Centeno fica no Governo. Costa reafirma a sua “confiança pessoal e política”

Miguel A. Lopes / Lusa

O primeiro-ministro e o ministro das Finanças estiveram reunidos, em São Bento, esta quarta-feira, por causa da transferência de 850 milhões de euros destinados ao Novo Banco.

Depois da reunião em São Bento, a decisão: Mário Centeno não vai sair do Governo. Em comunicado, citado pela rádio Renascença, o primeiro-ministro garantiu que “reafirma publicamente a sua confiança pessoal e política no Ministro de Estado e das Finanças”.

Segundo a nota, na reunião “ficaram esclarecidas as questões relativas à falha de informação atempada ao primeiro-ministro sobre a concretização do empréstimo do Estado ao Fundo de Resolução”.

Este empréstimo, salienta o mesmo comunicado, “já estava previsto no Orçamento de Estado para 2020, que o Governo propôs e a Assembleia da República aprovou”.

O gabinete do primeiro-ministro confirma ainda que “as contas do Novo Banco relativas ao exercício de 2019, para além da supervisão do Banco Central Europeu, foram ainda auditadas previamente à concessão deste empréstimo” pela Ernst & Young, pela Comissão de Acompanhamento do mecanismo de capital contingente do Novo Banco e pelo Agente Verificador designado pelo Fundo de Resolução, Oliver Wyman.

“Este processo de apreciação das contas do exercício de 2019 não compromete a conclusão prevista para julho da auditoria em curso a cargo da Deloitte e relativa ao exercício de 2018, que foi determinada pelo Governo”, acrescenta o comunicado.

Na semana passada, durante o debate quinzenal, António Costa disse à coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, que não haveria transferências para o Fundo de Resolução, tendo em vista a recapitalização do Novo Banco, até que a auditoria àquela instituição bancária estivesse concluída.

No dia seguinte, no Porto, o primeiro-ministro afirmou aos jornalistas que o Ministério das Finanças não o informara de que essa transferência tinha sido efetuada na véspera, o que o levou a pedir desculpas à líder bloquista pela informação errada que lhe tinha transmitido.

Perante este caso, em entrevista à TSF, o ministro das Finanças assumiu que houve uma “falha de comunicação” entre o seu gabinete e o do primeiro-ministro. Esta quarta-feira, no Parlamento, Centeno afirmou que a transferência “não foi feita à revelia” de Costa.

Também hoje, no final de uma visita à Autoeuropa, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou que o primeiro-ministro “esteve muito bem” ao remeter nova transferência para o Novo Banco para depois de se conhecerem as conclusões da auditoria que abrange o período entre 2000 e 2018.

Esta tarde, o líder do PSD, Rui Rio, defendeu que o ministro das Finanças “não tem condições para continuar” no Governo, considerando que será uma má decisão se Costa decidir manter “um ministro que não lhe foi leal”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não está certo, manter a confiança em alguém que omite informações ou já estava combinado ou é um desrespeito para com o PM que não pode ser aceite!

  2. Este Centeno é um flop total. Só mesmo os parolos aqui do burgo é que pensam que o homem é alguém. E só pensa assim quem de economia e finanças públicas não percebe rigorosamente nada. No meio académico já o conhecemos há muito.

Apoio à retoma pode prolongar-se pelo menos até setembro de 2021

O mecanismo de apoio à retoma progressiva nas empresas em crise poderá prolongar-se até, pelo menos, setembro do próximo ano, avisou o ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira. O mecanismo sucedâneo do layoff …

Vinícius bisou e assistiu para o Tottenham. Para Mourinho, só há uma coisa a melhorar

O Tottenham de José Mourinho venceu esta quinta-feira o Ludogorets no jogo da 4.ª jornada da fase de grupos da Liga Europa. O ex-Benfica Carlos Vinícius, que não tem sido opção para o campeonato inglês, …

Portugal já terá atingido o pico. Foi na terceira semana de novembro, segundo os peritos do Governo

Portugal já terá atingido o pico de novos casos da segunda vaga de covid-19, de acordo com os cálculos dos peritos consultados pelo Governo. Em declarações ao jornal Observador, engenheiro Carlos Antunes, da Faculdade de …

Benfica colheu um ponto na Escócia. O Rangers "não é uma equipazinha", diz Jesus

O Benfica empatou a dois golos em casa do Rangers, na quarta jornada do Grupo D da Liga Europa, e ficou a uma vitória de seguir para os 16 avos de final. Arfield (7 minutos) e …

Reformas antecipadas sofrem corte de 15,5% em 2021

O valor das pensões antecipadas pedidas no próximo ano terá um corte superior ao que está a ser aplicado em 2020: 15,5%. Os trabalhadores que se reformem antecipadamente em 2021 terão uma penalização de 15,5% na …

Templo de Esna foi restaurado ao fim de 2000 anos (e surpreendeu com misteriosos segredos egípcios)

Descoberto há cerca de 200 anos, o antigo templo egípcio de Esna guardava segredos há mais de 2000 anos. Agora esses segredos foram revelados graças a um projeto de restauração iniciado em 2018, onde foram …

Trabalhadores essenciais vão ter folgas e mais 50% de salário se trabalharem nas vésperas de feriado

Os trabalhadores essenciais da Função Pública que tiverem de trabalhar nos dias 30 de novembro e 1 de dezembro vão ter direito a uma ou duas folgas e vão receber um aumento de 50% do …

"Idiotice criminosa". Agente diz que Maradona não teve assistência médica adequada

Matías Morla, agente e advogado de Diego Maradona, afirmou esta quinta-feira que o ex-futebolista, que morreu na quarta-feira, não teve assistência médica adequada e vai pedir que essa questão seja "investigada até às últimas consequências". "É …

Medidas endurecem: proibido circular entre concelhos das 23h de hoje às 5h de quarta-feira

A circulação entre concelhos no território continental é proibida entre as 23h00 desta sexta-feira e as 05h00 de quarta-feira nos concelhos de risco, existindo 10 exceções para a medida prevista no estado de emergência, decretado …

Dieta sem carne associada a risco acrescido de partir ossos

Um novo estudo revela que pessoas com dietas que não envolvem o consumo de carne, como vegetarianos e veganos, correm um maior risco de partir ossos, nomeadamente ancas. Este efeito pode derivar da falta de cálcio …