André Ventura arguido por assédio étnico queixa-se de “perseguição a quem pensa diferente”

PSD Loures / Facebook

André Ventura, candidato PSD à Câmara de Loures (ao centro).

André Ventura, vereador da Câmara Municipal de Loures e comentador desportivo, foi constituído arguido por “assédio étnico” e “práticas discriminatórias”, no seguimento de declarações que fez sobre a comunidade cigana. Ele fala em “perseguição a quem pensa diferente”.

O cabeça-de-lista do PSD à Câmara de Loures, nas últimas eleições legislativas, foi constituído arguido após denúncia da Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial devido a uma publicação que fez no seu perfil do Facebook, no passado dia 15 de Novembro de 2017.

“Ainda esta semana uma família de etnia cigana espancou uma enfermeira e um segurança do hospital de Beja. A RTP ficou em silêncio. Quando se deram as agressões de Coimbra, os principais órgãos de informação públicos recusaram-se a referir a etnia dos agressores. Está a tornar-se uma obsessão”, notou André Ventura, cita o jornal i.

Em declarações a este diário, o vereador refere-se “espantado com o enquadramento jurídico, porque fala de discriminação racial e de assédio étnico”.

“Acho que é um ataque violentíssimo à liberdade de expressão“, destaca, falando em “perseguição a quem pensa diferente” e notando que vai argumentar com a “inconstitucionalidade” do processo.

Quanto à publicação do Facebook, André Ventura repara que só pretendeu “falar sobre o assunto para percebermos os problemas específicos que esta comunidade tem”, mas “aparentemente isto também é racismo e não se pode dizer”, lamenta.

O vereador do PSD já tinha sido acusado de racismo em Setembro de 2017, após queixa do Bloco de Esquerda, também depois de declarações que fez sobre a comunidade cigana de Loures. Esse inquérito acabou por ser arquivado.

ZAP //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Se calhar, ele pensa e diz o que muita gente também pensa mas não tem a coragem de dizer. Infelizmente, há uma fobia tão grande em respeitar minorias (o que, em si, até nem é mau), mas, para isso, muitas vezes, desrespeitam-se as maiorias.
    Quem reclama igualdade de direitos, deve aceitar igualdade de deveres e obrigações; ora, o que se verifica quanto à etnia em causa não é bem isso.
    Se todas as pessoas / etnias usassem os “métodos” que pessoas dessa etnia usam em tantas situações e em tantos locais, seria o caos…
    São agressões a médicos, a enfermeiros, a professores, a funcionários de serviços públicos e outros… e até a agentes da autoridade e a seguranças…
    Onde é que vamos parar?
    Embora as generalizações sejam incorrectas, pois também há indivíduos dessa etnia que actuam com urbanidade, em muitos casos o André Ventura tem total razão naquilo que tem vindo a afirmar.

  2. Este gajo é um palerma, mas tem toda a razão no que diz/escreve em relação à ciganada (e a outras “minorias” de parasitas/bandidos)!
    Esta queixa não faz qualquer sentido!!
    Era só o que faltava: não se puder dar opiniões sobre determinado assunto – ainda por cima, apresentando factos!
    Esta “Comissão” não deve ter nada de útil para fazer…

  3. André Ventura tem toda a razão!

    Loures é o concelho com mais rendas de bairros sociais por pagar. A taxa de incumprimento ronda os 40,5%, com uma dívida a rondar os 10.6 milhões de euros. Isto com rendas mensais a rondar os meros 40 euros!!

    O clima de impunidade no concelho de Loures é total.

    Essa Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial é um comité ideológico pago com o dinheiro dos nossos impostos. Outros tal como a CIG. É urgente uma vassourada nestas comissões.

  4. Chega de politicamente corretos. Anda toda a gente com medo de dizer o que quer que seja porque vem logo um iluminado qualquer de uma suposta organização avançar com um processo ! Ciganos são ciganos, brancos são brancos, pretos são pretos e gente parva, essa há de todas as cores. Se é conhecido e sabido que os ciganos são trafulhas e arruaceiros então isso tem de ser dito. Se também os há ordeiros e integrados ? Há sim e a esses também dou o devido crédito.

  5. A geringonça universal .Politica ,Jurídica a pide disto tudo.No passado era Peniche,Cachias etc .Agora já não há um lugar é todo lado.

