André Ventura arguido por assédio étnico queixa-se de “perseguição a quem pensa diferente”

PSD Loures / Facebook

André Ventura, candidato PSD à Câmara de Loures (ao centro).

André Ventura, vereador da Câmara Municipal de Loures e comentador desportivo, foi constituído arguido por “assédio étnico” e “práticas discriminatórias”, no seguimento de declarações que fez sobre a comunidade cigana. Ele fala em “perseguição a quem pensa diferente”.

O cabeça-de-lista do PSD à Câmara de Loures, nas últimas eleições legislativas, foi constituído arguido após denúncia da Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial devido a uma publicação que fez no seu perfil do Facebook, no passado dia 15 de Novembro de 2017.

“Ainda esta semana uma família de etnia cigana espancou uma enfermeira e um segurança do hospital de Beja. A RTP ficou em silêncio. Quando se deram as agressões de Coimbra, os principais órgãos de informação públicos recusaram-se a referir a etnia dos agressores. Está a tornar-se uma obsessão”, notou André Ventura, cita o jornal i.

Em declarações a este diário, o vereador refere-se “espantado com o enquadramento jurídico, porque fala de discriminação racial e de assédio étnico”.

“Acho que é um ataque violentíssimo à liberdade de expressão“, destaca, falando em “perseguição a quem pensa diferente” e notando que vai argumentar com a “inconstitucionalidade” do processo.

Quanto à publicação do Facebook, André Ventura repara que só pretendeu “falar sobre o assunto para percebermos os problemas específicos que esta comunidade tem”, mas “aparentemente isto também é racismo e não se pode dizer”, lamenta.

O vereador do PSD já tinha sido acusado de racismo em Setembro de 2017, após queixa do Bloco de Esquerda, também depois de declarações que fez sobre a comunidade cigana de Loures. Esse inquérito acabou por ser arquivado.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Se calhar, ele pensa e diz o que muita gente também pensa mas não tem a coragem de dizer. Infelizmente, há uma fobia tão grande em respeitar minorias (o que, em si, até nem é mau), mas, para isso, muitas vezes, desrespeitam-se as maiorias.
    Quem reclama igualdade de direitos, deve aceitar igualdade de deveres e obrigações; ora, o que se verifica quanto à etnia em causa não é bem isso.
    Se todas as pessoas / etnias usassem os “métodos” que pessoas dessa etnia usam em tantas situações e em tantos locais, seria o caos…
    São agressões a médicos, a enfermeiros, a professores, a funcionários de serviços públicos e outros… e até a agentes da autoridade e a seguranças…
    Onde é que vamos parar?
    Embora as generalizações sejam incorrectas, pois também há indivíduos dessa etnia que actuam com urbanidade, em muitos casos o André Ventura tem total razão naquilo que tem vindo a afirmar.

  2. Este gajo é um palerma, mas tem toda a razão no que diz/escreve em relação à ciganada (e a outras “minorias” de parasitas/bandidos)!
    Esta queixa não faz qualquer sentido!!
    Era só o que faltava: não se puder dar opiniões sobre determinado assunto – ainda por cima, apresentando factos!
    Esta “Comissão” não deve ter nada de útil para fazer…

  3. André Ventura tem toda a razão!

    Loures é o concelho com mais rendas de bairros sociais por pagar. A taxa de incumprimento ronda os 40,5%, com uma dívida a rondar os 10.6 milhões de euros. Isto com rendas mensais a rondar os meros 40 euros!!

    O clima de impunidade no concelho de Loures é total.

    Essa Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial é um comité ideológico pago com o dinheiro dos nossos impostos. Outros tal como a CIG. É urgente uma vassourada nestas comissões.

  4. Chega de politicamente corretos. Anda toda a gente com medo de dizer o que quer que seja porque vem logo um iluminado qualquer de uma suposta organização avançar com um processo ! Ciganos são ciganos, brancos são brancos, pretos são pretos e gente parva, essa há de todas as cores. Se é conhecido e sabido que os ciganos são trafulhas e arruaceiros então isso tem de ser dito. Se também os há ordeiros e integrados ? Há sim e a esses também dou o devido crédito.

  5. A geringonça universal .Politica ,Jurídica a pide disto tudo.No passado era Peniche,Cachias etc .Agora já não há um lugar é todo lado.

  6. Acontece exactamente o mesmo quando sao ataques islamicos. Ainda se lembram do homem que disparou no Canadá uma pistola? Tambem ninguem ouviu nos canais portugueses a religiao do mesmo.
    Vivemos em tempos de inicio de censura legalizada basta ver como os artigos da ZAP sao facistas, apenas mostram a facção de extrema esquerda anti-trump, omitindo qualquer noticia positiva pro-direita. Alguém já encontrou a noticia ZAP a mostrar o aumento do PIB nos EUA em 4.1%?

Responder a Eu! Cancelar resposta

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …

Inteligência artificial decifra manuscrito que pode mudar história da Austrália

A Terra Australis Incognita, hoje conhecida como Austrália, foi descrita por um jesuíta espanhol quase cem anos antes da descoberta em 1770 pelo marinheiro britânico James Cook, segundo um manuscrito decifrado através de inteligência artificial. A …