União Europeia arranca vacinação (quase) ao mesmo tempo. E até se “desenhou” uma seringa nos céus

Christian Bruna / EPA

A campanha de vacinação contra a covid-19 na União Europeia arrancou este domingo na maior parte dos Estados-membros, menos de uma semana após a aprovação da primeira vacina a ser administrada em território europeu.

Aprovada em 21 de dezembro pela Agência Europeia do Medicamente (EMA) e pela Comissão Europeia, a vacina desenvolvida pela Pfizer e BioNTech começou a ser distribuída ao mesmo tempo pelos 27 Estados-membros.

Nem todos os países vão começar a administrá-la este domingo. A Comissão Europeia apontou o arranque da campanha na Europa para um período de três dias: 27, 28 e 29 de dezembro.

Este domingo será, no entanto, o dia em que mais Estados-membros começarão a administrar a vacina, como é o caso de Portugal, Espanha, Itália, França, Alemanha e Bélgica.

Os outros Estados-membros iniciarão a vacinação noutros dias ou no próximo ano. Os Países Baixos, por exemplo, começarão apenas no dia 8 de janeiro de 2021.

Ignorando os planos da União Europeia (UE), na Hungria, médicos e profissionais de saúde começaram a ser vacinados no sábado. A Eslováquia também indicou que ia começar a campanha no mesmo dia. Além destes país, a região da Saxónia-Anhalt, no nordeste da Alemanha, começou a administrar vacinas no sábado.

Os primeiros cidadãos europeus a receber a vacina

Em Portugal, a primeira pessoa a receber a vacina contra a covid-19 foi o diretor do serviço de infecciologia do Hospital de S. João, no Porto, António Sarmento.

Em Espanha, conta o jornal espanhol El País, Araceli Hidalgo, de 96 anos, foi a primeira  idosa a receber a vacina. “Não senti nada”, disse a residente mais velha de uma casa de repouso de Guadalajara, região no Centro de Espanha. Depois de Araceli Hidalgo, a segunda vacinada foi Mónica Tapias, a funcionária mais nova do mesmo lar de idosos.

Mauricette, de 78 anos, foi a primeira francesa a receber a vacina. Em Itália, segundo a ANSA, uma enfermeira com 29 anos foi a primeira, antes dos restantes profissionais de saúde do país.

Segundo o Deutsche Welle, Edith Kwoizalla, uma mulher de 101 anos numa casa de repouso na Saxónia-Anhalt, foi uma das primeiras pessoas na Alemanha a vacinar-se no sábado. No mesmo dia, Vladimir Krcmery, membro da Comissão Pandémica da Eslováquia, foi o primeiro no país a receber a vacina. Na Hungria, esse papel coube à médica Adrienne Kertesz.

Na República Checa, foi o primeiro-ministro Andrej Babiš, de 66 anos, o primeiro a tomar a vacina, seguido por Emilie Repikova, uma veterana da II Guerra Mundial com 95 anos, de acordo com a agência Reuters.

Na Bélgica, segundo o The Brussels Times, a primeira vacina foi dada a Jos Hermans, de 96 anos, o residente mais velho do centro Sint-Pieter, no município de Puurs, na região de Antuérpia. Na Suécia, Gun-Britt Johnsson, residente num lar de idosos, foi a primeira a receber a vacina.

Andreas Raounas de 84 anos, também residente de um lar de idoso, foi o primeiro a vacinar-se no Chipre. Outra residente de um lar com 81 anos, Branka Anicic, foi a primeira na Croácia. Na Grécia, a primeira a receber a inoculação foi a enfermeira Efstathia Kambissiouli.

Na Finlândia, a enfermeira Eija Koponen recebeu a primeira vacina no país e, na Polónia, esse papel coube à chefe das equipas de enfermeiros, Alicja Jakubowska. Também na Roménia foi uma enfermeira a vacinar-se primeiro: Mihaela Anghel, de 27 anos.

Na Dinamarca, Jytte Margrete Frederiksen, de 83 anos, foi vacinada sob o olhar atento da primeira-ministra Mette Frederiksen, que assistiu ao momento por videoconferência. Na Bulgária, foi o ministro da Saúde Kostadin Angelov o primeiro a inocular-se.

