Campanha arranca hoje oficialmente mas “volta a Portugal” dos partidos já começou

Nuno Veiga / Lusa

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, durante uma visita às Festas do Povo em Campo Maior

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, durante uma visita às Festas do Povo em Campo Maior

A campanha eleitoral para as eleições legislativas de dia 4 de outubro arranca oficialmente este domingo e dura até dia 2, com 16 forças políticas a votos – muitas das quais já começaram a “volta a Portugal” há alguns dias.

Segundo dados do início de setembro, mais de 9,6 milhões de eleitores residentes em território nacional e no estrangeiro vão decidir a constituição da Assembleia da República para a próxima legislatura.

Concorrem este ano às legislativas 16 forças políticas, das quais três são coligações e as restantes 13 são partidos.

Nas coligações, contam-se a Coligação Democrática Unitária (CDU), que junta PCP e PEV, a coligação Portugal à Frente, com PSD e CDS-PP, e a coligação Agir, que alia o MAS ao PTP.

Os partidos políticos são: PS, BE, Livre/Tempo de Avançar, JPP, Nós, Cidadãos!, PPV/CDC, MPT, PDR, PCTP/MRPP, PNR, PURP, PPM e PAN.

Os maiores boletins de voto estarão nos círculos de Aveiro, Braga e Viana do Castelo, com 16 forças partidárias, enquanto Lisboa e Porto contam com 15 forças políticas cada um.

O círculo eleitoral de Lisboa é aquele onde são eleitos mais deputados, 47, seguindo-se o Porto, que elege 39. Em relação à distribuição de mandatos de 2011, o círculo eleitoral de Santarém vai eleger menos um deputado nas legislativas de outubro, ganhando Setúbal mais um lugar no Parlamento, de acordo com o mapa aprovado pela Comissão Nacional de Eleições (CNE).

Em relação a 20011, apenas o Partido Socialista e o Bloco de Esquerda contam com novos líderes. António Costa sucedeu a António José Seguro como secretário-geral do PS, enquanto Catarina Martins é coordenadora e porta-voz do BE, depois de Francisco Louçã ter sido candidato a primeiro-ministro em 2011.

Os restantes partidos com representação parlamentar continuam com a mesma liderança, com Jerónimo de Sousa à frente da CDU, Pedro Passos Coelho na presidência do PSD e Paulo Portas líder do CDS-PP.

O arranque oficial da campanha da coligação Portugal à Frente será na zona de Lisboa, com os líderes Pedro Passos Coelho e Paulo Portas a começarem o dia com uma visita ao centro histórico de Sintra, seguindo-se um almoço em Mafra, um encontro com agricultores no Cadaval e um jantar-comício em Torres Vedras.

Quanto ao PS, António Costa começa o dia de campanha com uma visita ao Hospital da Covilhã e um encontro com empresários da região, seguindo para o Fundão onde se encontrará com a população numa visita ao Festival dos Caminhos da Transumância. À tarde, o secretário-geral socialista participa num comício em Castelo Branco e à noite janta com apoiantes em Seia.

Também em Lisboa estará a CDU, onde Jerónimo de Sousa participa num desfile que culminará no Coliseu dos Recreios, seguido de um comício.

O BE vai iniciar a campanha eleitoral na Madeira, com um almoço/comício no Funchal, na Praça do Peixe.

Em 2011, o PSD venceu as eleições com 38,66% dos votos (108 deputados), o PS foi a segunda força mais votada, com 28,05% (74 deputados), seguindo-se o CDS-PP, com 11,71% (24 deputados), a CDU, com 7,90% (16 deputados) e o BE, com 5,17% (8 deputados).

A abstenção situou-se nos 41,1%, a mais elevada de sempre registada em legislativas.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • Se para todos os pensionistas o que há não chega, a solução não é ir ao orçamento de estado (todos contribuintes) tirar para pagar pensões milionárias! Sobretudo essas (solidariedade) é que foram mexidas. Quer dizer, em austeridade só as de determinado teto sofreram… Em estado de aldrabice pura?

A nova fábrica da Tesla não vai ser no Reino Unido por causa do Brexit

O presidente executivo da Tesla admitiu que as incertezas à volta do Brexit tiveram peso na decisão de abrir a primeira fábrica da empresa na Europa antes em Berlim. A Tesla anunciou, esta terça-feira, que vai …

Esta sexta-feira, a condenação ao comunismo e ao nazismo vai ser debatida no Parlamento

O debate sobre a resolução do Parlamento Europeu que condenou o comunismo e o nazismo chega esta sexta-feira à Assembleia da República, em Lisboa. De acordo com o Observador, de um lado, os partidos mais à …

Mexia não vai deixar que chineses interfiram no plano estratégico da EDP

O presidente da EDP, António Mexia, garantiu que não vai deixar que nenhum acionista impeça o desenvolvimento do plano estratégico da empresa, deixando o aviso à China Three Gorges. Em entrevista concedida ao Jornal Económico, António …

Impostos indiretos subiram com Governo de Costa e são já 55% da carga fiscal

Os impostos indiretos têm vindo a aumentar em Portugal. Dados da Direção-Geral do Orçamento mostram que o peso da tributação indireta no total da receita fiscal do subsector Estado, em 2018, ascendeu a 55,4%, o …

Espanha pode ficar isenta de cumprir caudais do rio Tejo por causa da falta de chuva

Os caudais do Tejo podem ficar ainda mais baixos dentro de semanas. Com a falta de chuva, Espanha deverá invocar a exceção prevista na Convenção de Albufeira para não libertar os valores mínimos de água …

Haaland tem cinco "namoradas" e meio mundo atrás dele (mas pode seguir o caminho da Red Bull)

Apesar do interesse de grandes clubes do futebol mundial, Haaland pode seguir o trilho da Red Bull e transferir-se para do Salzburg para o Leipzig. O norueguês é uma das maiores jovens promessas da atualidade. Erling …

PSD pondera propor fim dos debates quinzenais e torná-los mensais

O PSD está a ponderar apresentar uma proposta para acabar com os debates quinzenais com o primeiro-ministro e torná-los mensais. A proposta passa também pela substituição de um desses "duelos" atuais por um debate temático …

Segunda vítima mortal nos protestos de Hong Kong. Xi Jinping condena manifestações

O quarto dia consecutivo de protestos ficou marcado pela morte de um homem de 70 anos. Esta é a segunda vítima mortal desde o início das manifestações em Hong Kong. De acordo com a imprensa internacional, …

Governo prepara dois novos escalões de IRS para a classe média

O primeiro-ministro afirmou esta quinta-feira que o objetivo do Governo no próximo Orçamento é dar “um primeiro passo” para conferir uma maior progressividade no IRS e diminuir o peso deste imposto sobre os vencimentos da …

Dois procuradores do caso Tancos vão sair do DCIAP

Os procuradores Vítor Magalhães e João Valente, da equipa que investigou o caso Tancos, vão sair do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) no âmbito do movimento de magistrados do Ministério Público (MP), …