Costa chamou primeiro-ministro a Passos (duas vezes)

Durante o debate quinzenal desta manhã, no Parlamento, o actual primeiro-ministro, António Costa, chamou “senhor primeiro ministro” duas vezes ao anterior, Passos Coelho. E convidou-o a “virar a página relativamente ao passado”.

No que parece ter sido um lapso, o primeiro-ministro António Costa chamou esta manhã “senhor primeiro minstro” ao seu antecessor, Pedro Passos Coelho.

Na sua intervenção inicial no debate quinzenal no Parlamento, o presidente do PSD tinha confrontado confrontou o primeiro-ministro com as críticas ao esboço de Orçamento do Estado para 2016, e pediu-lhe que reconhecesse o trabalho do anterior executivo em matéria de modernização administrativa – tema do discurso inicial de António Costa.

“Eu compreendo e respeito a dificuldade que o senhor primeiro-ministro tem em libertar-se dos últimos quatro anos“, respondeu António Costa.

“Há de compreender que o meu dever é governar o dia de hoje com os olhos postos no futuro e não passar o tempo a alimentar consigo um debate sobre o seu passado”, respondeu-lhe António Costa.

O actual chefe do Governo do PS voltaria a chamar “senhor primeiro-ministro” ao presidente do PSD. Ao segundo lapso, levantou-se mesmo algum burburinho nas bancadas parlamentares.

Desta vez, António Costa corrigiu: “senhor deputado Pedro Passos Coelho, com toda a cordialidade, convido-o a vir para o presente, porque no presente é muito bem recebido. E no presente encontrará um largo futuro”, exortou António Costa.

“Não fique prisioneiro do passado, porque esta é a altura de virar a página relativamente ao passado”, concluiu o primeiro-ministro.

Conta o jornal Sol que há quem diga em surdina no interior do PSD que Passos Coelho ainda não despiu totalmente o fato de primeiro-ministro.

Aparentemente, o seu sucessor ainda não o veste todos os dias.

ZAP

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Mas isto é notícia porquê e para quê? Ai que engraçado o Costa enganou-se a falar… Ahahahahah…. Que giro.

    A não ser que a Comunicação Social queira implantar no sub-consciente das pessoas que o Costa lá bem no fundo sente que o seu Governo é ilegítimo e que Passos Coelho é que teria legitimidade pra ser Primeiro Ministro. Que insinuação mais patética… Epá deixem-se disso. Acordem prá vida, que já chega. Caiam na real… O Passos foi chumbado na Assembleia.

    Claro que se o Costa passou mais de 5 anos a chamar Primeiro Ministro ao Passos, é natural que sem querer se engane. Quem é que nunca se enganou a discutir com alguém, e chamar o nome de outra pessoa com quem costumamos discutir habitualmente?

  2. É isso mesmo! Lá no fundo, o costa ainda não acredita que é primeiro ministro e nem sabe como lá foi parar. Por isso está convencido que o Passos é ainda primeiro ministro e está sempre a chamar-lhe isso. Qualquer dia começa a chamar presidente ao sampaio da pólvora, o tal que pertenceu à luar, e à Maria de ninguém. Se o Povo lhe deu no toutiço, embora os outros se tivessem fartado de fazer cortes a torto e a direito durante 4 anos, porque carga de água é que o bosta, perdão o costa há-de ser 1º. Ministro? É isto que ele deve pensar para se enganar e chamar ao outro.

  3. Ele até tem razão. Problemas de consciência, certamente surgem-lhe todos os dias.
    Afinal quem ganhou as eleições deveria ser efetivamente primeiro ministro, não?
    Será esse o motivo?

  4. Onde está a admiração?. O (A) ZAP andou durante algum tempo, após as eleições para o parlamento, e já depois de António Costa ter tomado posse, a apresentar notícias com a fotografia do Passos Coelho com o rodapé de primeiro ministro…
    Na notícia acima, aparece a foto do António Costa com o rodapé, sem primeiro ministro. Afinal está certo, porque no desenvolvimento da notícia, António Costa é, e passo a citar ” O actual chefe do Governo do PS”. Mas é chefe do Governo do PS ou é , quer se queira quer não, chefe de um Governo, com maioria parlamentar, que está por isso com toda a legitimidade a governar Portugal ?

  5. O Primeiro Ministro de Portugal enganou-se e chamou Primeiro Ministro ao antigo Primeiro Ministro.

    E’ engracado, mas uma vez que o anterior Primeiro Ministro foi, de facto, Primeiro Ministro (estao a seguir ainda?) durante 4 anos e 4 semanas, nao me parece uma gaffe muito embaracosa, pois que natural.

