António Costa “manifestamente” não se demite

SedeNacionalPartidoSocialista / Facebook

O secretário-geral do PS, António Costa

O secretário-geral do PS, António Costa

O secretário-geral do PS assumiu hoje a responsabilidade “pessoal” e “política” da derrota nas eleições, mas não apresentou a sua demissão do cargo e defendeu que compete à coligação PSD/CDS encontrar soluções de governabilidade.

“Manifestamente, não me vou demitir”, declarou o líder socialista, recebendo uma prolonga ovação.

“O PS não alcançou os objectivos eleitorais a que se propôs e eu assumo por inteiro a responsabilidade política e pessoal pelo resultado do Partido Socialista”, afirmou António Costa.

Compete à coligação PSD/CDS-PP formar Governo”, defendeu o secretário-geral do PS.

Costa salientou que ninguém conte com os socialistas para serem “maioria do contra”, gerando ingovernabilidade, mas exigiu virar a página da austeridade.

“Os resultados eleitorais, os que são conhecidos, demonstram que o PS teve menos votos e não é o partido parlamentar com mais mandatos”, acrescentou o antigo presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

Cabe assim à força vencedora, a Coligação PSD/CDS, “o ónus de criar condições para governar”, defendeu o secretário-geral do PS.

“Mas a coligação tem de perceber que há um novo quadro e que não pode continuar a governar como se nada tivesse acontecido”, acrescentou Costa.

Nós não inviabilizamos governo, sem termos um governo para viabilizar”, disse.

“Mas que ninguém que conte connosco para sermos só uma maioria do contra”, afirmou António Costa.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Claro que não me demito, isto é tão bom e também quero ir para o governo, pois a gamela é grande.

    PS: Eu não perdi as eleições, eles é que perderam a maioria..

    E são este sque querem ser sérios….

  2. Pois como é que é possível acreditar pelo menos em certos políticos! Ele entendeu que Seguro não tinha condições com uma vitória pequenina mas agora já entende ter ele condições com uma grande derrota, tudo correu mal no PS logo a começar por não assumirem as responsabilidades maiores pela vinda da troika e suas consequências, depois serviu-se de toda aquela máquina ferrugenta responsável pela situação a acompanhá-lo na sua campanha e agora por ultimo parece já transparecer não haver sangue novo no PS capaz de inverter a situação e limitarem-se a aceitar o derrotado, por este caminhar o PS vai-se dissolvendo aos poucos e caindo nas mãos da extrema-esquerda com artistas mais hábeis em promessas fantasiosas.

Inflação congela pensões superiores a 658 euros. Só pensões mais baixas vão receber aumento de 10 euros

No próximo ano, as pensões mais baixas deverão receber um aumento extraordinário de 10 euros. As demais pensões ficarão congeladas em 2021. De acordo com o ECO, quando a média do crescimento real do PIB, nos …

Espanha. Governo de Aznar suspeito de adjudicações irregulares de 600 milhões de euros

As autoridades espanholas estão a investigar alegadas irregularidades em 23 adjudicações de obras públicas de cinco ministérios do último mandato de José María Aznar, ex-primeiro-ministro de Espanha, de 600 milhões de euros. Segundo noticiou esta segunda-feira …

Anthony Fauci prevê "explosão" de casos nos EUA após Dia de Ação de Graças

O epidemiologista norte-americano Anthony Fauci alertou este domingo para um forte aumento do número de contaminações por covid-19, após o feriado de Ação de Graças, marcado pelo movimento de milhões de pessoas em todo o …

Irão diz que cientista nuclear foi assassinado remotamente por Israel

O Irão despediu-se hoje, com um funeral digno dos maiores "mártires" do país, do cientista Mohsen Fakhrizadeh, que segundo um responsável iraniano foi assassinado remotamente por Israel com recurso a "aparelhos eletrónicos". Mohsen Fakhrizadeh, que segundo …

Trump insiste em rejeitar vitória de Biden. Bolsonaro diz que tem "informações" sobre "fraude"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, disse este domingo que não desiste da rejeição da vitória do Presidente eleito Joe Biden, um democrata, insistindo nas acusações de suposta “fraude” eleitoral, apesar de os tribunais terem desvalorizado …

Lei da eutanásia pode ficar pronta em dezembro e seguir para Marcelo antes das presidenciais

A lei da eutanásia deverá estar concluída, na especialidade, em dezembro, podendo ser aprovada este ano e enviada para decisão do Presidente antes das eleições presidenciais de janeiro, disseram à Lusa fontes parlamentares. À Lusa, a …

90% dos docentes têm medo de serem infetados. Diretores das escolas ponderam abandonar o cargo

Nove em cada dez professores estão preocupados ou têm medo de estar nas escolas por considerarem que estão a ser ignoradas regras que garantem higienização e distanciamento correto em tempo de pandemia, revela um inquérito …

Rui Pinto fala em "tortura psicológica na prisão" (e critica António Costa)

O alegado pirata informático Rui Pinto criticou este domingo o primeiro-ministro António Costa no Twitter, acusando-o de desvalorizar “as questões de Estado de direito” . Numa mensagem publicada no Twitter, Rui Pinto acusou António Costa de …

Polónia avisa que mecanismo de condicionalidade pode ser usado contra Portugal

O Governo polaco avisou esta segunda-feira que o mecanismo de condicionalidade do pacote financeiro europeu, que vincula a distribuição de fundos ao Estado de Direito, poderia também ser usado no futuro contra Portugal, Espanha ou …

Apesar do apelo das autoridades, centenas de pessoas saíram à rua para fazer a festa em Guimarães

Foram muitos os nicolinos que se juntaram, na manhã deste domingo, no Centro Histórico de Guimarães. O típico cortejo do Pinheiro deveria ter-se realizado ontem à noite mas devido às restrições aplicadas no âmbito do …