Sozinho na cabine, co-piloto da Germanwings poderá ter-se suicidado

As gravações áudio do avião da Germanwings que se despenhou na terça-feira nos Alpes franceses revelam que um dos pilotos saiu do cockpit e não conseguiu reentrar, adiantou ao New York Times um militar envolvido na investigação.

As gravações do cockpit mostram uma conversa “muito tranquila” entre os pilotos durante a parte inicial do voo, que partiu de Barcelona em direção a Düsseldorf, tendo posteriormente um dos pilotos abandonado o cockpit sem conseguir reentrar.

“O homem que ficou do lado de fora bate ligeiramente na porta e não tem resposta. Depois, bate com mais força e continua sem resposta. Nunca há resposta. Pode ouvir-se que ele está a tentar deitar a porta abaixo“, disse o investigador.

Embora a gravação possa dar alguns esclarecimentos sobre as circunstâncias que envolveram o acidente, que provocou a morte a 150 pessoas, ainda há várias questões por responder.

“Não sabemos por que é que um dos pilotos saiu”, continuou o responsável, que pediu o anonimato face à investigação em curso.

“O certo é que, na parte final do voo, o outro piloto está sozinho e não abre a porta“, sublinhou.

Hipótese de suicídio do co-piloto

Em declarações à Sic Notícias, Luís Coimbra, presidente da NAV, a empresa controladora do tráfego aéreo nacional, avança que o acidente “poderá ter sido um caso de suicídio do piloto“.

Segundo Luís Coímbra, se for esse o caso, será “o quarto caso da história da aviação civil em que um piloto se apanha sozinho no cockpit e se suicida”.

Os registos áudio não fornecem indicações sobre as condições ou a atividade do piloto que ficou dentro do cockpit, adensando o mistério, já que em nenhuma altura da descida do Airbus A320 houve comunicação por parte do cockpit com os controladores de tráfego ou qualquer outro sinal de emergência.

A informação tornada pública pelas autoridades de aviação francesas quanto ao conteúdo das gravações é escassa, desconhecendo-se se os registos são parciais ou estão completos.

O gabinete que investiga as causas do acidente confirmou apenas que foram detetadas vozes humanas e outros sons provenientes do cockpit, que serão sujeitos a uma análise detalhada.

Segundo avançam a BBC e a imprensa alemã, terá sido o comandante do avião a ausentar-se para ir à casa de banho, deixando o co-piloto sozinho na cabine.

(dr) Andreas Lubitz / Facebook

Foto de Andreas Lubitz, co-piloto do avião da Germanwings, divulgada pela Paris Match

Foto de Andreas Lubitz, co-piloto do avião da Germanwings, divulgada pela Paris Match

Procurador de Marselha diz que queda foi intencional

A Procuradoria de Marselha afirmou esta quinta-feira que o co-piloto, identificado como Andreas Lubitz, alemão de 28 anos, se trancou na cabine do voo e voluntariamente fez o avião perder altitude até contra uma montanha.

Segundo o procurador de Marselha, Brice Robin, citado pela BBC, as gravações de uma das caixas-pretas do voo revelaram que a determinado momento do voo o co-piloto alterou o sistema de orientação do avião para iniciar a descida. O piloto bateu na porta da cabine para voltar a entrar, mas o co-piloto permaneceu em silêncio.

“Penso que o co-piloto se recusou a abrir a porta e voluntariamente apertou o botão para o avião descer”, disse Robin.

Segundo informações da Lufthansa, citadas pelo semanário Sol, o co-piloto tinha sido admitido na Germanwings em Setembro de 2013, e teria apenas apenas 630 horas de voo.

O comandante, com mais de 10 anos de experiênca, tinha mais de seis mil horas de voo.

De acordo com o apurado pela AP, é possível entrar no cockpit mesmo que quem esteja dentro da cabine fique incapaz de abrir a porta – a não ser que o pedido de emergência para entrar seja recusado por quem se encontrar na cabine.

Lufthansa não confirma

A porta-voz da Germanwings, Martine del Bono, não quis comentar as novas provas divulgadas pelo New York Times.

Já esta quinta-feira, o grupo alemão Lufthansa, ao qual pertence a Germanwings, anunciou em comunicado não poder confirmar que um dos pilotos do Airbus A-320 que se despenhou nos Alpes franceses não estava na cabine de comando no momento do acidente.

Em declarações à agência noticiosa DPA, um porta-voz da Lufthansa disse “não ter atualmente nenhuma informação que possa confirmar a notícia do diário New York Times”.

No entanto, a companhia alemã comprometeu-se a divulgar toda a informação da tragédia, e apelou a que não seja dado crédito a “especulações” sobre as causas do acidente do voo 9525 entre Barcelona e Düsseldorf.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …