Recandidatura de Trump arranca com despedimentos de responsáveis por sondagens negativas

Michael Reynolds / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apresenta esta terça-feira a sua recandidatura à Casa Branca pelo Partido Republicano, num comício que juntará 20 mil pessoas em Orlando, Flórida, e numa altura em que sondagens mostram que pode perder contra candidatos Democratas.

Com alguns estudos de opinião a revelar baixos indicadores de aprovação do seu primeiro mandato e outras sondagens a mostrar que Trump pode perder para vários dos 23 potenciais candidatos Democratas, a escolha da Flórida para local de apresentação oficial da recandidatura do Presidente norte-americano revela a preocupação em começar a tentar seduzir o terreno eleitoral mais volátil.

Trump “tem de ter um bom desempenho aqui, se quer ganhar a Presidência”, explicou o presidente Republicano da Câmara de Orlando a um jornal local, referindo-se ao facto de a Flórida ser um ‘swing State’ (que muda facilmente de partido).

No Twitter, Donald Trump escreveu esta segunda-feira que esperava “bater recordes” no comício em Orlando, dizendo que o seu Partido Republicano tinha recebido 100 mil pedidos de presença, para serem selecionados apenas 20 mil participantes, alguns dos quais já chegaram ao pavilhão do comício na segunda-feira, para conseguir um bom lugar.

“O nosso país está a ir muito bem, muito melhor do que os perdedores pensavam possível”, afirmou o Presidente, referindo-se aos estudos de opinião que na passada semana apresentavam indicadores de aprovação abaixo do 45%.

Nos comícios de reeleição, o Presidente tem repetido o slogan “América primeiro” (“America First”) e tem voltado ao tema do combate à imigração ilegal e à necessidade de revogar e substituir o sistema de saúde (conhecido como Obamacare), para obter os mais fortes aplausos entre os seus apoiantes.

“Mas desta vez é o candidato incumbente. Não pode aparecer em 2020 com as ideias de 2016″, afirmou um elemento da sua campanha de reeleição ao jornal Politico, mostrando que entre o seu ‘staff’ nem todos estão confortáveis com a estratégia escolhida.

Despedimentos de responsáveis por sondagens desfarováveis

Segundo adianta a estação televisiva norte-americana NBC, citando uma fonte da campanha de Trump, a equipa responsável pela corrida eleitoral decidiu afastar vários dos analistas responsáveis por sondagens internas que davam resultados negativos para Trump. Os resultados vazaram de forma anónima nos média nas últimas semanas.

Segundo escreve o The News York Times, Trump terá dados instruções para que os seus colaboradores de campanhas desmentissem publicamente os resultados.

Em causa estarão cinco analistas, de acordo com a imprensa norte-americana. A emissora CNN avança que  as três pessoas afastadas são Michael Baselice (que está com Trump desde 2016 e que será próximo do diretor de campanha Brad Parscale), Adam Geller e Brett Lloyd. Já o jornal New York Times diz que o afastamento de Lloyd está a ser usado para minar Conway dentro da estrutura em torno do Presidente por parte de outros membros da Casa Branca.

Face às sondagens negativas reveladas – que davam uma vitória a Trump no Texas por uma margem mínima (estado onde os republicanos têm vencido as Presidenciais nos últimos 40 anos) e uma derrota perante Joe Biden, ex-vice de Barak Obama, em vários outros estados -, Trump reagiu a dizer que as sondagens não existem.

“Estas sondagens não existem. Tive ainda agora um encontro com um politólogo e eu estou a ganhar em todo o lado, nem sei do que estão falar”, disse Trump em declarações à ABC na passada quinta-feira.

No dia seguinte, reforçou a ideia à Fox News: “Estamos ótimos na Pensilvânia, estamos ótimos na Carolina do Norte. Na Flórida estou a ganhar com grande margem”.