  6. Acontece exactamente o mesmo quando sao ataques islamicos. Ainda se lembram do homem que disparou no Canadá uma pistola? Tambem ninguem ouviu nos canais portugueses a religiao do mesmo.
    Vivemos em tempos de inicio de censura legalizada basta ver como os artigos da ZAP sao facistas, apenas mostram a facção de extrema esquerda anti-trump, omitindo qualquer noticia positiva pro-direita. Alguém já encontrou a noticia ZAP a mostrar o aumento do PIB nos EUA em 4.1%?

  7. Isto acontece há mais de 3 anos nos EUA; existe um standard duplo, em que ou estás alinhado à esquerda ou és chamado de todos os ‘ismos’ possiveis e imaginários.

    E claro, isto atravessou o Atlântico, como é óbvio – a comunicação social pende para a esquerda, alinha-se com a mesma e não tem a neutralidade nem a capacidade crítica de mostrar o bom e o mau de ambas as forças políticas – isso sim, seria isenção; tudo o resto é apenas “opinião”/”propaganda”.

    É-me indiferente quem faz o quê: quem incorre em incumprimento deve, perante provas, sofrer as consequências dos seus actos.

    Já agora, aqui a liberdade de expressão também me parece estar em crise; e as consequências serão nefastas – tal com no Canadá com a Lei C-16.

    (É interessante como grande parte dos auti-intitulados anti-fascistas, são eles próprios os verdadeiros fascistas; enfim, dá que pensar o que está pode destrás destas movimentações e quem.)

  8. Não defendo qualquer Etnia que seja, mas condeno implacavelmente qualquer criminoso de qualquer Etnia que seja. Vive (em), en território Português; são, devem ou deveriam, ser considerados aos olhos da Lei como qualquer outro Cidadão face aos Direitos e Deveres, e sancionado por a Justiça em casos de infracção a Lei. Se as sanções penais se revelam insuficientes em caso de récidivas, há que as tornar mais pesadas.

A mais longa quarentena do mundo vai ser prolongada mais um mês

A quarentena em Manila devido à covid-19, a mais longa do mundo atualmente, será prolongada por mais um mês até 31 de outubro, anunciaram esta terça-feira as autoridades. Mais um mês significa que número total de …

Media Capital. Mário Ferreira apresenta queixa na ERC contra a Cofina

O empresário, acionista da Media Capital, entregou, esta segunda-feira, uma queixa na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) contra o grupo Cofina pelo ataque de que considera ser vítima. De acordo com Mário Ferreira, nos …

Uber vence batalha judicial e prolonga licença para operar em Londres

A Uber ganhou, esta segunda-feira, um recurso legal sobre a revogação da sua licença para operar em Londres, garantindo por enquanto a continuação da empresa num dos seus maiores mercados. De acordo com o Wall Street …

Ordenados "não podem ser cortados", diz comissário. Proposta sobre salário mínimo apresentada em outubro

O comissário europeu do Emprego e Direitos Sociais, Nicolas Schmit, reconheceu as limitações da Comissão Europeia quanto a salários, defendendo que o sistema que no qual está a trabalhar permitirá que os rendimentos aumentem na Europa. Em …

Chega quer expulsar autor de moção pela remoção de ovários a mulheres

A direção do Chega vai propor a “suspensão imediata” do militante Rui Roque que defendia a extração dos ovários numa moção de estratégia que foi rejeitada em congresso, informou esta segunda-feira o partido. Mais de uma …

Precários à espera de apoio extraordinário estão a receber multas do fisco

A Associação de Combate à Precariedade denunciou que a Autoridade Tributária (AT) está a aplicar multas de 75 euros a trabalhadores precários que ficaram sem rendimento e estão a recorrer ao novo apoio extraordinário a …

Portugal regista mais seis óbitos e 688 novos casos

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais seis mortos relacionados com a covid-19 e 688 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

Novo lay-off é para "aguentar o emprego e as empresas" (mas agrava cortes dos trabalhadores)

O novo regime de lay-off anunciado pelo Governo, para apoiar as empresas com "perdas mais significativas", nomeadamente na área do turismo, visa "aguentar o emprego e as empresas", segundo o ministro da Economia, Siza Vieira, …

Jornal "The Guardian" sugere que Portugal é um país racista e compara Ventura a Bolsonaro

O jornal britânico "The Guardian" noticiou, esta segunda-feira, alguns dos mais recentes acontecimentos racistas que têm ocorrido no país, afirmando no seu título que "Portugal regista um aumento da violência racista com ascensão da extrema …

Jornal Washington Post declara apoio a Biden e quer afastar "o pior presidente dos tempos modernos"

O jornal de referência Washington Post declarou esta segunda-feira o seu apoio ao candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden, para derrotar o republicano Donald Trump, que considera “o pior Presidente dos tempos modernos”. No …