“Momento importante de solidariedade da UE”

A comissária europeia da Saúde, Stella Kyriakides, disse este domingo que o arranque da vacinação coordenada nos Estados-membros é “um momento importante de solidariedade da União Europeia” para que se possa “pôr um fim duradouro à pandemia, juntos e unidos”.

“A justiça e a igualdade de acesso sempre foram essenciais e ver a vacinação começar em todos os Estados-membros é um momento importante de solidariedade da UE”, manifestou a comissária, numa nota enviada à comunicação social.

“A UE atravessou esta pandemia em unidade e agora também estamos a iniciar o processo para pôr um fim duradouro à pandemia, juntos e unidos”, acrescentou.

Hoje é um dia de grande carga emocional para todos nós: seis meses depois de apresentarmos a estratégia de vacinas covid-19 para a UE, cumprimos a nossa promessa de garantir vacinas para todos os Estados-membros, ao mesmo tempo”, disse Kyriakides.

european_parliament / Flickr

Stella Kyriakides, comissária europeia da Saúde

A responsável ressalvou, no entanto, que não se pode “baixar a guarda” até que um número significativo de pessoas seja vacinado. “Temos de continuar a manter a nós mesmos e às pessoas ao nosso redor o mais seguros possível”, alertou, acrescentando que, apesar disso, “podemos começar 2021 com otimismo. Há luz no fim do túnel”.

Por sua vez, o ministro alemão da Saúde, Jens Spahn, disse estar desagradado com a vacinação de utentes de um lar no sábado, um dia antes do início da campanha.

“O ministro deseja o melhor a Edith Zwoizalla. Porém, havíamos acertado com os parceiros da União Europeia (UE) e os 16 “Länder” [estados federados] que a vacinação começaria no domingo”, explicou um porta-voz do Ministério da Saúde ao jornal alemão Bild.

Esta foi uma decisão das autoridades daquele distrito que consideraram que “não fazia sentido esperar mais um dia”, uma vez que estava “tudo pronto”, afirmou o diretor do lar de idosos, Tobias Krüger.

No sábado, Jens Spahn deu uma conferência de imprensa em que reiterou o plano de distribuir 1,3 milhões de doses aos estados federados antes do final do ano.

A meta do Governo é oferecer a todos os cidadãos a opção de se vacinarem até meados do próximo ano.

Piloto alemão “desenha” seringa nos céus

O piloto alemão Samy Kramer, de 20 anos, desenhou este domingo no céu uma seringa gigante, num gesto simbólico em homenagem ao início da campanha de vacinação da covid-19 na Europa.

O piloto voou 200 quilómetros junto do Lago Constança, no Sul da Alemanha. A rota em forma de seringa foi observada no site flightradar24.

“Ainda há relativamente muitas pessoas a opor-se à vacinação e a minha ação pode ser um lembrete para pensarem sobre o assunto, para colocar as coisas em movimento”, disse Kramer, em declarações à agência Reuters, acrescentando que o voo não deve ser entendido como uma ligação direta para ser inoculado.

“Talvez tenha sido também um sinal de alegria, porque a indústria da aviação foi duramente atingida pela pandemia”, afirmou ainda Kramer.

Maria Campos Maria Campos, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …

Milhares fugiram, mas Sakae Kato ficou. O homem que salva gatos abandonados em Fukushima há 10 anos

Durante a última década, um homem em Fukushima, no Japão, tem salvado todos os gatos na área abandonada de onde milhares de pessoas fugiram durante o desastre da central nuclear - e ainda continua a …

Governador de Nova Iorque "reescreveu relatório" para esconder mortes em lares

  Assistentes do governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, terão reescrito um relatório das autoridades de saúde locais, no verão de 2020, que apontava para um número de mortes por covid-19 nos lares de idosos muito …

"Europa vai andar para trás". Pandemia faz "descarrilar conquistas de igualdade"

Empregos perdidos, horários de trabalho reduzidos e violência doméstica crescente provam que o impacto da pandemia foi mais forte nas mulheres e fez “descarrilar as conquistas de igualdade”, alerta o Instituto Europeu para a Igualdade …

Tancos. Ex-diretor da PJM vai ser julgado por violação do segredo de justiça

O ex-diretor da Polícia Judiciária Militar (PJM), Luís Vieira, vai ser julgado por violação do segredo de justiça por alegadamente ter falado com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e com o então …