Secretária de Estado da Igualdade sai e agita socialistas

Catarina Marcelino / Facebook

Catarina Marcelino, ex secretária de Estado da Igualdade

A secretária de Estado da Igualdade, Catarina Marcelino, saiu, esta sexta-feira, do cargo e vários socialistas se pronunciaram surpreendidos e contra a decisão da ministra da Presidência, Maria Manuel Leitão Marques.

A notícia surpreendeu vários socialistas que apontaram Catarina Marcelino como a “mais competente” a ocupar aquela pasta.

Até ao momento, de acordo com o Jornal de Notícias, ainda não se sabe por que terá decidido a ministra da Presidência, titular da pasta que integra a secretaria de Estado da Igualdade, substituir Catarina Marcelino.

No facebook, Catarina agradeceu todo o apoio recebido e explicou que tem “por hábito dizer que estou de Secretária de Estado. Estamos e a qualquer momento podemos deixar de estar. Foi o que aconteceu hoje comigo. Não saio por vontade própria, mas porque a Ministra que vai tutelar a pasta entendeu, no seu pleno direito, escolher outra pessoa”.

Tenho por hábito dizer que estou de Secretária de Estado. Estamos e a qualquer momento podemos deixar de estar. Foi o…

Publicado por Catarina Marcelino em Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

Nas redes sociais, vários socialistas e ativistas demonstraram a sua surpresa e deixaram palavras de incentivo a Catarina Marcelino, relembrando a sua competência.

Dois deputados socialistas, Porfírio Silva e Isabel Moreira, questionaram imediatamente as “razões políticas” de tal afastamento. “Não acredito que a política possa ser o reino do arbitrário”, referiu o deputado.

Isabel Moreira, por sua vez, relembrou o percurso político da antropóloga de formação, demonstrando também a surpresa. “Catarina Marcelino saiu da Secretaria de Estado da Cidadania e da Igualdade. Foi a melhor representante da igualdade de que tenho memória. Em todas as áreas. Todas. Uma feminista assumida, empenhada e reconhecida por quem trabalha na área. Não percebo. Não percebo. E não estou sozinha nesta avaliação”.

Catarina Marcelino saiu da secretaria de estado da cidadania e da igualdade. Foi a melhor representante da igualdade de…

Publicado por Isabel Moreira em Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

Além disso, Isabel Moreira desejou ainda “obviamente todo o sucesso a Rosa Monteiro”, a secretária que ocupa agora o lugar de Marcelino.

As razões desta alteração prendem-se com a passagem da Secretaria de Estado da Igualdade do Ministério da Administração Interna para a tutela do Ministério da Presidência, liderado por Maria Manuela Leitão Marques, no âmbito da reformulação levada a cabo pelo Governo.

Segundo o esclarecimento de Marcelino, terá partido então da ministra da Presidência o travão à continuidade de Marcelino no Governo e a escolha de Rosa Lopes Monteiro para o seu lugar.

Além disso, outras alterações acontecem no Governo com Eduardo Cabrita a deixar o cargo de ministro adjunto do primeiro ministro para presidir ao Ministério da Administração Interna, depois da demissão de Constança Urbano de Sousa.

Para o lugar de Eduardo Cabrita foi então designado o advogado Pedro Siza Vieira, que era até agora membro da Estrutura de Missão para a Capitalização das Empresas e passa agora a ministro adjunto.

Na Cidadania e Igualdade, além de Rosa Filomena Brás Lopes Monteiro, a ministra da Presidência tem como secretários de Estado Tiago Antunes, na pasta da Presidência do Conselho de Ministros, e Graça Fonseca, como secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Eu só não entendo quais as funções de uma secretaria de estado para a IGUALDADE.
    Vão dar a boa notícia aos portugueses que afinal somos todos iguais e os partidos políticos vão pagar o IMI COMO TODOS OS PORTUGUESES? , bem como a SOBRETAXA?
    Boa afinal já vejo a utilidade destes gastos públicos e já vejo que afinal SOMOS TODOS IGUAIS

    • Não conheço a trabalho mas suspeito que mais uma vez estão a copiar os EUA. Só o facto de ser feminista assumida já diz muita coisa. Nos EUA continuam a achar que as mulheres são oprimidas quando na realidade têm várias vantagens na lei em relação aos homens e mesmo na sociedade. Por mim podem ter essas vantagens todas mas não venham queixar nem fingir que há igualdade. O mesmo digo para minorias e afins e essas teorias também andam a espalhar por muitos países da UE. Em vez de quererem igualdade de oportunidades querem forçar um resultado igual para toda a gente mesmo que não seja merecido.

  2. Oh não é que tinha razão. É mesmo ideias dos EUA:
    https://www.tsf.pt/programa/conversa-delas/emissao/catarina-marcelino-secretaria-de-estado-para-a-cidadania-e-igualdade-5670679.html

    Está senhora quer aplicar discriminação positiva nas empresas para que haja igualdade forçada de géneros em relação ao salário é número de pessoas mereçam ou não. Não se trata de igualdade de oportunidades nem de quem é mais eficaz no trabalho. Na lógica destas pessoas nas empresas as pessoas não contratam mulheres por serem mulheres e o mesmo para minorias.

    Pouco importa que muitas jovens tiram cursos que não têm saída como eng. do ambiente ou psicologia. Também pouco importa que no privado o que importa é o trabalho efectivo. Enfim, parece-me obvio porque é que está senhora foi chutada e acho que o PS fez muito bem apesar de não concordar com muitas ideias deles. Vamos lá ver é se não vêm outra peça com as mesmas ideias.

