Trump cobre promessa de Biden. Além de curar o cancro, também quer erradicar a SIDA

O Presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou a sua recandidatura à Casa Branca, num comício em Orlando, Flórida, e voltou a acusar os jornalistas de serem “fake news” e disse que o país tem a melhor economia de sempre.

“Lanço oficialmente a minha campanha para um segundo mandato”, disse o republicano, na terça-feira à noite (01h00 de quarta-feira em Lisboa), diante de cerca de 20 mil pessoas, prometendo aos presentes que vai “manter a América grande” e de seguida ecoou o famoso slogan que o levou à vitória em 2016: “Make America Great Again” (“Tornar a América Grande Outra Vez”).

“A única coisa que esses políticos vão entender é um terremoto nas urnas, fizemos uma vez e vamos fazer de novo, e desta vez vamos terminar o trabalho”, disse Trump, que ao longo do discurso, de cerca de uma hora e 20 minutos, foi afirmando que os seus opositores democratas tentaram destruir o “movimento do povo norte-americano”. “Os democratas foram contra mim, contra a minha família, mas o mais grave: foram contra vocês”, apontou, dirigindo-se aos seus apoiantes.

Donald Trump voltou a tecer duros comentários aos jornalistas. Enquanto se gabava da quantidade de apoiantes que encheram o polidesportivo Amway Center, apontou com o indicador para os jornalistas presentes e disse: “isto está aqui muito fake media, muito mesmo”.

Minutos antes, o Presidente norte-americano garantiu que a economia, neste momento, é “provavelmente a melhor economia da história” dos Estados Unidos. Trump voltou ainda ao tema do combate à imigração ilegal e à construção do muro na fronteira com o México “que será maior, melhor e mais barato”.

As críticas ao sistema de saúde (“Obamacare”) e a necessidade de o revogar e substituir foram também uma das tónicas do discurso, assim como a guerra comercial com China. Olhando para o futuro, em questões de saúde, Trump sugeriu, tal como Joe Biden, que a sua reeleição vai ditar a descoberta da cura para o cancro e a erradicação da sida.

“Vamos elaborar curas para muitos, muitos problemas, para muitas, muitas doenças, incluindo cancro e outras. E estamos a aproximarmo-nos disso, à media que o tempo passa”, disse. E acrescentou: “Vamos erradicar a SIDA da América de uma vez por todas, estamos muito perto“.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, que na semana passada Trump anunciou a saída da Casa Branca em finais de junho, apareceu no palco para uma breve apresentação e para agradecer ao Presidente norte-americano os três últimos anos em que trabalharam juntos.

Em 2016, poucos acreditavam que Trump alguma vez chegasse à Casa Branca, mesmo dentro do seu Partido Republicano, duvidando do seu estilo belicoso e do impacto negativo dos casos em que se ia envolvendo.

Três anos depois, Trump tem o partido unido, bons índices económicos e os adversários Democratas desalinhados, até relativamente ao início de um processo de destituição no Congresso, onde alguns acham que ainda não é tempo para explorar as consequências da investigação sobre a interferência russa nas eleições de 2016, que mostraram indícios de obstrução à justiça por parte da equipa de Trump.

Nos últimos dias, contudo, algumas sondagens tornadas públicas – algumas delas feitas pela própria candidatura de Trump – revelavam que vários dos 23 candidatos Democratas têm vantagem sobre o Presidente.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Eles sabem que a cura para estas doenças já existe mas devido ao poder do dinheiro, tem sido mantida em segredo. Pensem bem, parece descabido prometerem uma coisa que parece quase impossível .

    • Qualquer farmacêutica que descobrir a cura vai ter uma patente for 20 anos e ganhar uma fortuna a vender para todo o mundo. É exactamente pela força do dinheiro que sabemos que a cura ainda não existe.

      • Acha mesmo? LOL! Então veja quanto ganham com os tratamentos para o cancro vs. potencial preço da cura.
        Eles ganham mais dinheiro com a doença do que com a cura, caro LOL.

        • O que acha que aconteceria se uma farmacêutica desenvolvesse uma cura para o cancro? TODAS as outras deixavam de vender os tratamentos actuais. O mercado inteiro disponível a uma única farmacêutica, sem competição. Catastrófico para quem NÃO inventar a cura. Por isso, sim, tenho a certeza que se existisse uma cura para o cancro, já estava à venda.

    • “Pensem bem”
      Bom conselho; é pena não o teres seguido antes de escreveres tamanho disparate!!
      Eles são palermas a falar para palermas e, quem escreve o que tu escreveste não é melhor!…

  2. Promessas, promessas…
    Quanto ao vírus da SIDA não espanta muito, se forem verdadeiras algumas das teorias da conspiração…

  3. P.S.: já agora, podem aproveitar a embalagem para resolverem outros problemas: a fome, as desigualdades sociais, o aquecimento global e outros problemas ambientais, etc.. Não é preciso muito. Bastará canalizarem para estes objectivos parte dos orçamentos militares…
    Mas que ideia ingénua a minha… Como se fosse tal possível….

  4. Se o que é mais lucrativo é a cura ou é manter a doença crónica, nenhum de nós tem números concretos. Mas o facto de Trump ou Biden prometerem curas de cancro e SIDA, não deveria levantar questões sobre a existência ou não, da cura… Isso seria partir do princípio de que há alguma sinceridade por parte destes dois políticos, quando prometem isso.

    Quando um político afirma uma coisa destas que nem a comunidade científica pode afirmar, o que é óbvio é que estamos uma vez mais perante a mais rasteira forma de demagogia populista. É evidente que eles não acreditam que vão conseguir isso… Mas o problema (grave) é que nós já chegámos a uma era de pós-verdade em que os factos pouco contam, e em que os políticos insultam desta maneira a inteligência do eleitorado, com promessas descabidas… Como quem diz “estes gajos estão tão desesperados que acreditam em qualquer coisa… E eu estou tão desesperado por poder, que prometo qualquer coisa.”

    Em breve os políticos prometem super-poderes e imortalidade… Ou prometem descobrir se é mais velho o ôvo ou a galinha. E a maior tragédia: as pessoas gostam disso e votam neles. A qualidade dos políticos reflete a qualidade do eleitorado.

RESPONDER

Elon Musk quer enviar passageiros para o Espaço já no próximo ano

O bilionário Elon Musk, também fundador da fabricante de automóveis elétricos Tesla, fez um anúncio surpreendente: quer que pôr passageiros no Espaço já em 2020. “Isto pode soar totalmente louco, mas queremos tentar entrar em órbita …

Cientistas reverteram principal sintoma da esquizofrenia em camundongos

Um medicamento que está atualmente a ser desenvolvido para tratar a leucemia reverteu (em camundongos) um sintoma de esquizofrenia anteriormente intratável: o enfraquecimento da memória de trabalho. A memória de trabalho é um processo cerebral fundamental usado …

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …

Transição verde: o mundo tem muito a aprender com uma pequena cidade na Islândia

Uma pequena cidade no norte da Islândia tornou-se quase neutra em dióxido de carbono (CO2). Uma equipa de cientistas viajou até ao país insular nórdico para descobrir como podemos aprender com esta cidade. Atualmente, as cidades …

Adolfo Mesquita Nunes não será candidato à liderança do CDS

Adolfo Mesquita Nunes anunciou este domingo que não será candidato à liderança do CDS. A garantia foi deixada pelo próprio, na sua página pessoal de Facebook, depois de ter sido desafiado por António Pires de …