Centeno fica no Governo. Costa reafirma a sua “confiança pessoal e política”

Miguel A. Lopes / Lusa

O primeiro-ministro e o ministro das Finanças estiveram reunidos, em São Bento, esta quarta-feira, por causa da transferência de 850 milhões de euros destinados ao Novo Banco.

Depois da reunião em São Bento, a decisão: Mário Centeno não vai sair do Governo. Em comunicado, citado pela rádio Renascença, o primeiro-ministro garantiu que “reafirma publicamente a sua confiança pessoal e política no Ministro de Estado e das Finanças”.

Segundo a nota, na reunião “ficaram esclarecidas as questões relativas à falha de informação atempada ao primeiro-ministro sobre a concretização do empréstimo do Estado ao Fundo de Resolução”.

Este empréstimo, salienta o mesmo comunicado, “já estava previsto no Orçamento de Estado para 2020, que o Governo propôs e a Assembleia da República aprovou”.

O gabinete do primeiro-ministro confirma ainda que “as contas do Novo Banco relativas ao exercício de 2019, para além da supervisão do Banco Central Europeu, foram ainda auditadas previamente à concessão deste empréstimo” pela Ernst & Young, pela Comissão de Acompanhamento do mecanismo de capital contingente do Novo Banco e pelo Agente Verificador designado pelo Fundo de Resolução, Oliver Wyman.

“Este processo de apreciação das contas do exercício de 2019 não compromete a conclusão prevista para julho da auditoria em curso a cargo da Deloitte e relativa ao exercício de 2018, que foi determinada pelo Governo”, acrescenta o comunicado.

Na semana passada, durante o debate quinzenal, António Costa disse à coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, que não haveria transferências para o Fundo de Resolução, tendo em vista a recapitalização do Novo Banco, até que a auditoria àquela instituição bancária estivesse concluída.

No dia seguinte, no Porto, o primeiro-ministro afirmou aos jornalistas que o Ministério das Finanças não o informara de que essa transferência tinha sido efetuada na véspera, o que o levou a pedir desculpas à líder bloquista pela informação errada que lhe tinha transmitido.

Perante este caso, em entrevista à TSF, o ministro das Finanças assumiu que houve uma “falha de comunicação” entre o seu gabinete e o do primeiro-ministro. Esta quarta-feira, no Parlamento, Centeno afirmou que a transferência “não foi feita à revelia” de Costa.

Também hoje, no final de uma visita à Autoeuropa, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou que o primeiro-ministro “esteve muito bem” ao remeter nova transferência para o Novo Banco para depois de se conhecerem as conclusões da auditoria que abrange o período entre 2000 e 2018.

Esta tarde, o líder do PSD, Rui Rio, defendeu que o ministro das Finanças “não tem condições para continuar” no Governo, considerando que será uma má decisão se Costa decidir manter “um ministro que não lhe foi leal”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não está certo, manter a confiança em alguém que omite informações ou já estava combinado ou é um desrespeito para com o PM que não pode ser aceite!

  2. Este Centeno é um flop total. Só mesmo os parolos aqui do burgo é que pensam que o homem é alguém. E só pensa assim quem de economia e finanças públicas não percebe rigorosamente nada. No meio académico já o conhecemos há muito.

RESPONDER

"É como fogo". Dezenas de pessoas morreram na República Dominicana após ingestão de álcool ilegal

Depois de dezenas de pessoas morreram por intoxicação nas últimas semanas, as autoridades da República Dominicana acabaram por fechar várias lojas de bebidas alcoólicas. As lojas de bebidas clandestinas situavam-se sobretudo na capital, Santo Domingo, mas …

Eis AlphaDog, a resposta da China para o cão-robô norte-americano Spot

A empresa de tecnologia Weilan, sediada em Nanjing, na China, desenvolveu o AlphaDog, um cão-robô que usa sensores e inteligência artificial (IA) para realizar uma série de aplicações, incluindo entrega de encomendas e orientação para …

E se a vacina contra a covid-19 se chamasse Trumpcine? O "sir" sugeriu e Donald Trump gostou

No fim de semana passado, durante um encontro do Comité Nacional Republicano, o ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que alguém sugeriu que as vacinas disponíveis contra a covid-19 deveriam receber o seu nome. …

O custo da paz mundial é bastante inferior ao custo da guerra

Um recente relatório do Instituto de Economia e Paz (IEP) conclui que o custo dos países com a violência é bem superior ao custo com a paz mundial. O Instituto de Economia e Paz estima que, …

Malta vai pagar aos turistas que visitarem a ilha durante o verão

Numa altura em que pandemia não tem dado tréguas ao setor do turismo, Malta anunciou um conjunto de medidas com o objetivo de encorajar os viajantes a visitarem o país e a ficarem hospedados nos …

Pentágono confirma que filmagens de OVNI em forma de pirâmide são autênticas

Uma nova série de imagens e vídeos de OVNIs (Objetos Voadores Não Identificados) filmados pela Marinha dos Estados Unidos foi agora confirmada como autêntica pelo Pentágono. Enquanto muitas pessoas geralmente se referem a avistamentos misteriosos …

Irão vai aumentar produção de urânio enriquecido em resposta ao “terrorismo nuclear” de Israel

O Irão justificou esta quarta-feira a decisão de enriquecer urânio a 60% como resposta ao “terrorismo nuclear” e à “maldade” israelita, referindo-se ao alegado ataque contra a central de Natanz, no domingo. “A decisão de enriquecer …

Possibilidade de ser reinfetado baixa 84% para quem já teve covid-19

Um novo estudo indica que a infeção prévia por SARS-CoV-2 protege a maioria dos indivíduos contra a reinfecção durante uma média de sete meses As probabilidades de reinfeção não descem até zero, mas um novo estudo, …

Bolsonaro diz que confinamentos transformaram o Brasil num "barril de pólvora"

Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, alertou esta quarta-feira que o país se tornou "um barril de pólvora" devido às medidas restritivas adotadas por governadores e prefeitos para tentar conter a disseminação da covid-19. "O Brasil está …

Valentina poderia ter sobrevivido se socorrida, afirma médico legista

O médico responsável pela autópsia de Valentina, a criança de nove anos que morreu após graves agressões, admitiu hoje ao Tribunal de Leiria que a menina poderia ter sobrevivido, "com sequelas", se tivesse sido socorrida. A …