  3. Não conheço o perfil nem o trabalho da senhora mas arrisco em dizer que ela foi excluída por ser competente naquilo que faz, o que não é normas nos nossos políticos… Digo eu, não sei…

  4. Realmente o que aqui foi dito é a verdade. Só mais uma coisa. Acabem com esse tacho e canalizem esse dinheiro que é nosso para defender a floresta… Bem mais útil. Quanto a essa senhora tem futuro promissor no bloco…. Se não se filiar é um desperdício…vi o prós e contras em que participou e da para ver isso. É uma pena se não a aceitarem! Alguem conheçe a Catarina? Metam uma cunha..

  5. a igualdade que elas queriam nunca vao ter!!!! saia ministra entre ministra…. haja secretarias de estado nao haja, governe quem governar…….a geringonça bem quer facilitar e fomentar o transexual o transgenero etc…. mas o mais dramatico disto tudo é que se instalou uma “guerra” entre mulheres. quem puxa o ministerio com mais força?. sera que o costa esta por tras disto tudo? kkkkkk. o socrates gostava de usar o termo transvestido.. este governo ja nem precisa de se transformar….

  6. ENZO, concordo com tudo o que dizes. É isso mesmo; acabem com esta treta e protegem aqueles desgraçados e desgraçadas que viviam de quase nada ( galinhas, uns ovos, uma cabritas e umas ovelhas). É bem visto que esta ex. Secretaria da Igualdade, tinha toda a proteção do António Costa, mas agora tiro-lhe o tapete. Contudo, Catarina Martins despediu a Presidente da Comissão de Igualdade de Género, e como estava no inicio do contrato, estamos ainda a pagar o salário por mais dois anos. E fez muitas outras deixando a divida por nossa conta.

  7. Estou de acordo 100% com o Enzo. Só mais uma coisa. Catarina Marcelino, despediu a Presidente da Comissão Igualdade de Género que estava no inicio do contrato. A lei é assim: vamos pagar durante 3 anos o salario a essa ex Presidente. Mas fez muitas mais: quem não se lembra do que ela escreveu nas redes sociais com erros de ortografia uns atras dos outros? Sim ela é uma bloquista, fica bem junta das Mortaguas.

Fábio Coentrão apontado ao FC Porto

O lateral esquerdo, que se encontra neste momento sem clube, terá sido alvo de sondagem por parte do FC Porto para reforçar a equipa de Sérgio Conceição. Segundo o jornal A Bola, Fábio Coentrão já foi …

EUA. Explosão em refinaria levanta questões sobre utilização de produtos químicos letais

Na madrugada de 21 de junho, explosões na refinaria Philadelphia Energy Solutions, no sul da Filadélfia, Estados Unidos (EUA), sacudiram as casas, enviaram bolas de fogo para o ar e acordaram os moradores próximos. Este …

Irão anuncia reunião extraordinária para salvar acordo de Viena

Uma nova reunião extraordinária para tentar salvar o acordo sobre o programa nuclear iraniano vai realizar-se em Viena no domingo, anunciou esta terça-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão. De acordo com o comunicado do …

PS aprova listas de candidatos a deputados. Braga ainda em aberto

A Comissão Política Nacional do PS aprova nesta terça-feira as listas de candidatos a deputados às próximas eleições legislativas, num processo em termos globais pacífico internamente. Em Braga, há nomes em aberto. O processo para a …

Morreu Li Peng, o antigo primeiro-ministro chinês que pôs fim aos protestos de Tiananmen

O antigo primeiro-ministro chinês, Li Peng, morreu esta segunda-feira, avançou a agência estatal Xinhua. Aos 91 anos, o político que liderou a "ala dura" do Governo durante os protestos de Tiananmen, em 1989, faleceu de …

Kim Jong-un inspeciona novo submarino em contexto de impasse com EUA

O submarino vai ser lançado no mar do Leste, confirmou a agência de notícias norte-coreana. Não há informações sobre o sistema de armas que o submarino continha ou onde e quando a inspeção ocorreu. O líder …

Parlamento espanhol chumba investidura de Pedro Sánchez como primeiro-ministro

Pedro Sánchez precisava do voto de 176 dos 350 deputados, mas só teve o sim da própria bancada parlamentar. Agora tem até quinta-feira para fechar um acordo com o Podemos. O Congresso dos Deputados espanhol (parlamento) …

China não deu ouvidos aos EUA e recebeu milhões de barris de petróleo do Irão

Apesar de os EUA terem imposto sanções a todos os países que comprem petróleo ao Irão, há uma nação que parece não ter dado ouvidos à Casa Branca. Há petroleiros iranianos a descarregar milhões de barris …

"Não se pode brincar com a saúde". Costa em rota de colisão com Ordem dos Médicos

Está o caldo entornado entre o primeiro-ministro e a Ordem dos Médicos (OM). A organização profissional reage com "estranheza" e muitas críticas às palavras de António Costa que acusou a OM de restringir a concorrência e …

O salário médio de um português compra 645 litros de gasolina. O espanhol compra o dobro

Com um salário médio, é possível comprar 645 litros de gasolina em Portugal, bastante menos do que podem comprar os habitantes dos países vizinhos nas mesmas condições, mostra um relatório desenvolvido pelo Picodi. De acordo com …