Parlamento aprova renovação do estado de emergência até 7 de janeiro

PSD / Flickr

A Assembleia da República aprovou, esta quinta-feira, o decreto presidencial que renova o estado de emergência de 24 de dezembro até 7 de janeiro.

Depois da intervenção dos partidos e dos deputados únicos com assento parlamentar, esta tarde, na Assembleia da República, a renovação do estado de emergência foi aprovada com os votos a favor do PS, do PSD e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues, a abstenção do CDS, do BE e do PAN e os votos contra do PCP, do PEV, do Chega, da Iniciativa Liberal e da deputada Joacine Katar Moreira.

Antes da votação, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, falou aos deputados, tendo substituído o primeiro-ministro, António Costa, que se encontra em isolamento preventivo depois de ter estado com o Presidente francês, Emmanuel Macron, que entretanto deu positivo à covid-19.



O governante afirmou que “não podemos, nesta quinzena, deitar tudo a perder, sobretudo quando um horizonte de esperança começa a entrar no nosso caminho”. Cabrita pede, por isso, responsabilidade aos portugueses: “(…) mobilizemos o melhor dos nossos esforços para que os resultados animadores ao longo do último mês não sejam postos em causa e se consolidem”, quer durante o Natal como na passagem de ano.

O ministro, que se encontra debaixo de fogo devido à morte do cidadão ucraniano no Aeroporto de Lisboa, aproveitou ainda para garantir que durante o estado de emergência o “Estado de direito funciona no respeito pelas liberdades democráticas” e “irá punir os criminosos que mataram Ihor ou os que foram responsáveis pela morte de um polícia no fim-de-semana passado a combater a violência doméstica”.

Esta quarta-feira à noite, o Presidente da República propôs ao Parlamento a renovação do estado de emergência, depois de ouvido o Governo, que se pronunciou em sentido favorável. Esta era uma decisão que Marcelo Rebelo de Sousa já tinha apontado como provável no início deste mês.

Este é o sétimo diploma do estado de emergência do chefe de Estado no atual contexto de pandemia, que irá vigorar entre 24 de dezembro e 7 de janeiro de 2021. O diploma mantém as medidas do decreto aprovado há duas semanas, porém, destaca-se um novo ponto: o crime de desobediência.

No Natal, será possível circular entre concelhos entre os dias 23 e 26 de dezembro. Na noite de dia 23, é proibido circular, a não ser que se esteja em trânsito para o destino final. A exceção visa permitir que as pessoas circulem “tranquilamente” e não ultrapassem o limite de velocidade. Nas noites de 24 e de 25, o recolher obrigatório será às 02h00. Já no dia 26, o limite à circulação será partir das 23h00.

Já no Ano Novo, não há circulação entre concelhos. Na noite de passagem de ano só se pode circular na via pública até às 02h00. Para além disto, não serão permitidas festas públicas nem ajuntamentos na via publica com mais de seis pessoas.

Estas medidas serão retificadas amanhã, dia 18 de dezembro, tendo em conta a evolução da pandemia.

Filipa Mesquita, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Encontrado cemitério perto do campo de concentração de Auschwitz

Um residente local descobriu cerca de 12 crânios humanos e vários ossos na margem do rio que atravessa a cidade vizinha de Oswiecim, perto de Auschwitz. As autoridades estão a investigar se os restos mortais …

Taiwan vai ter uma enfermaria hospitalar feita de lixo reciclado

O Hospital da Universidade Católica Fu Jen, em Taipei, capital de Taiwan, vai ter a primeira enfermaria hospitalar do mundo construída com materiais reciclados. Quando a pandemia da covid-19 apareceu, o arquiteto e engenheiro taiwanês Arthur Huang …

Turquia 0-3 Itália | Euro arranca com vitória italiana

A Itália, campeã europeia em 1968, venceu hoje a Turquia por 3-0, no encontro inaugural do Euro2020 de futebol, disputado no Estádio Olímpico de Roma, a contar para a primeira jornada do Grupo A. A 16.ª …

"Exército" de cabras ajuda a prevenir incêndios florestais na Califórnia

A Califórnia soltou um "exército" de cabras para mastigar arbustos e ervas demasiado grandes em todo o estado na esperança de reduzir o risco de incêndios florestais neste verão. Este tipo de vegetação inflamável contribui para …

Kim Jong-un perdeu peso (e isso pode ter consequências geopolíticas)

O líder norte-coreano parece ter perdido algum peso, o que já levou alguns analistas políticos a avançar com algumas teorias e possíveis consequências geopolíticas. Depois de não ser visto em público durante quase um mês, o …

Portugal Campeão Europeu em 2016

Campeões em 2016, ausentes do Euro 2020: onde estão esses 12 portugueses?

Mais de metade dos jogadores convocados por Fernando Santos para o histórico Europeu 2016 não vai estar nesta edição do torneio. Rui Patrício, Pepe, Raphaël Guerreiro, José Fonte, Cristiano Ronaldo, João Moutinho, Anthony Lopes, Danilo Pereira, …

Marrocos avisa a Europa que Ceuta “é uma cidade marroquina ocupada”

A Câmara dos Representantes de Marrocos condenou a moção aprovada pelo Parlamento Europeu (PE) a rejeitar a estratégia do Governo de Rabat na recente crise migratória em Ceuta e reforçou o estatuto do enclave espanhol …

Hong Kong vai censurar filmes em busca de “ameaças à segurança nacional”

As autoridades de Hong Kong vão começar a censurar todos os filmes nacionais e estrangeiros em busca de casos que possam ser interpretados como “violações da segurança nacional”, no mais recente exemplo do reforço do …

Reino Unido confirma que variante Delta é 60% mais transmissível

O Reino Unido registou 17 mortes e 8.125 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com os dados oficiais mais recentes, que hoje também confirmaram que a variante Delta é 60% mais transmissível. Um …

Médicos de Saúde Pública pedem "cautela" e alertam que a "pandemia ainda não acabou"

A Associação de Médicos de Saúde Pública apelou hoje à população para ter “algumas cautelas” em celebrações familiares e noutros contextos, lembrando que a vacina contra a covid-19 não é “100% eficaz” e que a …