Campanha arranca hoje oficialmente mas “volta a Portugal” dos partidos já começou

Nuno Veiga / Lusa

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, durante uma visita às Festas do Povo em Campo Maior

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, durante uma visita às Festas do Povo em Campo Maior

A campanha eleitoral para as eleições legislativas de dia 4 de outubro arranca oficialmente este domingo e dura até dia 2, com 16 forças políticas a votos – muitas das quais já começaram a “volta a Portugal” há alguns dias.

Segundo dados do início de setembro, mais de 9,6 milhões de eleitores residentes em território nacional e no estrangeiro vão decidir a constituição da Assembleia da República para a próxima legislatura.

Concorrem este ano às legislativas 16 forças políticas, das quais três são coligações e as restantes 13 são partidos.

Nas coligações, contam-se a Coligação Democrática Unitária (CDU), que junta PCP e PEV, a coligação Portugal à Frente, com PSD e CDS-PP, e a coligação Agir, que alia o MAS ao PTP.

Os partidos políticos são: PS, BE, Livre/Tempo de Avançar, JPP, Nós, Cidadãos!, PPV/CDC, MPT, PDR, PCTP/MRPP, PNR, PURP, PPM e PAN.

Os maiores boletins de voto estarão nos círculos de Aveiro, Braga e Viana do Castelo, com 16 forças partidárias, enquanto Lisboa e Porto contam com 15 forças políticas cada um.

O círculo eleitoral de Lisboa é aquele onde são eleitos mais deputados, 47, seguindo-se o Porto, que elege 39. Em relação à distribuição de mandatos de 2011, o círculo eleitoral de Santarém vai eleger menos um deputado nas legislativas de outubro, ganhando Setúbal mais um lugar no Parlamento, de acordo com o mapa aprovado pela Comissão Nacional de Eleições (CNE).

Em relação a 20011, apenas o Partido Socialista e o Bloco de Esquerda contam com novos líderes. António Costa sucedeu a António José Seguro como secretário-geral do PS, enquanto Catarina Martins é coordenadora e porta-voz do BE, depois de Francisco Louçã ter sido candidato a primeiro-ministro em 2011.

Os restantes partidos com representação parlamentar continuam com a mesma liderança, com Jerónimo de Sousa à frente da CDU, Pedro Passos Coelho na presidência do PSD e Paulo Portas líder do CDS-PP.

O arranque oficial da campanha da coligação Portugal à Frente será na zona de Lisboa, com os líderes Pedro Passos Coelho e Paulo Portas a começarem o dia com uma visita ao centro histórico de Sintra, seguindo-se um almoço em Mafra, um encontro com agricultores no Cadaval e um jantar-comício em Torres Vedras.

Quanto ao PS, António Costa começa o dia de campanha com uma visita ao Hospital da Covilhã e um encontro com empresários da região, seguindo para o Fundão onde se encontrará com a população numa visita ao Festival dos Caminhos da Transumância. À tarde, o secretário-geral socialista participa num comício em Castelo Branco e à noite janta com apoiantes em Seia.

Também em Lisboa estará a CDU, onde Jerónimo de Sousa participa num desfile que culminará no Coliseu dos Recreios, seguido de um comício.

O BE vai iniciar a campanha eleitoral na Madeira, com um almoço/comício no Funchal, na Praça do Peixe.

Em 2011, o PSD venceu as eleições com 38,66% dos votos (108 deputados), o PS foi a segunda força mais votada, com 28,05% (74 deputados), seguindo-se o CDS-PP, com 11,71% (24 deputados), a CDU, com 7,90% (16 deputados) e o BE, com 5,17% (8 deputados).

A abstenção situou-se nos 41,1%, a mais elevada de sempre registada em legislativas.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • Se para todos os pensionistas o que há não chega, a solução não é ir ao orçamento de estado (todos contribuintes) tirar para pagar pensões milionárias! Sobretudo essas (solidariedade) é que foram mexidas. Quer dizer, em austeridade só as de determinado teto sofreram… Em estado de aldrabice pura?

RESPONDER

A Bugatti está a vender um carro elétrico "para crianças". Chama-se Baby II e custa 30 mil euros

A Bugatti e a Little Car Company, sediada em Londres, uniram-se para criar 500 Bugattis elétricos em miniatura para crianças. Agora, fruto dos desenvolvimentos mundiais, alguns veículos ficaram disponíveis para compra. O mais recente brinquedo da …

50 anos de monarquia e uma guerra de dias. A pandemia "matou" a micronação mais antiga da Austrália

O reinado de 50 anos de uma micronação na Austrália chegou ao fim devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, que fez com que o autodeclarado principado se rendesse ao país. Hutt River, um principado …

NASA vai rebatizar planetas e outros corpos celestes com nomes ofensivos

A agência espacial norte-americana (NASA) anunciou que vai rebatizar alguns planetas, galáxias e outros corpos celestes que possuem nomes "ofensivos". Em comunicado publicado esta quinta-feira, a NASA explica que vai abandonar os nomes "não-oficiais" a …

O maior parque de crocodilos da Índia está à beira da falência. Abriga mais de 2.000 animais

O maior parque de crocodilos da Índia, localizado perto da cidade de Chennai, no sul do país asiático, encontra-se à beira da falência depois de a pandemia de covid-19 ter obrigado a fechar o espaço …

Campanha científica acrescenta mais de 37 mil quilómetros quadrados ao mapa do mar português

A campanha científica que o navio hidro-oceanográfico D. Carlos I da Marinha Portuguesa realizou durante nove semanas nos Açores, para levantamentos hidrográficos, permitiu “acrescentar cerca de 37.500 quilómetros quadrados sondados ao mapeamento do mar português”. Numa …

Apesar dos alertas, houve quem plantasse as sementes misteriosas da China (e já começaram a crescer)

Durante as últimas semanas, pessoas em todo o mundo têm recebido, sem ter encomendado, nas suas caixas de correio sementes com origem na China. Apesar dos avisos em contrário, houve quem plantasse os misteriosos presentes. As …

Marcelo veta redução de debates sobre a Europa. Não foi uma "solução feliz"

O Presidente da República vetou esta segunda-feira a redução do número de debates em plenário para o acompanhamento do processo de construção europeia de seis para dois por ano, defendendo que não foi uma “solução …

Boris Johnson admite alargar quarentena a mais países

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira alargar o sistema de quarentena a pessoas que cheguem de países atualmente isentos para reduzir o risco de infeção com a doença covid-19 no Reino Unido. "No contexto …

Novo lay-off. Ajuda da Segurança Social para pagar subsídios de Natal pode chegar só em 2021

O apoio ao pagamento do subsídio de Natal previsto pelo Governo para apoiar as empresas no âmbito do novo regime de lay-off, que entrou em vigor em agosto, poderá só ser pago pela Segurança Social …

Trump abandona conferência de imprensa após ser confrontado por jornalista com mentira que disse 150 vezes

O Presidente norte-americano abandonou uma conferência de imprensa, este sábado, depois de ter sido confrontado por uma jornalista com uma mentira que já terá dito mais de 150 vezes sobre cuidados de saúde para os …