André Ventura arguido por assédio étnico queixa-se de “perseguição a quem pensa diferente”

PSD Loures / Facebook

André Ventura, candidato PSD à Câmara de Loures (ao centro).

André Ventura, vereador da Câmara Municipal de Loures e comentador desportivo, foi constituído arguido por “assédio étnico” e “práticas discriminatórias”, no seguimento de declarações que fez sobre a comunidade cigana. Ele fala em “perseguição a quem pensa diferente”.

O cabeça-de-lista do PSD à Câmara de Loures, nas últimas eleições legislativas, foi constituído arguido após denúncia da Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial devido a uma publicação que fez no seu perfil do Facebook, no passado dia 15 de Novembro de 2017.

“Ainda esta semana uma família de etnia cigana espancou uma enfermeira e um segurança do hospital de Beja. A RTP ficou em silêncio. Quando se deram as agressões de Coimbra, os principais órgãos de informação públicos recusaram-se a referir a etnia dos agressores. Está a tornar-se uma obsessão”, notou André Ventura, cita o jornal i.

Em declarações a este diário, o vereador refere-se “espantado com o enquadramento jurídico, porque fala de discriminação racial e de assédio étnico”.

“Acho que é um ataque violentíssimo à liberdade de expressão“, destaca, falando em “perseguição a quem pensa diferente” e notando que vai argumentar com a “inconstitucionalidade” do processo.

Quanto à publicação do Facebook, André Ventura repara que só pretendeu “falar sobre o assunto para percebermos os problemas específicos que esta comunidade tem”, mas “aparentemente isto também é racismo e não se pode dizer”, lamenta.

O vereador do PSD já tinha sido acusado de racismo em Setembro de 2017, após queixa do Bloco de Esquerda, também depois de declarações que fez sobre a comunidade cigana de Loures. Esse inquérito acabou por ser arquivado.

ZAP //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Se calhar, ele pensa e diz o que muita gente também pensa mas não tem a coragem de dizer. Infelizmente, há uma fobia tão grande em respeitar minorias (o que, em si, até nem é mau), mas, para isso, muitas vezes, desrespeitam-se as maiorias.
    Quem reclama igualdade de direitos, deve aceitar igualdade de deveres e obrigações; ora, o que se verifica quanto à etnia em causa não é bem isso.
    Se todas as pessoas / etnias usassem os “métodos” que pessoas dessa etnia usam em tantas situações e em tantos locais, seria o caos…
    São agressões a médicos, a enfermeiros, a professores, a funcionários de serviços públicos e outros… e até a agentes da autoridade e a seguranças…
    Onde é que vamos parar?
    Embora as generalizações sejam incorrectas, pois também há indivíduos dessa etnia que actuam com urbanidade, em muitos casos o André Ventura tem total razão naquilo que tem vindo a afirmar.

  2. Este gajo é um palerma, mas tem toda a razão no que diz/escreve em relação à ciganada (e a outras “minorias” de parasitas/bandidos)!
    Esta queixa não faz qualquer sentido!!
    Era só o que faltava: não se puder dar opiniões sobre determinado assunto – ainda por cima, apresentando factos!
    Esta “Comissão” não deve ter nada de útil para fazer…

  3. André Ventura tem toda a razão!

    Loures é o concelho com mais rendas de bairros sociais por pagar. A taxa de incumprimento ronda os 40,5%, com uma dívida a rondar os 10.6 milhões de euros. Isto com rendas mensais a rondar os meros 40 euros!!

    O clima de impunidade no concelho de Loures é total.

    Essa Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial é um comité ideológico pago com o dinheiro dos nossos impostos. Outros tal como a CIG. É urgente uma vassourada nestas comissões.

  4. Chega de politicamente corretos. Anda toda a gente com medo de dizer o que quer que seja porque vem logo um iluminado qualquer de uma suposta organização avançar com um processo ! Ciganos são ciganos, brancos são brancos, pretos são pretos e gente parva, essa há de todas as cores. Se é conhecido e sabido que os ciganos são trafulhas e arruaceiros então isso tem de ser dito. Se também os há ordeiros e integrados ? Há sim e a esses também dou o devido crédito.

  5. A geringonça universal .Politica ,Jurídica a pide disto tudo.No passado era Peniche,Cachias etc .Agora já não há um lugar é todo lado.

  6. Acontece exactamente o mesmo quando sao ataques islamicos. Ainda se lembram do homem que disparou no Canadá uma pistola? Tambem ninguem ouviu nos canais portugueses a religiao do mesmo.
    Vivemos em tempos de inicio de censura legalizada basta ver como os artigos da ZAP sao facistas, apenas mostram a facção de extrema esquerda anti-trump, omitindo qualquer noticia positiva pro-direita. Alguém já encontrou a noticia ZAP a mostrar o aumento do PIB nos EUA em 4.1%?

