Constitucional rejeita mais um recurso de Sócrates e revela circuito das “luvas”

Arquivo ITU

O ex-Primeiro-ministro José Sócrates

O Tribunal Constitucional (TC) rejeitou mais um recurso de José Sócrates, revelando o circuito das alegadas “luvas” recebidas pelo ex-primeiro-ministro para comprovar o argumento da “especial complexidade do processo”.

No acórdão do TC publicado em Diário da República (DR) esta terça-feira, 1 de Março, é refutada a argumentação do recurso da defesa de Sócrates que alegava que o juiz de instrução, Carlos Alexandre, teria violado a Constituição com a decisão da “excepcional complexidade do processo” e dos “prazos da prisão preventiva”.

O TC rejeita esta ideia, contrariando duas das instâncias referidas pelos advogados de Sócrates e recusando analisar as outras 10 questões sob o argumento de que não se enquadram na Constituição.

Sócrates é assim condenado a pagar as custas do processo, no valor de 2.142 euros, depois de há cerca de seis meses ter visto o TC rejeitar outro recurso e imputar-lhe as custas de 2.550 euros.

Mais do que isso, esta resposta é um duro golpe para o ex-governante, que vê o Tribunal Constitucional divulgar ao público detalhes muito específicos da investigação da Operação Marquês para confirmar a sua argumentação da “especial complexidade do processo” e defender a decisão do juiz Carlos Alexandre relativamente ao tempo da prisão preventiva de Sócrates.

No acórdão de 20 páginas divulgado em DR, traça-se o circuito das “luvas” que terão beneficiado José Sócrates, conforme a tese do Ministério Público, depois de em Setembro passado, a pedido da defesa do ex-primeiro-ministro, estes dados terem deixado de estar em Segredo de Justiça.

O texto fala das transferências para as contas de Carlos Santos Silva na Suíça, do BESI, da compra da casa de Paris e do dinheiro transferido para o ex-motorista de Sócrates.

O acórdão especifica, por exemplo, que “no Verão de 2012, foram verificadas transferências para França, a débito de uma das referidas contas E. de um total de €2.867.300,00, que se indicia ter sido utilizado para o pagamento de um imóvel em Paris, onde veio a habitar o F. [José Sócrates]”.

No documento, o TC menciona ainda “uma transferência para Espanha, de cerca de €750.000,00, relacionado com um negócio de aquisição de direitos televisivos“, efectuada em 2011, e refere que, “desde 2012 até ao presente, foram identificadas várias outras formas de A. [Carlos Santos Silva] realizar atribuições de fundos a favor de F., sem qualquer justificação”.

Ainda se nota no acórdão “a realização de entregas de numerário, em montantes de cerca de €10.000,00 cada, quer pela simulação da aquisição de imóveis de familiares do mesmo F., caso de, pelo menos, três apartamentos, quer pelo pagamento de despesas pessoais”.

Nota-se também que “foram identificados depósitos directos de fundos, por cheques, na conta do motorista pessoal de F., em montante de cerca de €60.000,00, desde 2012″.

O TC torna também público que foi “identificado um outro circuito de justificação da atribuição de fundos a F. que simula o pagamento de uma actividade de consultoria prestada a uma sociedade do ramo farmacêutico [a Octapharma], mas que se suspeita que, na realidade, é suportada por A.“.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Afinal onde há fumo…
    Se o Tribunal Constitucional diz isto, o que estará ainda no resto do processo e que está (e bem) em segredo de justiça?
    Curiosamente, não leio ainda nenhum comentário dos apoiantes do 44.

  2. É de estranhar ! Onde estão agora os habituais defensores do dito? Os energúmenos que todos ofendem?
    O mais triste disto tudo é que é o próprio tribunal constitucional que vem descobrir a careca! Se calhar não é o mesmo tribunal constitucional !

  3. Este paspalho arrogante já merecia voltar lá para dentro… Realmente começam a faltar argumentos aos defensores (já nem a possibilidade de partilharem alguma da generosidade do amigo caridoso os move a inventar razões!)

  4. Tribunal dá razão ao CM. Este é o segundo recurso em seis meses que o Constitucional rejeita. Tem de pagar cerca de 5000 de euros de custas. Mas o que é isso para o cocas que tinha 23 milhões na Suiça em nome do amigo? Existe um batalhão de juizes e procuradores a tratar do assunto. Na verdade o processo é demasiado complexo e não pode ser esclarecido de um momento para o outro. Mas espero bem que dê frutos e que esse ladrão vá cair com os costados na Carregueira. É que o pintainho e o noronha já foram à vida. Isto agora fia mais fino!!!

Responder a Max Cancelar resposta

Suárez aborda eventual saída de Messi. "Saberá do que precisa"

O futebolista Luis Suárez comentou a possível saída do seu companheiro de equipa Lionel Messi do Barcelona. "Saberá do que precisa", disse o internacional uruguaio, frisando que não consegue ver o astro argentino noutra equipa. …

Mário Centeno nomeado governador do Banco de Portugal

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, o nome do ex-ministro das Finanças para o cargo de governador do Banco de Portugal (BdP). A decisão foi revelada, esta quinta-feira, depois do Conselho de Ministros, pela ministra …

Finanças admitem queda de 9% no PIB. Governo prepara-se para rever projeção inicial de 6,9%

O Ministério das Finanças admite a possibilidade de que a queda do PIB se aproxime dos 9%, revelou esta quinta-feira o Jornal de Negócios, adiantando que o Governo se prepara para rever a projeção inicial …

Vacina de Oxford testada em humanos com "resultados promissores"

Os testes clínicos em humanos da potencial vacina contra a covid-19 que a Universidade de Oxford criou tiveram "resultados prometedores" e desencadearam a resposta imunitária que se pretendia. Os testes em humanos, que desde abril envolveram …

Goa decreta novo confinamento, com Índia a rondar um milhão de casos

Depois de ter aberto portas ao turismo, Goa decreta um novo confinamento de três dias. Registaram-se 198 novos casos nas últimas 24 horas, o número mais alto desde o início da pandemia. O estado de Goa, …

Tribunal da Concorrência confirma coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado

O Tribunal da Concorrência confirmou, esta quinta-feira, a coima de 75 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal a Ricardo Salgado, no caso do financiamento do Grupo Alves Ribeiro (GAR) para compra de ações da …

Mais três mortes e 339 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 339 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da DGS. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos …

Crise entrou em nova fase mas mundo "não está fora de perigo", diz FMI

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse esta quinta-feira que a crise provocada pela pandemia entrou numa nova fase, que exige flexibilidade para assegurar "uma recuperação sustentável e equitativa", alertando que o mundo …

China bane importação de ovelhas portuguesas

As alfândegas chinesas baniram as importações de ovelhas e produtos relacionados de Portugal, alegando um aviso da Organização Mundial de Saúde Animal sobre um surto de paraplexia enzoótica dos ovinos na Guarda. A notícia foi avançada …

Tânia já pode abraçar os filhos. Livrou-se do coronavírus ao 16º teste após 4 meses isolada

A algarvia Tânia Poço foi, finalmente, dada como "curada" de covid-19 após quatro meses de confinamento. Aquele que terá sido o caso mais prolongado da infecção em Portugal, chegou ao fim com o 16º teste …