Kim Jong-un anuncia suspensão de testes nucleares e balísticos

KCNA / YONHAP

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

O regime norte-coreano anunciou a suspensão dos testes nucleares a partir de sábado e o desmantelamento da base de Punggye-ri. Este gesto foi bem recebido pelos EUA e aliados, embora não dê indicação de que a Coreia do Norte vai abdicar das armas que possui.

A Coreia do Norte vai suspender os testes nucleares e de mísseis balísticos intercontinentais e irá desmantelar as instalações nucleares no Norte do país “a partir do dia 21 de Abril”, este sábado, anunciou Pyongyang através da KCNA – a agência de notícias oficial do regime.

O anúncio acontece dias antes de o líder norte-coreano Kim Jong-un se encontrar com o presidente sul-coreano, Moon Jae-in numa localidade fronteiriça para uma rara cimeira entre os dois países que tem por objetivo resolver a disputa nuclear com Pyongyang.

A decisão da Coreia do Norte foi tomada numa reunião do Comité Central do partido no poder, que acordou discutir “um novo período” de políticas no país. O país disse estar a mudar o foco da sua política nacional e concentrado em melhorar a sua economia.

A decisão não manifesta uma vontade expressa de Kim Jong-un de se desfazer das armas nucleares que já tem, mas Donald Trump e os países aliados dos norte-americanos na região mostraram-se satisfeitos, salienta o Público.

“Isto são óptimas notícias para a Coreia do Norte e para o mundo – grande progresso! Estou ansioso pelo nosso encontro”, escreveu o Presidente dos Estados Unidos no Twitter. Trump fez referência à reunião que, por sua iniciativa, pode juntar um líder da Coreia do Norte e um chefe de Estado norte-americano à mesma mesa pela primeira vez na história.

Um porta-voz do Presidente da Coreia do Sul afirmou que este gesto de Kim irá ajudar a “amenizar a situação” na Península coreana, além de “contribuir para criar um ambiente muito positivo” para as negociações de paz.

Esta quinta-feira, Moon Jae-in afirmou que Kim deixou de exigir a retirada das tropas norte-americanas na região em troca da desnuclearização da Coreia do Norte. Esta hipótese será discutida entre os Presidentes das Coreias, num encontro agendado para a próxima semana (o primeiro encontro entre as duas Coreias em mais de uma década).

No entanto, esta hipótese foi recebida com cautela pelos EUA e Japão, escreve o mesmo jornal que a encaram, juntamente com a suspensão dos ensaios nucleares e balísticos, como uma tática ponderada por Kim Jong-un.

Isto é, mostrando publicamente vontade em abdicar de algumas exigências historicamente intocáveis ao regime, a Coreia do Norte pode estar a empurrar os EUA para um acordo de paz, antes de renunciar ao equipamento e tecnologia militar.

Kim justifica a suspensão dos testes com o facto de Pyongyang já ter comprovado a sua capacidade militar, afirmando que “o local de testes nucleares a Norte já completou a sua missão”.

O Japão afirma que esta suspensão não é suficiente. O ministro da Defesa japonês apelou à manutenção da pressão internacional sobre Kim Jong-un. “A comunidade internacional espera que a Coreia do Norte renuncie a todas as armas de destruição maciça de forma totalmente demonstrável e irreversível”, defendeu Itsunori Onodera.

Em novembro de 2017, um ensaio da Coreia do Norte provou que o regime é capaz de atingir qualquer ponto do território dos EUA, de acordo com os cálculos do Comando do Pacífico dos Estados Unidos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. E já não faltam por aí ignorantes a querer dar mérito ao Trump por causa disto. Então quer dizer, enquanto Trump o ameaçou com “fogo e fúria” e com porta-aviões na costa da Coreia e marimbou completamente no Trump e continuou a desenvolver o seu armamento até ter bombas que chegam aos EUA. Agora que tem o que queria e por sua livre vontade abandona OS TESTES… Andam por aí uns patetinhas a dizer que foi com medo do Trump.

    Só me faz lembrar aqueles ratos que pensam que o gato está a fugir deles, sem repararem no Rotweiller que está atrás mesmo atrás deles.

  2. Certamente o rapazola já deve ter sido informado da sorte do Sadam e da do Kadafi e decidiu voltar atrás ou então andará a descobrir nova tentativa de diversão, em todo o caso se for verdade o que vem na notícia será bom para todos certamente a começar pelo miserável povo norte-coreano.

RESPONDER

Hotelaria pressiona Governo. Quer que turistas com estadias marcadas possam circular entre concelhos

A proibição de deslocação entre concelhos entre dia 30 de outubro e 3 de novembro de modo a evitar contágios agradou a alguns, mas não ao setor hoteleiro, que quer ser deixado de fora da …

Ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa suspensa a partir de hoje (e durante 45 dias)

A Transtejo tinha informado que a ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa estaria suspensa a partir desta segunda-feira, por 45 dias, devido a obras, mas será assegurado transporte rodoviário até ao terminal de Almada. “A …

Nagorno-Karabakh. Arménia e Azerbaijão acusam-se mutuamente de violação de novo cessar-fogo

A Arménia e o Azerbaijão trocaram esta segunda-feira acusações pela violação de um novo cessar-fogo acordado no domingo para pôr fim às hostilidades no enclave de Nagorno-Karabakh, que deveria ter entrado hoje em vigor. A Arménia …

Venezuela testou molécula que "anula a 100%" o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que "anula 100%" o novo coronavírus. "O IVIC testou uma molécula usada para tratar …

Com a bancarrota a caminho, Governo Sócrates vendeu quase 80% dos imóveis públicos

Numa altura em que o país já estava em situação complicada, com o cenário de bancarrota no horizonte, o último Governo de José Sócrates vendeu quase 80% do património imobiliário público em apenas dois anos. Estes …

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, houve centenas de festas ilegais e álcool na rua

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, foram muitos os que ignoraram as restrições. A polícia espanhola foi obrigada a intervir em centenas de festas ilegais e numa festa ao ar livre com mais …

Casa Branca admite que EUA não poderão controlar pandemia. Biden acusa Trump de ter desistido

A Casa Branca admitiu este domingo que os EUA não poderão controlar a pandemia por ser tão contagiosa, numa mudança à postura de minimização da gravidade da crise, numa altura em que há novos recordes …

GNR obrigada a intervir no GP de Fórmula 1. Bastonário diz que evento foi um "insulto" aos profissionais de saúde

O circuito de Portimão teve de fechar algumas bancadas para garantir o distanciamento dos 27.500 espetadores autorizados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Pelo menos em duas foi necessária a intervenção da GNR. Em comunicado, a GNR …

Governo atira-se ao Bloco de Esquerda. Voto contra é "incompreensível"

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou que "o Governo considera incompreensível que não possa contar com o Bloco de Esquerda" para aprovar o Orçamento do …

Chilenos votam de forma esmagadora para substituir Constituição de Pinochet

Os chilenos votaram de forma esmagadora, este domingo, a favor de uma nova Constituição para substituir a herdada da era do ditador Pinochet, num referendo realizado um ano após uma revolta popular contra a desigualdade …