Tolerância de ponto para ver o Papa fecha escolas e adia cirurgias e julgamentos

-

A tolerância de ponto concedida pelo Governo aos funcionários públicos, para o dia da visita do Papa a Portugal, vai obrigar ao adiamento de vários serviços, nomeadamente de cirurgias e consultas programadas e de audiências de julgamento.

A decisão de conceder tolerância de ponto à Função Pública para o próximo dia 12 de Maio, aquando da visita do Papa Francisco a Portugal, para assinalar as comemorações do centenário das Aparições de Fátima, vai parar vários serviços.

Os portugueses podem esperar escolas fechadas, audiências de julgamento adiadas, cirurgias e consultas atrasadas para data posterior.

A Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares, pela voz de Alexandre Lourenço, confirma à TSF que vai ser preciso remarcar consultas e cirurgias já programadas, em todo o país.

“Os serviços mínimos estão assegurados e os hospitais vão continuar a funcionar”, salienta Alexandre Lourenço, mas “existindo tolerância de ponto e se os funcionários optarem por segui-la, o que por norma acontece”, as cirurgias e consultas “terão de ser adiadas”.

No caso das cirurgias, são situações que implicam a intervenção de mais do que um profissional, pelo que bastará uma pessoa da equipa aderir à tolerância de ponto para inviabilizar a realização do procedimento.

Assim, Alexandre Lourenço repara que é preciso iniciar os agendamentos das novas datas o quanto antes, “evitando qualquer transtorno para os doentes”.

A presidente da Associação Sindical de Juízes, Manuela Paupério, destaca também na TSF que a tolerância de ponto vai obrigar a que várias audiências de julgamento tenham que ser remarcadas, uma vez que todos os serviços não urgentes serão adiados.

Seria “grande insensibilidade” não dar tolerância

Alguns deputados do PS já vieram criticar o Governo pela decisão de decretar a tolerância de ponto para a visita do Papa. António Costa reagiu notando que é uma decisão “natural”.

O primeiro-ministro considerou mesmo que seria uma “grande insensibilidade” se o Governo não concedesse tolerância de ponto.

“É natural que muitos portugueses desejem participar na visita do Papa Francisco a Portugal, um momento que distingue o país. Por isso, também é natural que o Governo dê tolerância de ponto para facilitar quem deseja participar nas cerimónias o possa fazer e diminuam as condições de congestionamento”, começou por dizer António Costa.

“Tenho um grande à-vontade sobre esta matéria, porque não só defendo a laicidade, como não sou crente, mas respeito a crença dos outros e não ignoro que muitos portugueses perfilham a fé católica e que muitos portugueses desejarão estar em Fátima”, acrescentou depois, o governante.

Confrontado com as críticas feitas a esta decisão do Governo pelo deputado socialista Tiago Barbosa Ribeiro, conotado com a ala esquerda do PS, António Costa desdramatizou, argumentando que “as críticas são todas legítimas”.

“Agora, a liberdade religiosa e a laicidade implicam também o respeito pelas crenças dos outros. Eu não sou crente, mas respeito as crenças dos outros”, frisou.

PSD e CDS concordam com o Governo

O PSD e o CDS-PP já afirmaram concordar com a decisão do Governo. “Para acontecimentos excecionais, tomam-se medidas excecionais”, disse à Lusa o deputado do PSD Duarte Pacheco, recusando a ideia de que, com esta medida, se está a colocar em causa o Estado laico.

O Governo “compreendeu que o país é maioritariamente católico” e que, em Fátima, com a visita do Papa, o centenário das aparições e a canonização de dois pastorinhos, “é um acontecimento excecional”, acrescentou Duarte Pacheco.

Pelo CDS, o deputado Filipe Anacoreta Correia também concorda com a decisão, interpretando-a como o “reconhecimento da importância do Papa Francisco, da Igreja Católica em Portugal” e da ideia de que “esta visita mexe com milhares de pessoas que vão deslocar-se a Fátima”.

“O Governo teve a preocupação de se associar a uma circunstância de grande alegria para os portugueses”, concluiu.

O Papa Francisco visita Fátima a 12 e 13 de maio para canonizar os dois pastorinhos Jacinta e Francisco, no centenário das “aparições” na Cova da Iria, em 1917. Tem também encontros agendados com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e com o primeiro-ministro, António Costa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Ja q és o 1º ministro de todos os portugueses devias de os representar, assim ao dar tolerância de ponto é somente p/ os FP, os outros trabalhadores são escravos, não fazem parte da classe de trabalhadores deste país. Já que é para todos devia ser feriado nacional assim é q é para todos os portugueses. Numa democracia devia de ser assim…

    • Antes de dar a tal tolerância de ponto deveria era ter pensado nos Serviços que vão afectar grande parte dos portugueses, principalmente na área da saúde, o que é bem mais importante do que a vinda do Papa, a Portugal!
      O que interessa a vinda do Papa, a uma grande parte dos Portugueses? Francamente.

