Desconfinamento foi feito com “um excesso de otimismo”, diz bastonário dos médicos

José Coelho / Lusa

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, alertou na terça-feira para o perigo que pode significar a conjugação da gripe sazonal com uma segunda vaga da pandemia, e criticou o “excesso de optimismo” no desconfinamento, que está a ter consequências nos elevados números da doença na Área Metropolitana de Lisboa.

“O inverno tem de ser programado já e com muita cautela. Não sabemos se vamos ter ou não uma segunda onda da pandemia, mas de certeza que vamos ter a gripe sazonal. Sabemos também que durante esse período os hospitais ficam com os serviços de urgência bloqueados, assim como os próprios internamentos, e perante este cenário, a que se junta a covid-19, temos de preparar antecipadamente o que vai ser feito”, defendeu Miguel Guimarães em visita ao Centro de Medicina Laboratorial Germano de Sousa, em Lisboa.

Crítico do “otimismo exagerado” com que foi feito o desconfinamento, apontou “falhas de comunicação” e disse que há problemas que tardam em ser resolvidos, enumerando a questão dos transportes ou dos horários desfasados nos locais de trabalho, segundo noticiou a agência Lusa.

“É obrigatório que as empresas e o próprio Estado se organizem para os horários serem diferentes e não estarmos todos à mesma hora no mesmo sítio. É importante dizer às pessoas que a pandemia ainda não acabou (…). Se estivermos a pensar em futebol, e a discutir se vamos ou não ter adeptos, não ajuda. E digo: espero que não tenhamos, sobretudo na Liga dos Campeões”, advertiu.

Sobre a situação pandémica em Lisboa, voltou a apontar o dedo ao Governo e às autoridades de saúde, a quem pede que tenham capacidade de antecipação.

“O que está a correr mal em Lisboa é a comunicação e a antecipação, porque é assim que se luta contra um vírus. A fase de desconfinamento foi feita com muito otimismo, um excesso de otimismo. A mensagem foi de que estava tudo bem quando não estava, e isso dá às pessoas uma outra liberdade na sua obrigação de proteção e individual e coletiva”, resumiu, lembrando que quanto mais cedo for controlada a questão sanitária, “mais rapidamente a economia pode começar a crescer”.

Ainda sobre a possibilidade de uma segunda vaga pandémica, sublinhou, ainda assim, que Portugal está melhor preparado para essa eventualidade do que outros países europeus.

“A nossa taxa de mortalidade é o melhor indicador que temos quando comparado com o resto da Europa, o que é extremamente positivo e nos deve encher de orgulho. Estamos melhor preparados, mas temos de trabalhar para colmatar as deficiências que existem. É aí que a Direção-Geral da Saúde deve trabalhar”, apelou.

Sobre a capacidade de testagem ao vírus em Portugal, disse que o país tem ido ao encontro das recomendações da Organização Mundial da Saúde de “testar mais e mais”, deixando uma palavra de agradecimento aos privados.

“O sector privado nesta área teve uma colaboração muito estreita com o Serviço Nacional de Saúde. Se não fossem os testes do privado, que neste momento significam 50% do total, teríamos muito mais dificuldades. Aos médicos de patologia clínica tenho de deixar um elogio e agradecimento no combate à pandemia, em que fizeram um trabalho extraordinário”, concluiu.

Portugal contabiliza 1.629 mortos associados à covid-19 em 44.416 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Depois do jogo todos acertam no resultado, perguntar não ofende a O.M. é uma ordem profissional ou sindical?É que de há muito tempo para cá que vejo as Ordens Profissionais agirem como se fossem sindicatos

RESPONDER

Parlamento levanta imunidade a André Ventura

O levantamento da imunidade parlamentar permite a André Ventura responder perante o Tribunal Judicial da Comarca de Braga sobre o jantar-comício nas presidenciais, que contou com mais de 170 pessoas. O Parlamento levantou, esta sexta-feira, a …

Adeptos do Parma contestam regresso do Buffon "mercenário"

Faixa exibida à porta do estádio do Parma recorda saída para a Juventus, em 2001: "Saíste como mercenário". Gianluigi Buffon está de volta ao Parma, 20 anos depois. Mas nem todos os adeptos do emblema italiano …

Ex-adjunta da ministra da Justiça vai investigar corrupção no Governo

A magistrada Carolina Costa, que foi adjunta da ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, foi escolhida para integrar o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP). Ora, este órgão, está a investigar vários elementos …

Coro de críticas ao "fecho" da Área Metropolitana de Lisboa aumenta. Governo insiste que medida é constitucional

O Governo insiste que o "fecho" da Área Metropolitana de Lisboa (AML) é uma medida prevista na situação de calamidade, mas o coro de críticas aumenta. Na conferência de imprensa desta quinta-feira, a ministra Mariana Vieira …

Como foi possível? "Inquérito urgente" à transferência de 788 mil euros para desempregado

Ainda não se sabe como é que foi possível que a Segurança Social tenha transferido 788 mil euros para um desempregado. O caso já levou à abertura de um "inquérito urgente" e o Governo quer …

MP investiga protesto com alegadas saudações nazi

Uma fonte oficial da Procuradoria-Geral da República revelou esta sexta-feira que foi instaurado um inquérito, dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, às alegadas saudações nazi na manifestação que ocorreu na Praça …

Eriksen tem alta hospitalar

Seis dias depois de sofrer uma paragem cardíaca, Christian Eriksen teve alta hospitalar e visitou o estágio da seleção dinamarquesa antes de regressar a casa. Christian Eriksen teve alta hospitalar esta sexta-feira, confirmou a federação dinamarquesa, …

MP francês pede seis meses de prisão efetiva para Sarkozy

O Ministério Público (MP) pediu na quinta-feira um ano de prisão, com seis meses de pena efetiva, para o ex-Presidente francês Nicolas Sarkozy, julgado em Paris na sequência de uma investigação ao financiamento irregular na …

Portugueses já podem pedir Certificado Digital Covid

Os portugueses já podem pedir o Certificado Digital Covid, o documento que facilita as viagens para o estrangeiro durante as férias. O primeiro-ministro, António Costa, anunciou que os portugueses poderiam pedir o seu certificado digital europeu …

Guterres presta juramento na ONU e estabelece "prioridade mundial absoluta"

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, prestou juramento e tomou posse para um segundo mandato durante uma sessão plenária da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, Estados Unidos. António Guterres …