António Costa aponta para confinamento geral com horizonte de um mês

Rodrigo Antunes / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

O primeiro-ministro afirmou, esta terça-feira, no final da reunião no Infarmed, que há um grande consenso para que as medidas de confinamento geral a decretar tenham um horizonte de um mês.

O primeiro-ministro declarou que a reunião com os epidemiologistas permitiu concluir que “houve um grande consenso” sobre a trajetória de crescimento de novos casos de infeção do novo coronavírus e que “as medidas devem ter um horizonte de um mês”.

“Estamos perante uma dinâmica de fortíssimo crescimento de novos casos que é necessário travar”, salientou António Costa, acrescentando que o confinamento tem de ser de um mês porque as medidas demoram duas a três semanas a produzir efeitos.

O chefe do Executivo confirmou que a grande divergência entre os especialistas está relacionada com o funcionamento das escolas. Todos são convergentes em relação às crianças até aos 12 anos, mas “a dúvida está nas faixas intermédias”, assumiu Costa, citado pelo jornal online Observador.

“O decisor político não vai poder tomar a decisão com base no que disseram os especialistas” e terá de usar a sua “própria inteligência e perceção”, afirmou o primeiro-ministro, informando que vai ouvir diretores de escolas e associações de pais.

Costa destacou que entre a população a “perceção do risco tem vindo a diminuir, assim como o uso de máscara”, alertando, por isso mesmo, que “todas as medidas de prevenção são uma arma imprescindível“.

Relativamente ao setor económico, o líder do Governo diz que, “acima de tudo está a vida das pessoas”, mas reconhece que tem de se dar “apoio ao rendimento das famílias, proteger o emprego e as empresas”.

O Presidente da República vai consultar por telefone, esta tarde, os partidos políticos com assento parlamentar sobre a renovação do estado de emergência.

Esta informação foi divulgada através de um comunicado no portal da Presidência da República, na qual se lia também que Marcelo Rebelo de Sousa “já realizou novo teste com o INEM” de diagnóstico ao novo coronavírus, depois de outro que fez anteriormente ter dado negativo.

Entretanto, soube-se que o resultado deste último teste foi negativo e, portanto, o chefe de Estado aguarda agora as instruções das autoridades de saúde.

Marcelo cancelou as audiências marcadas para hoje aos partidos políticos depois de saber, esta segunda-feira, que tinha testado positivo ao novo coronavírus.

Marcelo Rebelo de Sousa, que se encontra em isolamento no Palácio de Belém, em Lisboa, assistiu, por videoconferência, à reunião desta manhã no Infarmed sobre a situação epidemiológica da covid-19 em Portugal.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Francisco Rodrigues dos Santos admite que tem sido "difícil" juntar o CDS (mas "não por falta de iniciativa")

Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS-PP, afirmou, numa entrevista ao Jornal de Notícias e TSF que tem sido "difícil" conquistar a coesão do partido. Em entrevista ao Jornal de Notícias e à TSF, o líder …

Isabel dos Santos usou equipa de espiões para provar "conspiração" e "vingança" de João Lourenço

A empresária Isabel dos Santos contratou uma firma de antigos agentes secretos israelitas para provar que foi vítima de um ataque orquestrado pelo governo de João Lourenço. Isabel dos Santos criou uma equipa de espiões para …

"Perdemos o avô da nação". Morte do príncipe Filipe deixou "um grande vazio" na vida de Isabel II

A morte do príncipe Filipe, duque de Edimburgo, na sexta-feira, aos 99 anos, deixou a Rainha Isabel II, sua esposa, com "um grande vazio na sua vida", disse este domingo aos jornalistas o seu filho …

Mapa online interativo ajudou indígenas do Panamá a fazer frente à pandemia

Quando a covid-19 chegou ao Panamá no ano passado, o cartógrafo Carlos Doviaza temeu pelas pessoas indígenas da sua comunidade. Por isso, para as ajudar, dedicou-se a fazer aquilo que faz melhor: mapas. "Pensei: 'Porque não …

"A política ama traição, mas despreza o traidor". Sócrates acusa PS de "ataque injusto" (e diz-se alvo de "vingança" da direita)

"A política ama a traição, mas despreza o traidor". No livro "Só Agora Começou", que será publicado nos próximos dias, José Sócrates acusa a atual direção do PS de traição. De acordo com o Diário de …

Portugal regista mais 566 casos e seis óbitos por covid-19

Portugal registou, este domingo, mais seis mortes e 566 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde …

PS quer que Cavaco Silva diga "quando é que soube do buraco do BES"

O PS quer que o antigo Presidente da República Cavaco Silva esclareça "quando é que soube do buraco do BES" e porque é que "não agiu atempadamente" para evitar o aumento de capital, que gerou …

Perdoar o passado, celebrar o renascimento e cumprir tradições. A primavera traz o Nowruz, o ano novo persa

Assim que as flores começam a desabrochar e os dias ficam mais longos, fica claro que o Nowruz está prestes a chegar. A celebração do ano novo iraniano é secular, com raízes que remontam a …

“Mostrámos que sabemos governar”. Bloco apresenta candidata a Lisboa (e abre a porta a acordo com PS)

O Bloco de Esquerda apresentou a candidatura de Beatriz Gomes Dias à Câmara Municipal de Lisboa, pediu “mais força” para determinar a governação da cidade e abriu a porta a novos entendimentos com o PS …

Fé nos números. Foi o voto não religioso que Donald Trump perdeu em 2020 

Em novembro de 2020, Joe Biden foi eleito Presidente dos Estados Unidos da América. Uma análise revelou recentemente que a derrota de Donald Trump dependeu daqueles que não se identificam com nenhuma religião. Ryan Burge, professor …