Tancos. Ex-ministro Azeredo Lopes acusado de beneficiar e proteger criminosos

Olivier Hoslet / EPA

O ex-ministro da Defesa Nacional, José Azeredo Lopes

O Ministério Público (MP) acusa o antigo ministro da Defesa Azeredo Lopes de ter exercido o seu cargo “sabendo que estava a beneficiar e proteger criminosos” no âmbito do caso da investigação do roubo de armas em Tancos.

“O arguido Azeredo Lopes exerceu os poderes de facto decorrentes do exercício do seu cargo público de forma perversa, bem sabendo que estava a beneficiar e proteger criminosos, condutas que sabia ser de extrema gravidade, sendo proibidas e punidas pela lei penal”, apontam os procuradores no despacho de apresentação do MP, citado esta quarta-feira pelo Correio da Manhã.

O antigo governante teve pleno conhecimento” de que elementos da Polícia Judiciária Militar (PJM), como os então diretor Luís Vieira e porta-voz Vasco Brazão, “fizeram várias diligências junto de um indivíduo que estava na posse do material subtraído e com quem negociaram a entrega do mesmo, contra a promessa da sua impunidade”, pode ler-se.

Azeredo Lopes terá sido informado por Luís Vieira a 4 de agosto de 2017, segundo os procuradores do MP, do plano da PJM de negociar a entrega das armas.

Os procuradores sustentam que o ex-ministro tinha consciência de que estava em causa a prática de crimes e ilícitos disciplinares, mas não os denunciou às autoridades, com a intenção de permitir a recuperação das armas roubadas.

Já na semana passada, a revista Sábado tinha avançado que o MP suspeita que Azeredo Lopes não só teve conhecimento sobre o plano da PJM para recuperar as armas, como também deu o seu aval para o para recuperar o material de guerra roubado dos paióis militares de Tancos na madrugada de 28 de junho de 2017.

“(…) o arguido Luís Vieira colocou o arguido Azeredo Lopes ao corrente das informações que tinha e das suas pretensões e procurou obter a concordância do ministro da Defesa, o que, efetivamente, obteve“, referem os procuradores Vítor Magalhães, Cláudia Porto e João Valente, que assinam o despacho, citados pela revista.

Em reação à notícia avançada pela Sábado na passada sexta-feira, Azeredo Lopes lamentou, em primeiro lugar, e citado em comunicado enviado às redações, “a flagrante violação do segredo de justiça que tal notícia consubstancia, e a que todos os agentes processuais estão obrigados por Lei”.

Depois, reforçou “as declarações feitas na comissão parlamentar de inquérito de maio de 2019” e reitera que confia na Justiça: “Confio na Justiça, com ela colaborarei, como é meu dever, e estou convicto, porque nada fiz de ilegal ou incorreto, que serei completamente ilibado de quaisquer responsabilidades neste processo”, apontou.

ZAP //

 

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. É raro encontrar uma pessoa que, estando a exercer um cargo de poder, não abuse desse mesmo poder, este pode ser mais um.
    Vejo que o MP se empenha mais em descobrir e penalizar casos de crimes como este, em especial os que englobam gente da “pesada” e que fomentam o protagonismo, mostra trabalho, já os casos dos cidadãos comuns que não têm onde caír mortos vão directos para arquivamento.
    Pena é que depois os tribunais pouco ou nada façam para apurar a verdade e castigar quem de direito.

  2. Mais do mesmo,… já metade do pais sabia que ele era cúmplice e ainda as armas não tinham aparecido.
    Estes corruptos mentem tão mal que eu fico parvo como é que ainda chamam justiça a este sistema corrupto.

  3. Mas alguém minimamente são duvidava disto? No eterno jogo do passa culpa que é a hierarquia do Estado alguém duvidava que os intermédios se iam arriscar a resolver o problema e ficarem queimados sem que o topo da hierarquia tivesse pleno conhecimento e autorizasse a trapaça.

    Neste caso, bem esteve o Doutor Marcelo que sempre exigiu que se fosse até ao fim. Sinal de que também ele sabia de alguma coisa…

  4. Ainda está solto?!
    Deveria apresentar-se o mais depressa possível, juntamente com o Primeiro-Ministro, numa esquadra da polícia para serem detidos.

  5. Este ex-ministro foi mais um dos que representam os cómico-trágicos deste (des)governo. E o povo, todo contente, está a dizer em sondagens: queremos esta jóia de governantes no próximo mandato. Anda doença mental em Portugal.

RESPONDER

Um terço das empresas ainda não revelou o seu dono

As cerca de 600 mil empresas e outras entidades sujeitas a registo comercial que operam em Portugal eram obrigadas pelo Instituto dos Registos e do Notariado a fazer o Registo Central do Beneficiário Efectivo (RCBE) …

Benfica e Porto estarão interessados na contratação de Pepê

FC Porto e SL Benfica, juntamente com outros emblemas, estarão interessados na contratação do jovem brasileiro do Grêmio, Pepê. O clube pede entre 15 e 20 milhões de euros. Aos 22 anos de idade, Pepê tem …

Diamante de 183 quilates está à venda em leilão angolano

A Sodiam, empresa pública de comercialização de diamantes angolana, lançou na quarta-feira o segundo leilão para venda de diamantes brutos, que inclui uma pedra de 183 quilates, e no qual estão já registadas mais de …

Bruxelas aprova compra de Seguradoras Unidas e AdvanceCare pela Generali

A Comissão Europeia aprovou, esta quinta-feira, a compra das portuguesas Seguradoras Unidas e AdvanceCare ao grupo norte-americano Apollo pelo grupo italiano Generali, um negócio no valor estimado de 600 milhões de euros. O Executivo comunitário adiantou, …

"Rebeldes" que saíram do Partido Conservador concorrem como independentes ou pela oposição

Vários deputados dissidentes ou expulsos do Partido Conservador estão a candidatar-se como independentes ou por partidos da oposição nas legislativas de 12 de dezembro por se oporem ao Brexit negociado pelo primeiro-ministro. O antigo procurador-geral Dominic …

CGD já está a cobrar comissões nos depósitos de instituições financeiras

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) já começou a cobrar comissões nos depósitos das instituições financeiras, de modo a tentar contornar a política monetária do Banco central Europeu. A intenção de cobrar comissões nos depósitos de …

Câmara de Oliveira de Azeméis pagou contas de concelhia do PSD, acusa Ministério Público

O Ministério Público (MP) deduziu esta quarta-feira acusação contra 68 arguidos no âmbito da operação “Ajuste Secreto”. Entre os acusados está o antigo autarca da Câmara de Oliveira de Azeméis Hermínio Loureiro, que é a …

PAN defende atribuição de cartão de cidadão a sem-abrigo

A iniciativa recomenda ao executivo socialista, liderado por António Costa, que seja atribuído "um cartão de identificação a todos aqueles que não têm uma casa ou um teto". O PAN apresentou na Assembleia da República um …

Governo quer criar regras especiais para alunos do profissional acederem ao Ensino Superior

O Governo quer criar um modelo de acesso específico para alunos do ensino profissional que queiram prosseguir estudos superiores, uma proposta que chegou a estar desenhada na anterior legislatura, mas que ainda não avançou. Segundo noticiou …

Menos de metade dos médicos do SNS trabalha em regime de exclusividade

Menos de metade (42,9%) dos médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) trabalha em regime de exclusividade, avança o Jornal de Notícias, citando números da Administração Central dos Serviços de Saúde.  Segundo dados apresentados esta quinta-feira …