” sobre o que falhou.

Após ter começado por pedir união e solidariedade no momento da tragédia em Pedrógão Grande, onde um incêndio descontrolado e de grandes dimensões levou à morte de 64 pessoas, o Presidente da República diz agora que é preciso apurar tudo o que se passou, “mesmo tudo”, “no plano técnico” e “no institucional”.

Num artigo escrito para o jornal Expresso, Marcelo Rebelo de Sousa refere que é preciso “terminar a árdua missão dos últimos dias, acelerar a reconstrução, e apurar tudo, mas mesmo tudo, o que houver a apurar”.

Considerando que vêm aí “meses muito exigentes”, o Presidente realça a importância de haver “iniciativas e convergências entre partidos políticos nestas três frentes de intervenção”, manifestando-se disponível para as apoiar.

O chefe de Estado nota que “tudo fez para criar condições aos operacionais de combate ao fogo em clima de unidade nacional”. Mas agora, a sua “missão” é “garantir que todas as interrogações sobre factos e responsabilidades tenham uma resposta rápida e exaustiva“, escreve também.

No início deste texto, Marcelo recorda que, na sua comunicação ao país, no domingo à noite, afirmou que se estava a viver “uma tragédia quase sem precedente na história do Portugal democrático”, que provocava “uma dor sem medida”.

“Disse, também, que havia interrogações e sentimentos, que não deveríamos esquecer, mas que a hora era ainda de combate contra os fogos, determinando mobilização total perante essa prioridade”, prossegue.

Nesta altura, quando “a fase do combate parece estar a chegar ao seu termo” e “os passos para a reconstrução já começaram”, “é tempo de, sem limites ou medos, se apurar o que, estrutural ou conjunturalmente, possa ter causado ou influenciado, quer o sucedido, quer a resposta dada”, nota o Presidente.

Marcelo frisa que é preciso apurar explicações “no plano técnico” e “no institucional” e “num prazo que não esvazie o significado do apuramento, nem acabe por retirar utilidade às suas conclusões”.

António Costa pede “cabal esclarecimento” à ministra

No Governo, o primeiro-ministro assinou um despacho onde ordena à ministra da Administração Interna que providencie um “cabal esclarecimento” sobre as falhas ocorridas na rede do Sistema de Comunicações, o SIRESP.

Este despacho de António Costa surge na sequência da resposta da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) ao primeiro-ministro, assumindo as falhas na rede SIRESP, entre sábado e terça-feira, no teatro de operações de combate ao incêndio de Pedrógão Grande, mas alegando que foram supridas por “comunicações de redundância”.

O primeiro-ministro enviou o despacho também para a Procuradoria-Geral da República, “com conhecimento à ministra da Justiça”, notando que pode ser um dado “relevante” para o inquérito que está a decorrer.

Governo recusa suspender concurso de ordenamento de eucaliptos

Entretanto, o ministro da Agricultura recusa suspender o concurso de nove milhões de euros, em fundos comunitários, para ordenamento de eucaliptos, assegurando que o objectivo é ordenar a plantação desta espécie e não permitir mais área plantada.

Luís Capoulas Santos nota que a intenção é “travar a expansão da área do eucalipto, mas em menos área produzir mais matéria-prima para uma indústria que representa dois mil milhões de euros de exportações”.

O governante responde assim ao pedido do Bloco de Esquerda (BE) de suspensão do concurso de rearborização de eucaliptos.

De acordo com o ministro da Agricultura, os apoios dados à floresta, sem discriminar espécies florestais, visam “ordenar a floresta portuguesa”, geri-la profissionalmente e garantir que seja certificada “para que se reduza o risco de incêndios” e “para que aumente a sua rentabilidade económica”.

“Aquilo que está a arder é floresta desordenada”, advoga ainda o governante, assegurando que todos os apoios à florestação obrigam a que os promotores respeitem “ordenamento florestal, gestão florestal, certificação florestal e faixas entre as plantações”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Cá está novamente a manipulação de títulos… “Costa atira a “batata quente” à ministra” Mas a quem é que o Primeiro Ministro podia pedir um ““cabal esclarecimento” sobre as falhas ocorridas na rede do Sistema de Comunicações, o SIRESP.”? A mim? Concerteza que teria que ser à Ministra da Administração Interna! E isso é atirar “a “batata quente””? Deixem de tentar minar o Governo! Não tentem (inventem) ver coisas onde elas não existem! Incomoda este Governo à imprensa? Pois claro! Mas não têm nada a fazer… Para além do vosso trabalho que devia ser idóneo. Devia…

    Ao senhor António Silva: “ELA É A CULPADA DISTO TUDO !”. Você é parvo!? Então a Ministra é culpada da incompetência (para não dizer algo mais) do que se passou? A única? Onde esteve ao longo destes anos (partindo o principio que é maior de idade)? Não viu a actuação dos consecutivos Governos que passaram? E nem me refiro a cores! TODOS são culpados! Demissão? Deviam ser TODOS PRESOS!!! TODOS!!! Siga o exemplo de muita gente. Não faça comentários… Siga o exemplo do Relvas…

