Banqueiros chamados ao Parlamento para saber como vai a ajuda aos portugueses

Mário Cruz / Lusa

Os presidentes do BPI, Millennium BCP, Santander Totta, Caixa Geral de Depósitos e Novo Banco vão ser ouvidos, esta terça e quarta-feira, no Parlamento, sobre medidas de apoio às famílias e empresas afetadas pela crise da covid-19.

Na semana passada, os deputados aprovaram, por unanimidade, o requerimento do CDS para audições aos cinco maiores bancos que operam em Portugal sobre os apoios dados às empresas e famílias e a sua rapidez, no âmbito da pandemia de covid-19.

Esta terça-feira, os deputados das comissões de Economia e Orçamento começam a ouvir os administradores do banco BPI, João Pedro Oliveira e Costa e Pedro Barreto, o presidente executivo do Millennium BCP, Miguel Maya, e do Santander Totta, Pedro Castro e Almeida.

Os bancos têm sido o canal de disponibilização das linhas de crédito garantidas pelo Estado de apoio às empresas e o Governo criou uma lei que concede moratórias (suspensão de pagamentos das prestações) no crédito à habitação e crédito de empresas.

Já na semana passada, os principais bancos que operam em Portugal acordaram também moratórias para crédito ao consumo e crédito à habitação.

Contudo, segundo o semanário Expresso, desde então que se multiplicam as queixas e as denúncias de abusos da banca. Por isso, a deputada do CDS, Cecília Meireles, diz ao jornal que o objetivo destas audições é avaliar a eficácia das moratórias, bem como os empréstimos com garantia estatal.

Também a deputada do Bloco de Esquerda, Mariana Mortágua, afirma ao semanário ter recebido “relatos de pessoas que estão há quase um mês à espera de verem aprovadas as suas moratórias do crédito à habitação”.

Já o deputado do PS, João Paulo Correia, diz estar preocupado com o facto de as pequenas e micro empresas estarem a ser discriminadas por parte dos bancos na concessão dos apoios. “Estão a dificultar o acesso aos apoios e a acrescentar exigências e critérios que não estão previstos”, afirma ao Expresso.

Do lado do PSD, o deputado Duarte Pacheco também chama a atenção para esta documentação excessiva, embora também queira saber se a generalidade das empresas está a ter acesso aos apoios.

Além disso, afirma, “queremos também saber se os bancos consideram suficiente a folga de capital que têm para financiar a economia numa fase de relançamento” e “se as moratórias e os financiamentos agora concedidos poderão vir a constituir no futuro créditos difíceis de cobrar, ou mesmo mal parado”.

Na semana passada, os deputados também aprovaram por unanimidade requerimentos do CDS-PP e do Chega para audição do governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, esperando-se que essa audição também possa acontecer ainda esta semana.

Desde o início da atual crise que os bancos foram “chamados” pelo poder político a dar o seu contributo no esforço da crise. O primeiro-ministro afirmou que os bancos têm uma “função de responsabilidade social muito grande que têm que assumir”, até porque têm consciência da sua responsabilidade na crise de 2008 e do que foram ajudados.

Já o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esperar ver a banca “retribuir aos portugueses” os apoios que teve e, há duas semanas, depois de uma reunião com os presidentes dos maiores bancos, disse ter visto “grande mobilização no sentido de ajudar a economia”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Nenhuma era apenas um número". NYT dedica toda a primeira página a mil vítimas da pandemia

Mil nomes de pessoas numa primeira página. O jornal norte-americano The New York Times dedicou a primeira página da edição deste domingo a mil vítimas mortais da pandemia de covid-19, para assinalar a iminente passagem …

A economia é a vítima colateral da estratégia singular da Suécia

A Suécia deixou nas mãos dos cidadãos a responsabilidade pela sua saúde e a abordagem relaxada do país em relação à pandemia de covid-19 trouxe resultados negativos. O Governo sueco não impôs um confinamento à população …

Polícia de Hong Kong detém 180 manifestantes. E elogia lei da segurança nacional

A polícia de Hong Kong elogiou a lei da segurança nacional chinesa, horas depois de ter detido pelo menos 180 manifestantes que protestaram, este domingo, contra a legislação anunciada por Pequim. O comissário da polícia, Tang Ping-keung, …

Pinto da Costa recandidata-se a "pensar nas dificuldades do presente"

Pinto da Costa admitiu, este domingo, no lançamento do site oficial da recandidatura à presidência do FC Porto, que vai a eleições "a pensar nas dificuldades tremendas do presente". No site oficial da sua candidatura, Pinto …

Abraços e apertos de mão. Bolsonaro junta-se a manifestação sem distanciamento social

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, participou, este domingo, em mais uma manifestação sem respeitar as regras de distanciamento social. A manifestação decorrer na Praça dos Três Poderes, em Brasília. De acordo com o jornal Público, …

"Relativamente rápido". Centeno acredita que países europeus vão recuperar da crise até ao fim de 2022

O ministro das Finanças português e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, acredita que a União Europeia vai conseguir ultrapassar a crise económica provocada pela pandemia de covid-19 de forma "relativamente rápida". Em entrevista ao jornal alemão …

Florentino congelado e Jota (e mais dois) na porta de saída. Mercado já mexe na Luz

Apesar da pandemia, que paralisou quase todas as competições europeias e que deverá atrasar a janela de transferência no futebol, o mercado já mexe na Luz. A imprensa desportiva dá conta nesta segunda-feira que Florentino …

Cova da Piedade abandona direção da Liga e convida Proença a demitir-se

O Cova da Piedade juntou-se ao Benfica na decisão de abandonar a direção da Liga de clubes e convidou Pedro Proença a demitir-se da presidência do organismo. Em comunicado, o Cova da Piedade justifica a decisão …

Milhares foram a banhos este domingo. Só nas praias da Caparica estiveram mais de 180 mil pessoas

As elevadas temperaturas que se fizeram sentir neste domingo levaram milhares de portugueses à praias. Só na Costa da Caparica, no concelho de Almada, mais de 180 mil pessoas foram a banhos. Entre as 9 e …

"Há outras prioridades". Ana Gomes está a refletir sem "pressa" sobre eventual candidatura a Belém

No espaço de comentário da SIC Notícias, a ex-eurodeputada Ana Gomes disse que ainda está a "refletir" sobre uma eventual candidatura à Presidência da República. Ana Gomes ainda não tomou uma decisão sobre uma possível candidatura …