    Ja’ o ZAP, Sol, ou comite’ central de desinformacao e propaganda pafioso, chama, NESTE MESMO artigo onde goza com o actual Primeiro Ministro de Portugal, chama-lhe:

    “O actual chefe do Governo do PS”.

    Como nunca houve um Governo do PS, mas sim uma Direccao do PS, um Secretario Geral do PS, e quanto a Governo o que existe e’ um Governo de Portugal, a gaffe do zap, Sol, ou comite de desinformacao e propaganda pafioso e’ bem mais reveladora, e da senha que ainda lhes atravessa a garganta.

    Os senhores pafiosos continuam azedos e desvairados por terem perdido o poder, e querem continuar com a ficcao que o Governo actual nao e’ de Portugal, mas sim apenas do PS,

    Nao nos devemos admirar. Estes senhores ainda nao aprenderam o que e’ a democracia, e nunca aceitaram a Constituicao da Republica, como pudemos ver pelos diplomas sistematicamente violadores da mesma, e repetidamente reiterados, apesar da benevolencia em excesso do Tribunal Constitucional.

    Mas acho francamente mais motivo de gozo e noticia que os senhores chamem ao Primeiro Ministro de Portugal “Chefe de Governo do PS”, do que o actual Primeiro Ministro enganar-se e dirigir-se ao anterior pelo titulo que teve nos ultimos 4 anos e 4 semanas.

    Agora fico a’ espera de um artigo a dizer:

    “Jornalista (perdao, propagandista pafioso) engana-se e chama Chefe de Governo do PS no mesmo artigo em que tentava gozar com um lapso do mesmo”

Portugal não aderiu a programa da UE criado de propósito após os incêndios de 2017

No ano passado, a União Europeia criou um programa de proteção civil devido aos incêndios de 2017 em Portugal. Contudo, o país não aderiu ao mecanismo. Em 2017, Portugal viveu momentos difíceis devido aos incêndios que …

Boris responsabiliza Irão por ataque a petrolífera saudita

Boris Johnson diz que o país atribui ao Irão, "com muito alto grau de probabilidade, os ataques à gigante petrolífera saudita". O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, acusou esta segunda-feira o Irão de ser, muito provavelmente, responsável …

41 países comprometem-se com iniciativa "Clima e Qualidade do Ar"

A iniciativa "Clima e Qualidade do Ar", apresentada na véspera da Cimeira da Ação Climática, propõe alcançar até 2030 uma qualidade do ar saudável e a harmonização das políticas de luta contra as alterações …

Reino Unido. Trabalhistas querem abolir ensino privado se forem Governo

O Partido Trabalhista britânico compromete-se a abolir o ensino privado no Reino Unido caso venha a formar Governo. O plano do partido liderado por Jeremy Corbyn implica nacionalizar e integrar no sistema educativo público todas …

Rio acusa PS de se comportar como "dono disto tudo" (e diz que também tem um "Centeno")

No último debate a dois antes das legislativas de 6 outubro, os líderes do PSD e PS trocaram esta segunda-feira críticas - em tom leve e cordial -, recordando telhados de vidro de cada força …

Em decisão histórica, partidos árabes recomendam Gantz como primeiro-ministro de Israel

O Presidente de Israel, Reuven Rivlin, iniciou este domingo as suas consultas para a formação de um novo Governo. A Lista Conjunta, uma coligação que reúne os principais partidos árabes do país (Balad, Hadash, Ta’al …

Tancos. Azeredo Lopes teve "exercício perverso" de funções públicas, diz Ministério Público

O Ministério Público (MP) já terá terminado a acusação do caso de Tancos, na qual sustenta que o antigo ministro da Defesa Azeredo Lopes soube de toda a encenação, tendo ainda tentado tirar louros políticos …

Salário de 273 mil euros brutos anuais para Varandas revolta accionistas do Sporting

Um grupo de acionistas do Sporting fez chegar ao presidente da Mesa da Assembleia Geral (AG) da Sporting SAD, Bernardo Ayala, um pedido em que exige a retirada da proposta de aumento salarial para o …

Eleições na Madeira. A noite em que quem perdeu ganhou e quem ganhou perdeu

Depois de 43 anos de poder absoluto, o PSD perdeu este domingo pela primeira vez a maioria do parlamento da Madeira. O PS, que atingiu um valor histórico na região, também reclamou louros de vitória. …

Jesus "nunca treinou um grande clube da Europa" e "nunca conquistou nada"

O treinador do Grémio, Renato Gaúcho, voltou a criticar Jorge Jesus, dizendo que o técnico português, aos 65 anos, nunca treinou um grande clube na Europa. "O Jorge Jesus ganhou 2/3 títulos portugueses. Saiu de Portugal …