  2. O melhor mesmo a fazer são os que governam e apoiam mais os que estão na oposição se considerarem todos incompetentes e irresponsáveis logo a começar por aqueles que fazem parte do teatro da AR e sentarem-se todos à volta de uma mesa com gente entendida na matéria « cuidado que há por aí muitos doutores e engenheiros de aviário e que muito discutem mas nada percebem sobre o campo de aves de rapina!» e porem em prática o mais rapidamente possível um ordenamento da floresta e uma protecção adequada a todas as aldeias para que no mínimo mais ninguém tenha que fugir para a morte, quanto aos meios de comunicação adequados para a circunstância e que falharam e de que maneira trágica, se antes afirmavam os governantes que tudo estava a marchar sobre rodas, talvez o melhor será cada um assumir a sua quota parte e que não sacuda a água do capote.

  3. São Socialistas com certeza !
    Agora a Ministra pode passar a batata quente ao GNR que não fechou a Estrada da Morte.
    Em qualquer outro país democrático, algum responsável político já teria assumido a responsabilidade política e pedido a demissão.
    Mas Portugal não passa de uma República das Bananas.
    A corrupção e a incompetência morrem sempre solteiras.

  4. Ou seja vão travar a expansão da área do eucalipto, mas em menos área produzir mais matéria-prima para uma indústria que representa dois mil milhões de euros de exportações ou seja transferir a cultura do eucalipto de terrenos marginais que vão ficar completamente improdutivos e cheios de mato para terrenos mais ferteis onde poderiam ser cultivados castanheiros, sobreiros, vinhas, olivais, etc. e ainda por cima com subsidios! CONCLUSÃO: JOGADA DE MESTRE DAS CELULOSES!

RESPONDER

Cientistas "acordam" bactérias com 100 milhões de anos

Os micróbios e as bactérias estavam presentes em argilas enterradas no fundo do mar do oceano Pacífico e são apontados como os organismos vivos mais antigos do planeta Terra. Uma equipa de cientistas, dos Estados Unidos …

PSD e PS lesaram o Estado nos contratos dos aviões C-295 da Força Aérea

O Tribunal de Contas (TdC) concluiu que o Estado português perdeu 9,25 milhões de euros de compensação pelo incumprimento das contrapartidas na compra de 12 aviões C-295 à Airbus Defense and Space (ADS), num relatório …

Sob suspeita, Juan Carlos exila-se na República Dominicana (via Porto)

O rei emérito de Espanha, Juan Carlos, viajou este fim-de-semana para a República Dominicana, depois de decidir viver noutro país face à repercussão pública das investigações sobre os seus alegados fundos em paraísos fiscais. O destino …

É possível inativar o novo coronavírus no leite materno. Basta pasteurizá-lo

Uma equipa de cientistas da Universidade de Toronto e da Sinai Health, no Canadá, realizou uma pesquisa que comprovou que pasteurizar o leite materno inativa o vírus Sars-CoV-2. Uma nova investigação, cujo artigo científico foi recentemente …

Cientistas tornam a luz invisível visível pela primeira vez

Uma equipa de cientistas da Vrije Universiteit Brussel e de Harvard conseguiu, pela primeira vez, tornar visível a luz de campo próximo. Existem vários tipos de luz, alguns visíveis e outros invisíveis ao olho humano. Os …

Estrela morta emite cocktail de radiação nunca antes visto

Um grupo internacional de cientistas explorou o potencial do telescópio espacial de raios gama da Agência Espacial Europeia (ESA) - e outros telescópios e instrumentos - para detetar um cocktail de radiação inédita de uma …

Ator francês Dieudonné banido do Facebook por comentários antissemitas

O ator francês foi banido definitivamente do Facebook e do Instagram por causa dos comentários sobre as vítimas do Holocausto marcados por termos e expressões "desumanizantes contra os judeus". O anúncio do afastamento permanente de Dieudonné …

Última temporada de "La Casa de Papel" terá filmagens em Portugal

A rodagem da quinta temporada da série espanhola "La Casa de Papel", de Álex Pina, começa esta segunda-feira e terá filmagens em Portugal, revelou a plataforma Netflix. Em comunicado, na última sexta-feira, a Netflix explica que …

Janelas com vista para o Espaço. Virgin Galactic revela interior de nave espacial para turistas

A Virgin Galactic acaba de revelar o luxuoso design do interior da cabine do primeiro veículo SpaceshipTwo - o VSS Unity - que permitirá a astronautas e entusiastas explorar o Espaço com conforto. A Virgin Galactic, …

Irão garante ter detido líder de "grupo terrorista" dos EUA

Este sábado, o Irão anunciou a detenção do líder de um "grupo terrorista" norte-americano alegadamente responsável por um bombardeamento mortal, em 2008, numa mesquita da cidade de Shiraz, entre outros ataques. "Jamshid Sharmahd, líder do grupo …