Congresso do PS: Costa avisa que não ouvirão partido falar sobre decisões judiciais

(dr) SedeNacionalPartidoSocialista / Facebook

O novo líder do PS, António Costa

O secretário-geral do PS, António Costa

O secretário-geral socialista salientou este sábado que não ouvirão o PS falar de boas ou más decisões judiciais sobre a prisão preventiva do ex-primeiro-ministro José Sócrates, já que terá nesta matéria sentido de responsabilidade e de Estado.

António Costa falava aos jornalistas à chegada ao XX Congresso Nacional do PS, no Parque de Exposições da Feira Industrial de Lisboa (FIL), depois de insistentemente questionado se vai referir-se à prisão preventiva do ex-primeiro-ministro José Sócrates nas suas intervenções.

Não nos ouvirão a comentar nem decisões boas ou más das autoridades judiciárias, nem estarmos aqui a discutir aquilo que só à justiça cabe discutir”, respondeu António Costa, antes fazer uma das várias sugestões que deixou aos jornalistas presentes no congresso do PS.

“Percebo a vossa curiosidade, mas têm muitos colegas vossos que estão a ouvir advogados, juristas, quem entra e quem sai do Estabelecimento Prisional de Évora. Aqui estaremos para falar de Portugal e dos portugueses”, contrapôs o recém-eleito líder socialista.

António Costa disse mesmo que, no começo do congresso do PS, “para já”, só tem ouvido jornalistas a falar sobre o caso da prisão preventiva de José Sócrates.

“Se me permitem a sugestão, recomendava-vos que seguissem o bom exemplo do que o PS tem feito esta semana. O PS tem tido uma enorme frieza, sentido de responsabilidade, sentido de Estado, separando muito bem os sentimentos individuais de cada um, as amizades, daquilo que deve ser a nossa atitude enquanto força política responsável”, sustentou ainda numa referência ao caso Sócrates.

De acordo com o secretário-geral do PS, os socialistas seguirão uma linha de “separação da política e da justiça, com respeito integral e confiança no funcionamento do Estado de Direito democrático”.

“O que vai motivar o PS é a construção de uma alternativa. O PS está concentrado na definição de uma estratégia para o país e numa metodologia para a elaboração do programa do Governo, aproveitando a energia da força participativa das eleições primárias”, acrescentou.

Carlos César eleito presidente do PS

O ex-líder do Governo Regional dos Açores Carlos César foi hoje eleito presidente do PS com 985 votos, substituindo no cargo Maria de Belém Roseira.

O anúncio foi feito pelo presidente da mesa do Congresso cessante na abertura dos trabalhos do XX Congresso do PS, que decorre até domingo na Feira Internacional de Lisboa, no Parque das Nações

Carlos César era o candidato único ao cargo de presidente do PS e foi eleito por voto secreto, sucedendo no lugar à ex-ministra socialista Maria de Belém Roseira, que ascendeu a este lugar em 2011 por proposta do anterior líder, António José Seguro.

Presidente do Governo Regional dos Açores entre 1996 e 2012, Carlos César foi mandatário nacional das candidaturas de António Costa nas eleições primárias do PS de 28 de setembro passado e, mais recentemente, ao cargo de secretário-geral.

Carlos César e António Costa, além de amigos de longa data, seguiram quase sempre o mesmo percurso político desde que entraram para a Juventude Socialista (JS) no final da década de 70, altura em que ambos contactaram de perto com o ex-primeiro-ministro António Guterres e com o ex-secretário de Estado Arons de Carvalho.

Ao contrário do que tem sido tradição no PS, António Costa pretende atribuir ao cargo de presidente um perfil mais executivo do que meramente moderador.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Merkel admite: Greta Thunberg teve influência nas novas medidas alemãs pelo ambiente

A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou nesta sexta-feira que o seu governo decidiu ser mais ambicioso nas medidas contra as alterações climáticas como resposta à mobilização e marchas pelo ambiente de crianças e adolescentes inspirados …

Google paga prémios até centenas de milhares de euros para descobrir bugs

A Google aumentou o valor dos prémios que oferece a quem descobrir bugs nos seus produtos e serviços. Alguns dos prémios podem mesmo chegar aos milhares de euros. Ganhar dinheiro ao descobrir bugs é algo desconhecido …

Identificado suspeito do incêndio no estúdio de animação no Japão. Queixa-se de plágio

Esta quinta-feira, um incêndio no estúdio de animação KyoAni provocou 33 mortos e 35 feridos. Confirmadas as suspeitas de que o desastre resultara de fogo posto e que o autor usara gasolina para propagar as …

Nunca ninguém mandou tanto tempo como Benjamin Netanyahu

Benjamin Netanyahu foi o primeiro chefe de Governo de Israel a nascer no país — em Telavive, a 21 de outubro de 1949, um ano após a criação do Estado.  Foi também o primeiro-ministro mais …

Vulcão Etna acordou e entrou de novo em erupção

O Etna voltou a acordar lançando lava de uma das crateras localizadas na área desértica do topo do vulcão siciliano, de acordo com o Instituto Nacional Italiano de Geofísica e Vulcanologia (INGV). A atividade é intermitente …

Agência Europeia para a Segurança da Aviação alerta para limitações dos Airbus 321neo

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) publicou na passada quarta-feira um estudo sobre um problema nos Airbus 321neo que pode dar origem a uma “redução do controle do avião”. O documento alerta todas as …

Carlos Vinícius por 17 milhões no Benfica. É o terceiro reforço mais caro das águias

O Benfica anunciou hoje como reforço o avançado brasileiro Carlos Vinícius, que assina por cinco temporadas, com o clube "encarnado" a pagar 17 milhões de euros ao Nápoles pela transferência. Os encarnados confirmaram a contratação do …

"Acharam que era empregado de mesa". Deputado Hélder Amaral denuncia racismo no Parlamento Europeu

O deputado do CDS-PP Hélder Amaral revela que foi vítima de racismo no Parlamento Europeu. O único deputado afro-descendente com assento parlamentar refere que "acharam que era empregado de mesa". Esta revelação foi feita por Hélder …

Há mais cinco dias para pagar o IVA (e mais mudanças noutros impostos)

Os deputados aprovaram esta sexta-feira, a proposta do Governo que altera diversos códigos fiscais, entre os quais mais cinco dias para o pagamento do IVA e eliminação de garantia para dívidas mais baixas de …

Deputado vai ser testemunha no caso do incêndio de Monchique. Mas não conhece o arguido

O deputado social democrata Cristóvão Norte vai testemunhar em defesa do suspeito do crime de incêndio, que deflagrou em Monchique em 2018, mas não conhece o arguido nem a sua advogada. O deputado foi um dos …