  7. Isto acontece há mais de 3 anos nos EUA; existe um standard duplo, em que ou estás alinhado à esquerda ou és chamado de todos os ‘ismos’ possiveis e imaginários.

    E claro, isto atravessou o Atlântico, como é óbvio – a comunicação social pende para a esquerda, alinha-se com a mesma e não tem a neutralidade nem a capacidade crítica de mostrar o bom e o mau de ambas as forças políticas – isso sim, seria isenção; tudo o resto é apenas “opinião”/”propaganda”.

    É-me indiferente quem faz o quê: quem incorre em incumprimento deve, perante provas, sofrer as consequências dos seus actos.

    Já agora, aqui a liberdade de expressão também me parece estar em crise; e as consequências serão nefastas – tal com no Canadá com a Lei C-16.

    (É interessante como grande parte dos auti-intitulados anti-fascistas, são eles próprios os verdadeiros fascistas; enfim, dá que pensar o que está pode destrás destas movimentações e quem.)

  8. Não defendo qualquer Etnia que seja, mas condeno implacavelmente qualquer criminoso de qualquer Etnia que seja. Vive (em), en território Português; são, devem ou deveriam, ser considerados aos olhos da Lei como qualquer outro Cidadão face aos Direitos e Deveres, e sancionado por a Justiça em casos de infracção a Lei. Se as sanções penais se revelam insuficientes em caso de récidivas, há que as tornar mais pesadas.

Rússia quer ultrapassar Tom Cruise e ser a primeira a gravar um filme no Espaço

O ator Tom Cruise quer rodar um filme no Espaço, mas a Rússia quer ser a primeira, de acordo com um comunicado da agência espacial Roscosmos. Os Estados Unidos e a Rússia são, novamente, os protagonistas …

Os animais perdem o medo dos predadores depois de contactarem com o Homem

Uma nova investigação concluiu que os animais selvagens perdem rapidamente o medo dos seus predadores depois de entrarem em contacto com o Homem. A maioria dos animais selvagens, como é o caso dos leões, exibe …

Há mais 884 casos confirmados e oito óbitos por covid-19 em Portugal

De acordo com o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal regista, este sábado, mais oito óbitos e 884 novos casos de infeção pelo novo coronavírus. Assim, Portugal contabiliza, desde o início da …

Negros norte-americanos estão a comprar armas em valores recorde

O número de afro-americanos a comprar armas aumentou drasticamente. Em causa, estará uma resposta ao agravar das tensões sociais no país devido ao movimento Black Lives Matter. Nos Estados Unidos, os protestos do movimento Black Lives …

Sporting paga 5 milhões e "rouba" Bruno Tabata ao Braga

O Sporting conseguiu 'roubar' Bruno Tabata ao Sporting de Braga. O extremo do Portimonense assina pelos 'leões' num contrato válido por cinco temporadas. Bruno Tabata está a caminho do Sporting CP, avança este sábado o jornal …

Há (pelo menos) 16 escolas com casos de covid-19, mas não há dados oficiais

Nem o Ministério da Educação, nem a Direcção Geral de Saúde (DGS) revelam o número de casos de covid-19 nas escolas, depois da reabertura do ano lectivo. Mesmo sem dados oficiais, é possível contabilizar, pelo …

Deixar Bilbau não dá bom resultado (lembra-se da grande equipa de Bielsa?)

Javi Martínez tenta contrariar a tendência dos seus antigos companheiros de equipa no famoso Atlético de Bilbau, que só aceita no seu plantel futebolistas nascidos no País Basco ou com ascendência familiar basca. Javi Martínez, herói …

Tatuagens racistas, saias curtas, cabelos e bigodes estranhos proibidos na PSP

Os polícias que tenham tatuagens com símbolos, palavras ou desenhos de natureza partidária, extremista, racista ou que incentivem à violência têm seis meses para as remover, de acordo com novas normas da PSP que também …

Republicação das caricaturas de Maomé foi o motivo do ataque junto ao Charlie Hebdo

A republicação das caricaturas de Maomé terá estado na origem do ataque junto ao edifício da antiga redação do jornal satírico Charlie Hebdo, confessou o principal suspeito. Quatro pessoas foram esta sexta-feira feridas, duas das quais …

Segunda vaga pode matar menos (mesmo com novos casos a disparar)

Os especialistas acreditam que a segunda vaga de covid-19 em Portugal vai ser menos letal, embora o número de novos casos diários possa vir a ser "muito elevado". Isto porque temos a lição mais bem …