Sozinho na cabine, co-piloto da Germanwings poderá ter-se suicidado

As gravações áudio do avião da Germanwings que se despenhou na terça-feira nos Alpes franceses revelam que um dos pilotos saiu do cockpit e não conseguiu reentrar, adiantou ao New York Times um militar envolvido na investigação.

As gravações do cockpit mostram uma conversa “muito tranquila” entre os pilotos durante a parte inicial do voo, que partiu de Barcelona em direção a Düsseldorf, tendo posteriormente um dos pilotos abandonado o cockpit sem conseguir reentrar.

“O homem que ficou do lado de fora bate ligeiramente na porta e não tem resposta. Depois, bate com mais força e continua sem resposta. Nunca há resposta. Pode ouvir-se que ele está a tentar deitar a porta abaixo“, disse o investigador.

Embora a gravação possa dar alguns esclarecimentos sobre as circunstâncias que envolveram o acidente, que provocou a morte a 150 pessoas, ainda há várias questões por responder.

“Não sabemos por que é que um dos pilotos saiu”, continuou o responsável, que pediu o anonimato face à investigação em curso.

“O certo é que, na parte final do voo, o outro piloto está sozinho e não abre a porta“, sublinhou.

Hipótese de suicídio do co-piloto

Em declarações à Sic Notícias, Luís Coimbra, presidente da NAV, a empresa controladora do tráfego aéreo nacional, avança que o acidente “poderá ter sido um caso de suicídio do piloto“.

Segundo Luís Coímbra, se for esse o caso, será “o quarto caso da história da aviação civil em que um piloto se apanha sozinho no cockpit e se suicida”.

Os registos áudio não fornecem indicações sobre as condições ou a atividade do piloto que ficou dentro do cockpit, adensando o mistério, já que em nenhuma altura da descida do Airbus A320 houve comunicação por parte do cockpit com os controladores de tráfego ou qualquer outro sinal de emergência.

A informação tornada pública pelas autoridades de aviação francesas quanto ao conteúdo das gravações é escassa, desconhecendo-se se os registos são parciais ou estão completos.

O gabinete que investiga as causas do acidente confirmou apenas que foram detetadas vozes humanas e outros sons provenientes do cockpit, que serão sujeitos a uma análise detalhada.

Segundo avançam a BBC e a imprensa alemã, terá sido o comandante do avião a ausentar-se para ir à casa de banho, deixando o co-piloto sozinho na cabine.

(dr) Andreas Lubitz / Facebook

Foto de Andreas Lubitz, co-piloto do avião da Germanwings, divulgada pela Paris Match

Foto de Andreas Lubitz, co-piloto do avião da Germanwings, divulgada pela Paris Match

Procurador de Marselha diz que queda foi intencional

A Procuradoria de Marselha afirmou esta quinta-feira que o co-piloto, identificado como Andreas Lubitz, alemão de 28 anos, se trancou na cabine do voo e voluntariamente fez o avião perder altitude até contra uma montanha.

Segundo o procurador de Marselha, Brice Robin, citado pela BBC, as gravações de uma das caixas-pretas do voo revelaram que a determinado momento do voo o co-piloto alterou o sistema de orientação do avião para iniciar a descida. O piloto bateu na porta da cabine para voltar a entrar, mas o co-piloto permaneceu em silêncio.

“Penso que o co-piloto se recusou a abrir a porta e voluntariamente apertou o botão para o avião descer”, disse Robin.

Segundo informações da Lufthansa, citadas pelo semanário Sol, o co-piloto tinha sido admitido na Germanwings em Setembro de 2013, e teria apenas apenas 630 horas de voo.

O comandante, com mais de 10 anos de experiênca, tinha mais de seis mil horas de voo.

De acordo com o apurado pela AP, é possível entrar no cockpit mesmo que quem esteja dentro da cabine fique incapaz de abrir a porta – a não ser que o pedido de emergência para entrar seja recusado por quem se encontrar na cabine.

Lufthansa não confirma

A porta-voz da Germanwings, Martine del Bono, não quis comentar as novas provas divulgadas pelo New York Times.

Já esta quinta-feira, o grupo alemão Lufthansa, ao qual pertence a Germanwings, anunciou em comunicado não poder confirmar que um dos pilotos do Airbus A-320 que se despenhou nos Alpes franceses não estava na cabine de comando no momento do acidente.

Em declarações à agência noticiosa DPA, um porta-voz da Lufthansa disse “não ter atualmente nenhuma informação que possa confirmar a notícia do diário New York Times”.

No entanto, a companhia alemã comprometeu-se a divulgar toda a informação da tragédia, e apelou a que não seja dado crédito a “especulações” sobre as causas do acidente do voo 9525 entre Barcelona e Düsseldorf.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vaticano tem três celas e um só prisioneiro. Uma onda de julgamentos pode mudar isso

Dez pessoas vão ser julgadas no Vaticano por crimes relacionados com a venda de um edifício em Londres. Visto como limitado e sombrio, o sistema judicial da cidade-estado está a mudar. Carlo Capella é o único prisioneiro …

Alexandra Leitão diz que "não há trabalhadores a mais na Administração Pública"

A ministra da Modernização do Estado assegura que não há trabalhadores a mais na Administração Pública e assume toda a abertura do Governo para negociar, "com humildade e responsabilidade", medidas adicionais às inscritas no OE2022. Em …

Start-up israelita quer fazer roupa a partir de algas

A Algaeing, criada em 2016, é uma empresa que converte as algas numa fórmula líquida, que depois pode ser usada como corante ou transformada num tecido. A indústria da moda é uma das responsáveis pelas emissões …

O antigo Presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton

Bill Clinton já teve alta hospitalar e deve regressar a Nova Iorque

O ex-Presidente dos Estados Unidos deixou, neste domingo de manhã, o hospital da Califórnia onde foi internado com uma infeção, informou o chefe da equipa de médicos que o tratou. "O Presidente Clinton teve alta do …

Acordo escrito. Bloco diz que Governo "conhece bem" os pontos negociais

O Bloco de Esquerda anunciou, este domingo, que vai enviar ao Governo propostas de articulado de nove pontos negociais colocados em cima da mesa no início de setembro, aos quais declara não ter obtido resposta …

Mais de 1,6 milhões de portugueses vivem com menos de 540 euros por mês

Mais de 1,6 milhões de portugueses vivem abaixo do limiar da pobreza, ou seja, com menos de 540 euros por mês, uma realidade que afeta famílias numerosas, mas também quem vive sozinho, idosos, crianças, estudantes …

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira

"Subida do salário mínimo é para manter", diz Siza Vieira

O ministro da Economia destaca que a trajetória do aumento do salário mínimo nacional "é para manter", assegurando que a meta é que este suba até aos 750 euros em 2023. Em entrevista ao semanário Expresso, …

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

Cabo Verde extraditou Alex Saab para os Estados Unidos

O empresário Alex Saab, considerado pelos Estados Unidos testa-de-ferro do Presidente da Venezuela deixou a ilha do Sal, este sábado, em cumprimento do pedido de extradição das autoridades norte-americanas. "Isto configura um rapto. Foi novamente raptado", …

Nove mortes e mais 465 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais nove mortes e 465 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 465 novos …

O O primeiro-ministro, António Costa

Governo quer reunir com todos os partidos e solicitou ao Bloco os termos de acordo escrito

O Governo quer reunir-se com todos os partidos com quem tem negociado a viabilização do Orçamento do Estado e solicitou ao Bloco de Esquerda que envie o conteúdo e os termos do acordo escrito proposto. Estas …