      • Perante tanta preocupação, justíssima, pela saúde, pela justiça, etc, deixo a seguinte pergunta:quantas cirurgias, julgamentos,consultas, audiências, inaugurações, etc. foram adiadas com o retomar, pelo atual Governo, dos QUATRO dias de feriado que o Governo anterior tinha eliminado ?

  2. Tem toda a razão. É lamentável…. tolerância de ponto????? Quanto vai custar aos outros “desgraçados” a quem não é dada tolerância? São sempre os mesmos a pagar. É assim em Portugal!

  3. Não me digam que é o Papa o responsável pelo adiamento das cirurgias ?
    Decidir tolerância de ponto ( mas para todos ) é sem dúvida um gesto de respeito.
    Mas perguntem ao Papa se é essa a sua vontade . Ele que tanto tem falado e tanto tem lutado pelo bom e contínuo serviço aos outros.
    A grande alegria do Papa é vir como peregrino de Nossa Senhora – não como um estorvador dos nossos deveres.
    Nós é que somos uns aproveitadores … e uns faltosos.

RESPONDER

Poluição no rio Lis arrasta-se há mais de 20 anos

A poluição na bacia hidrográfica do rio Lis arrasta-se há mais de duas décadas, com o contributo das descargas ilegais das suiniculturas, mas a construção da estação de tratamento de efluentes suinícolas tem sido adiada …

No Quénia, há meninas a faltar às aulas por não terem acesso a tampões

No Quénia, há adolescentes que não têm dinheiro para comprar pensos higiénicos ou tampões. Por isso, faltam às aulas. O Expresso conta a história de uma menina queniana, de 14 anos, que não aguentou ser humilhada …

As sestas podem ser boas amigas do coração

Fazer uma sesta uma ou duas vezes por semana pode reduzir o risco de ataque cardíaco ou AVC. No entanto, se fizer mais sestas do que o recomendado, os benefícios desaparecem. Uma equipa de cientistas decidiu …

Qual o tamanho mínimo para que um planeta possa ser habitável? Cientistas responderam

Uma equipa de cientistas de Harvard revelou o tamanho crítico abaixo do qual um planeta nunca pode ser habitável, mesmo que esteja numa área com uma distância à sua estrela que permita a existência de …

Criatura com "cabeça de canivete suíço" deu origem aos escorpiões e às aranhas

Encontrada no Canadá, esta nova espécie de fóssil provou ser o quelicerado mais antigo, situando a origem dos escorpiões e das aranhas há 500 milhões de anos. Com o tamanho de um dedo polegar, olhos em …

Benfica 2-0 Gil Vicente | "Águia" q.b. bate minhotos aguerridos

O Benfica cumpriu frente ao Gil Vicente, no Estádio da Luz, e venceu por 2-0, com um golo a fechar a primeira parte e outro a abrir a segunda. A formação “encarnada” sentiu muitas dificuldades para …

Há cidades que, em 2050, vão ser quentes demais para se visitar

Em 2050, há cidades que vão ser vítimas do flagelo das alterações climáticas. As altas temperaturas vão impedir que os turistas explorem cada recanto destas metrópoles. Os efeitos das alterações climáticas são cada vez mais visíveis.. …

As legislativas não se ganham nas sondagens, alerta Costa

Após ter sido divulgada mais uma sondagem este sábado, António Costa afirmou que as eleições não se ganham nas sondagens e apelou para a mobilização de modo a garantir a vitória. O secretário-geral do PS, António …

Prémios IgNobel: uma máquina para mudar fraldas e uma pizza anticancro

Os vencedores da 29.ª edição dos prémios IgNobel foram anunciados na quinta-feira, na Universidade de Harvard, no Estado norte-americano do Massachusetts. Os prémios IgNobel - uma paródia dos prémios atribuídos pelas academias suecas e norueguesa - …

Atriz Felicity Huffman condenada a 14 dias de prisão

A atriz de "Donas de Casa Desesperadas" foi ainda multada em 30 mil dólares e terá de cumprir 250 horas de serviço comunitário. Depois de cumprido o tempo de prisão, Felicity Huffman ficará um ano …