E esta segunda-feira, na véspera do arranque oficial à corrida pela Casa Branca, o Presidente norte-americano voltou a frisar: “Só as sondagens fake é que nos colocam atrás da Motley Crew (…) Estamos muito bem, mas ainda é cedo para nos focarmos nisso”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. É tão otário esse imbecil… nunca perde, é o maior da aldeia dele!!!!
    É sempre tudo a favor dele naquela cabecinha oca.
    É sempre tudo fake, desde que não lhe agrade, é fake.
    Adoro pessoas assim, não sabem perder… não se conformam com a realidade dos factos!
    Manipulam, oprimem, distorcem, mentem… Enfim, um anormalzeco de primeira!
    E isto independentemente do posicionamento politico de esquerda ou direita, estou a falar apenas da pessoa, que é uma verdadeira besta, um burro tão grande que até dá vergonha alheia só de o ouvir!
    ai ai coitadinho…

RESPONDER

Portugal tem cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, mais de metade em Lisboa

Estima-se que, em 2020, cerca de 485 pessoas tenham abandonado esta condição, o que representa uma descida de 39% face a 2019. Portugal terá cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, segundo os resultados de …

Simone Biles: "Deveria ter desistido muito antes dos Jogos Olímpicos"

"Uma mulher preta tem que ser a melhor, as pessoas tentam menosprezar", lamentou a multi-campeã olímpica de ginástica. Simone Biles não conquistou qualquer medalha de ouro nos Jogos Olímpicos deste ano mas foi a atleta mais …

Mãe e filho de 2 anos morrem à porta do estádio. Jogo decorreu normalmente

Queda aconteceu pouco antes de começar um jogo da Major League Baseball, em San Diego. O desporto passou para segundo plano na tarde deste domingo, pouco antes de um jogo de beisebol, nos Estados Unidos da …

"Blá blá blá". Greta Thunberg acusa líderes mundiais de não cumprirem com as promessas climáticas

Ativista considera que os anúncios feitos pelos líderes mundiais não passam de bonitas intenções que, na prática, não se traduzem em ações com verdadeiro impacto na luta contra as alterações climáticas. Greta Thunberg acusou os líderes …

Mulher com síndrome de Down perde ação judicial contra a lei do aborto no Reino Unido

Na semana passada, uma mulher com síndrome de Down perdeu uma ação judicial contra o governo britânico por causa de uma lei que permite o aborto até ao fim da gestação de fetos que poderão …

Tribunal condena corticeira da Feira por despedir trabalhadora que denunciou assédio

A corticeira Fernando Couto foi condenada pelo Tribunal da Feira a pagar uma coima de cerca de 11 mil euros por ter despedido a operária Cristina Tavares, após esta ter denunciado ser vítima de assédio …

Dupla de cientistas apresenta uma nova abordagem para reciclar plástico

Um novo estudo oferece uma abordagem totalmente nova para reciclar plástico, tendo sido inspirada na forma como a natureza naturalmente "recicla" os componentes dos polímeros orgânicos presentes no ambiente. As proteínas são um dos principais compostos …

Edição de 2021 da Web Summit recebe 40 mil participantes. Moedas como presidente não será problema

Evento, que se realiza entre 1 e 4 de Novembro, volta a decorrer em formato presencial depois de em 2020 a pandemia ter transferido as atividades para o ambiente digital. O presidente executivo da Web Summit, …

Alunos carenciados com desempenho inferior aos dos mais favorecidos

Mesmo tendo acesso a meios digitais, o desempenho dos alunos carenciados foi sempre “inferior” aos dos seus colegas oriundos de meios mais favorecidos.  Segundo noticia o Público, esta é uma das principais conclusões a que chegou …

José Rendeiro condenado a três anos e seis meses de prisão efetiva

Embaixador jubilado Júlio Mascarenhas acusa o BPP de o ter convencido a investir num produto com juros e capital garantido num momento em que o banco já atravessava sérias dificuldades. O antigo presidente do Banco Privado …