Caso Maddie: polícia procura mulher da Europa de Leste

Facundo Arrizabalaga / EPA

Kate e Gerry McCann, os pais de Maddie

As autoridades britânicas continuam a seguir pistas em busca por Madeleine McCann e, desta feita, procuram uma mulher de Leste que terá vivido em Portugal, aquando do desaparecimento da menina, em 2007.

A Scotland Yard, a polícia metropolitana de Londres, continua empenhada na Operação ‘Grange’ que investiga o desaparecimento de Madeleine McCann.

E depois de ter sido notícia que o Governo do Reino Unido cedeu mais 175 mil euros para a investigação, sabe-se agora que a “pista significativa” que está a ser seguida é a de uma mulher da Europa de Leste.

Esta alegada testemunha, vista como “chave” para o caso, viveria numa residência vizinha ao resort, aquando do desaparecimento da menina, no Algarve. A Scotland Yard acredita que a mulher terá informações fundamentais sobre as circunstâncias em que a menina desapareceu, segundo avançam os jornais The Sun e Daily Mail.

“Pode ter visto ou ouvido alguma coisa que pode ter parecido insignificante, na altura, mas que se poderá provar vital”, refere uma fonte da polícia britânica ao The Sun.

“Se ela se reconhecer a si própria, deve contactar a polícia. Não tem nada a temer. É só para a podermos eliminar das pessoas a questionar”, acrescenta a mesma fonte.

Esta mulher terá deixado Portugal depois da morte do marido, segundo os media britânicos.

Pais de Maddie queixam-se de “mensagens de ódio”

Entretanto, após mais uma tranche de dinheiro disponibilizada pelo Governo britânico para a investigação, os pais de Maddie lamentam que têm recebido uma nova vaga de “mensagens de ódio”, conforme noticia o The Sun.

Um amigo de Kate e Gerry McCann refere ao jornal que os dois estão “zangados e incomodados por as pessoas continuarem a escrever coisas falsas e maliciosas contra eles. De cada vez que uma história positiva surge, os “trolls” aparecem com ainda mais abuso. Isso tem acontecido nos últimos 10 anos”, refere esta pessoa não identificada.

Os pais de Maddie têm repetido que continuam com esperança de encontrar a filha viva. Maddie está desaparecida há 10 anos.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Para quando, um episódio desta novela inglesa em que o suspeito é um ET que levou a miúda para Marte?!
    É que, além da falta de originalidade, a Terra começa a ser pequena para tantos suspeitos!…

  2. Porque não colocam as investigações criminais de Miami Beach, já teriam resolvido este caso! Alguma resposta tem que ter sobre este caso, eu fico muito anciosa para saber o que realmente aconteceu com este menina tão linda.

  3. A Scotland Yard ou está fazendo um grande trabalho, ou vai perder toda a sua credibilidade e dignidade com o caso “Maddie”. Só estouram dinheiro e avanços… nada de nada. Devem interrogar a fundo o casal McCann, bem como todos os amigos, sem exceção, que estiveram em Portugal à data do desaparecimento da criança inglesa. Provávelmente, se tal acontecesse, os avanços nesta investigação seriam extraordinários.

  4. Soro da verdade nas veias dos pais e a verdade virá ao de cima !
    Algumas dúvidas ? EU não tenho desde que ouvi a primeira vez as desculpas dos pais incomodados pela
    falta da atenção aos filhos que preferiram o bar e simplesmente dopar os filhos para dormir.
    Ambos médicos deixam a pensar !

Responder a Eu! Cancelar resposta

NASA rebatiza Ultima Thule. Antigo nome foi associado ao nazismo

O nome do Ultima Thule deu polémica e a NASA decidiu mudá-lo. A controvérsia surgiu pelo nome dado inicialmente ao mundo gelado do Cinturão de Kuiper estar vinculado à ideologia nazi. O anúncio foi feito esta …

Vídeo mostra orcas a perseguirem tubarões-brancos na África do Sul

O tubarão-branco é visto como o maior predador dos oceanos. Mas um novo vídeo mostra que nem este animal está assim tão seguro, sendo na verdade uma presa para outras espécies. De acordo com o Science …

Descoberta a primeira vespa polinizadora da época dos dinossauros

Uma equipa de cientistas encontrou a primeira vespa polinizadora (prosphex anthophilos), que conviveu com dinossauros há cerca de 100 milhões de anos. O animal foi encontrado num fragmento de resina fossilizada em Mianmar, na Birmânia, segundo …

China está a vender drones assassinos ao Médio Oriente

A China está a vender drones capazes de matar automaticamente, sem necessidade de controlo humano. Os seus principais clientes serão a Arábia Saudita e o Paquistão. Segundo o site Defense One, uma empresa chamada Ziyan está …

Aumento da temperatura pode vir a matar 1,5 milhões de indianos por ano

Se as emissões globais de gases de efeito de estufa não forem interrompidas, cerca de 1,5 milhões de indianos podem vir a morrer anualmente até 2100 devido ao aumento das temperaturas. Os números contam de …

O vencedor do Tour de France, Egan Bernal, pode ter beneficiado de uma vantagem genética

O ponto de viragem da Tour de France deste verão ocorreu no alto de uma montanha nos Alpes franceses. Foi o resultado de anos de treinamento e, de acordo com um estudo divulgado na segunda-feira, …

Mina Chang utilizou uma capa falsa da Time no CV e conseguiu chegar ao Governo de Trump

Mina Chang, vice-secretária adjunta do Gabinete de Operações de Conflitos e Estabilização do Departamento de Estado dos Estados Unidos, mentiu no seu currículo para conseguir alcançar um lugar no Governo de Donald Trump. De acordo com …

Jovem norueguesa controla 450 perfis no Instagram para tentar evitar suicídios

Uma norueguesa de 22 controla 450 perfis privados no Instagram para tentar evitar suicídios, conta a emissora britânica BBC, revelando ainda que a jovem recebeu já o apelido de "salva-vidas" devido ao trabalho que leva …

Espanha vai tentar exumar 31 corpos que se encontram no Vale dos Caídos

As autoridades espanholas vão tentar exumar 31 dos milhares de corpos de pessoas enterradas no Vale dos Caídos, um grande mausoléu onde esteve enterrado o ditador Francisco Franco até ao mês passado. Segundo a agência Associated …

Holanda reduz velocidade máxima nas autoestradas em prol da qualidade do ar (e deixa o primeiro-ministro "muito infeliz")

O Governo holandês vai baixar os limites de velocidade nas autoestradas do país para travar as emissões de monóxido de nitrogénio, que contribui para a degradação da camada de ozono. O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, anunciou …