700 imigrantes desaparecidos em naufrágio no Mediterrâneo

(dr)

Marinha italiana resgata imigrantes norte-africanos em Lampedusa

Cerca de 700 imigrantes estão desaparecidos no mar mediterrâneo, depois de a traineira onde viajavam com destino a Itália ter naufragado a 60 milhas da costa da Líbia, informam meios de comunicação social locais.

As mesmas fontes, citadas pelas agência EFE e AFP, acrescentam que terá sido um barco português a fazer uma chamada de emergência para a guarda costeira italiana, depois de ter salvo 28 sobreviventes, que terão relatado que o barco transportava outras 700 pessoas.

O barco que transportava os cerca de 700 imigrantes virou cerca das 00:00 de hoje, nas proximidades do sul da ilha italiana de Lampedusa.

Segundo a BBC, o primeiro-ministro de Malta Joseph Muscat já reagiu, dizendo que muitas pessoas poderão ter morrido no naufrágio, e a porta-voz da agência de refugiados da ONU, Carlotta Sami, adiantou que, “no momento, há receio de que se trate realmente de uma tragédia de grandes proporções.”

O jornal italiano Corriere della Sera refere que o navio que lançou o pedido de ajuda para o resgate nacional da Guarda Costeira tinha bandeira portuguesa, com o nome “King Jacob”, e salvou 28 dos imigrantes.

Um dos imigrantes salvos terá contado que a guarda costeira italiana recebeu uma chamada de socorro durante a noite, avisando que uma embarcação se encontrava em perigo.

Perante a impossibilidade de chegar a tempo, a guarda costeira pediu ajuda a um navio português que navegava na zona e que se desviou até ao local do naufrágio.

Quando o navio se aproximou da embarcação, os imigrantes “colocaram-se todos do mesmo lado da embarcação, provocando o naufrágio“.

Pelo menos 24 cadáveres foram já resgatados dos cerca de 700 imigrantes desaparecidos.

Segundo os órgãos de comunicação locais, os serviços da guarda costeira italianos e a marinha militar, em colaboração com a armada de Malta, terão já recolhido os corpos de 24 pessoas.

Marinha confirma envolvimento de navio português nas operações de salvamento

A Marinha Portuguesa confirmou este domingo à agência Lusa o envolvimento de um navio com bandeira portuguesa nas operações de buscas e salvamento do naufrágio no mar do mediterrâneo.

O porta-voz da Marinha, comandante Paulo Vicente, adiantou que o navio com bandeira portuguesa, com o nome “King Jacob”, está envolvido nas operações desde as 22:30 de sábado.

Segundo o mesmo responsável, o navio com bandeira portuguesa encontrava-se a navegar na zona do naufrágio, tendo sido contactado pelo Centro Coordenador de Buscas e Salvamento Marítimos de Itália para prestar assistência, uma obrigação que todos os navios têm quando existe situações graves.

O navio com bandeira portuguesa participa nas operações de buscas e salvamento juntamente com 30 navios e três helicópteros.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Afundem esses barcos todos assim que entrem em zona marítima Europeia. Ando eu a descontar para estes Giadistas entrarem na Europa e terem apoio social.

  2. Que andava um navio português a fazer ali? Andava a pescar ou à espera dos barcos que se afundam? Não há mais nada para fazer de útil ao serviço do país?

BCE pode vir a sugerir criação de "banco mau" para absorver malparado, revela Moody's

A Moody's avançou, esta segunda-feira, que o Banco Central Europeu está a equacionar a criação de um "banco mau" para acomodar o crédito malparado. A Moody’s considera que o Banco Central Europeu (BCE) pode vir a …

Comissário da UE defende "taxa de acesso" às multinacionais para financiar recuperação

O responsável pelo Orçamento da União Europeia (UE), Johannes Hahn, defendeu que deve ser aplicada uma "taxa de acesso" ao mercado único às multinacionais, ajudando assim a financiar a recuperação do bloco comunitário. Ao Financial Times, citado …

Kremlin intrigado com convite de Trump para próxima reunião do G7

Donald Trump anunciou que vai adiar a cimeira do G7 para o outono devido à pandemia da covid-19, e convidar outros países a participar na reunião. O Kremlin ficou intrigado com o convite. O Kremlin admitiu, …

Companhia aérea Emirates também vai despedir

A companhia aérea Emirates anunciou este domingo a intenção de suprimir postos de trabalho, em consequência da pandemia da covid-19, sem especificar quantos trabalhadores deverão ser despedidos. “Examinámos todos os cenários possíveis para manter as nossas …

Ana Gomes. "Estou à espera de ver o Presidente ir ao bairro da Jamaica"

A ex-eurodeputada socialista afirmou, este domingo, que espera ver o Presidente ir ao bairro da Jamaica, que, na semana passada, registou um surto de covid-19. No habitual espaço de comentário na SIC Notícias, Ana Gomes abordou …

Viúva do médico Li Wenliang não quer o seu nome na rua da embaixada chinesa em Washington

A viúva do médico chinês que alertou para a existência do novo coronavírus em Wuhan está contra uma proposta de políticos norte-americanos para dar o nome do marido à rua onde fica a embaixada chinesa …

TAP é a terceira empresa nacional com mais emissões de dióxido de carbono

A companhia aérea TAP passou de quinto para terceiro lugar no ranking das empresas portuguesas com mais emissões de dióxido de carbono, entre 2018 e 2019. De acordo com a associação ambientalista Zero, a TAP é …

PCP também não quer assessores do Governo como interlocutores

Na opinião de Jerónimo de Sousa, o Governo tem o direito de se rodear de assessores e especialistas, mas "deve ser sempre alguém do Governo" a discutir com os partidos na Assembleia da República. O secretário-geral …

10 de Junho vai ser celebrado no Mosteiro dos Jerónimos

As comemorações do Dia de Portugal, no dia 10 de junho, vão ser celebradas com uma "cerimónia simbólica" no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa. O Dia de Portugal vai ser assinalado com uma “cerimónia simbólica” …

Oposição condena aumento do preço do combustível na Venezuela e apela a protestos

A oposição condenou no domingo a decisão do Presidente Nicolás Maduro de aumentar o preço da gasolina, que pela primeira vez será afixado em dólares norte-americanos e apelou à população para "levantar a voz de …