Avião russo partiu-se no ar devido a “fatores externos”

STR EGYPT OUT / EPA

Destroços do avião da MetroJet que caiu no Egipto com 214 pessoas a bordo

Destroços do avião da MetroJet que caiu no Egipto com 214 pessoas a bordo

O acidente com um avião de passageiros russo no Egito deveu-se a fatores externos, afirmou esta segunda-feira a companhia aérea Kogalymavia, assegurando que foi afastada a possibilidade de problemas técnicos terem provocado a quebra do aparelho em voo.

“Não há falhas técnicas que possam fazer com que o avião se parta no ar”, disse Alexander Smirnov, um responsável da companhia Kogalymavia, também conhecida por MetroJet, numa conferência de imprensa em Moscovo. “A única explicação é algum tipo de ação exterior”, acrescentou.

Smirnov disse que os pilotos do Airbus A321 perderam “completamente o controlo” do aparelho e não tentaram fazer qualquer contacto rádio com os controladores aéreos antes de o avião se despenhar.

“A tripulação perdeu completamente o controlo e por essa razão não houve tentativa de contacto”, disse, acrescentando que o avião estava em “excelentes condições técnicas”.

Durante o dia de ontem, o MAK, Comité Interestatal da Aviação da Rússia, já tinha confirmado que o avião se tinha partido em pedaços no ar, embora adiantasse que era ainda muito cedo para determinar a causa do acidente.

“A desintegração da fuselagem teve lugar no ar e os destroços estão espalhados em torno de uma grande área, de cerca de 20 quilómetros quadrados”, acrescentou.

Até esse momento, já tinham sido recuperados no local da tragédia 175 corpos, de acordo com o jornal egípcio Al Ahram, que citava uma fonte da equipa das operações de resgate.

Esta versão contraria assim a das autoridades russas que asseguravam que a causa do acidente estava relacionada com “falhas técnicas” e não com um possível atentado terrorista.

Na altura, o ministro dos Transportes russo, Maxim Sokolov, defendeu que essa teoria não podia ser considerada verdadeira.

“Neste momento não há informações que confirmem essas fantasias”,  assegurou o ministro.

Também a mulher do copiloto corroborou essa teoria ao revelar que, antes do acidente, o marido tinha criticado as condições técnicas do avião.

“Antes do voo, ele queixou-se que a condição técnica do avião deixava muito a desejar”, revelou Natalya Trukhacheva à televisão estatal russa NTV.

Estas versões surgiram depois de vários sites de informação terem anunciado que uma fação egípcia do Estado Islâmico reivindicou o abate do avião como forma de “represália” à intervenção russa na Síria.

Vários especialistas militares questionados pela AFP disseram que os insurgentes do grupo terrorista, que têm seu bastião no norte da Península do Sinai, não dispõem de mísseis capazes de atingir um avião a 30 mil pés.

Não excluíram, no entanto, a possibilidade de uma bomba a bordo do avião, ou que o mesmo tenha sido atingido por um foguete ou míssil quando descia na sequência das alegadas falhas técnicas na aeronave.

O aparelho, que fazia a ligação entre a estância turística egípcia de Sharm el-Sheikh e a cidade russa de São Petersburgo, despenhou-se no sábado na Península do Sinai, matando todas as 224 pessoas a bordo.

 ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal, grupo de trabalho para a vacinação no Parlamento não vai existir

Afinal, ao contrário do que foi avançado esta terça-feira, o grupo de trabalho que devia coordenar o processo de vacinação dos deputados não vai existir. A Assembleia da República esclareceu esta tarde, em comunicado, que não …

Polícia espanhola apreende 387 quilos de cocaína em navio chegado do Brasil

A polícia espanhola apreendeu 387 quilos de cocaína no porto de Santa Cruz de Tenerife, nas ilhas Canárias, numa inspeção feita a um camião que viajava num navio chegado do Brasil. O Ministério do Interior (Administração …

SEF detém suspeito de auxiliar pessoas a emigrar ilegalmente para a Irlanda

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, na segunda-feira, um cidadão europeu por suspeitas da prática do crime de auxílio à imigração ilegal. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, em Lisboa, um cidadão …

Afinal, primeira morte por covid-19 na Europa foi na Sérvia

Um trabalhador da construção civil morreu de covid-19 em fevereiro de 2020 em Belgrado, 10 dias antes de outra pessoa ter morrido em França, podendo ter sido afinal a primeira morte pela doença no continente, …

Vacina da Johnson & Johnson considerada eficaz pelos Estados Unidos

O regulador norte-americano, a Food and Drug Administration, aprovou a vacina produzida pela Johnson & Johnson para utilização de emergência em todo o país. A vacina de dose única da Johnson & Johnson contra a covid-19 …

Banco de Portugal alerta sobre investimento em Bitcoin e outras criptomoedas

O Banco de Portugal (BdP) lançou esta quarta-feira um novo aviso aos consumidores sobre os riscos relativos ao investimento em bitcoin e outras criptomoedas, devido à "recente volatilidade observada nos preços de determinados ativos virtuais". "Não …

Sismo de magnitude 5,7 perto da capital da Islândia

O epicentro do terramoto, registado às 10:05 (mesma hora em Lisboa), situa-se perto do Monte Keilir, na Islândia. Um sismo de magnitude 5,6 abalou esta manhã o sudoeste da Islândia, incluindo a capital, Reiquejavique, sem vítimas …

Portugal terá de pedir mais fundos a Bruxelas, diz Durão Barroso

O antigo primeiro-ministro e antigo presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, acredita que Portugal terá de pedir mais fundos a Bruxelas, considerando que a crise será mais grave que o que está atualmente previsto. Em entrevista …

Maioria dos portugueses quer manter escolas fechadas (e quase metade defende encerramento até à Páscoa)

Uma sondagem da Aximage para o Jornal de Notícias, Diário de Notícias e TSF revela que a maior parte dos portugueses defende o prolongamento do encerramento das escolas. A eventualidade de voltar a reabrir as escolas …

Costa anuncia apoio a recandidatura de Guterres à ONU. EUA querem voltar à instituição

O primeiro-ministro António Costa formalizou, esta quarta-feira, o apoio de Portugal à recandidatura de António Guterres a secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que ocupa o cargo desde 2016. "António Guterres serviu de forma exemplar …