Recurso da Operação Marquês nas mãos do juiz Rui Rangel

António Pedro Santos / Lusa

O juíz desembargador Rui Rangel

Rui Rangel, suspeito de vários crimes na Operação Lex, terá sido escolhido por sorteio informático para julgar um recurso da Operação Marquês. O juiz nega essa informação.

O juiz Rui Rangel — que foi constituído arguido no âmbito da Operação Lex por suspeitas de corrupção e tráfico de influências — foi escolhido por sorteio para julgar um recurso da Operação Marquês, avança o Público esta sexta-feira. A informação foi transmitida ao jornal pelo presidente do Tribunal da Relação de Lisboa (TRL), Orlando Nascimento.

Este é um dos seis recursos criminais que o sistema informático atribuiu ao juiz desembargador, entre os quais se destaca também o “Máfia de Sangue”, processo relacionado com a apreensão de e-mails na sede da Octapharma em 2016.

Em declarações à TSF, Rangel nega ter em mãos um recurso da Operação Marquês e afirma que a notícia do jornal Público “não corresponde à verdade”.

O presidente do TRL adianta que o processo ainda não chegou às mãos do juiz. “Sendo uma distribuição recente, ainda não foram entregues processos ao juiz desembargador para a decisão e consequentemente não foi suscitada qualquer escusa ou recusa”.

A relação problemática de Rangel com a Operação Marquês remonta a 2015 quando, num debate na TVI, acusou a justiça de ter reagido de forma vingativa relativamente ao facto de o ex-primeiro-ministro José Sócrates, um dos principais protagonistas deste caso, não aceitar sair da cadeia de Évora para ir para casa com pulseira eletrónica.

Na altura, escreve o Público, os juízes do Supremo entenderam “existir motivo sério e grave, adequado a gerar desconfiança sobre a imparcialidade” de Rui Rangel, que já tinha apreciado recursos judiciais deste caso, entre eles o polémico acórdão que determinou o fim do segredo de justiça do inquérito.

Em março de 2017, a pedido do Ministério Público (MP), o juiz foi impedido pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ) de decidir um outro recurso do mesmo processo, uma vez que os comentários “vulneram, de forma séria e grave, a imparcialidade do julgador, a neutralidade e a indiferença” obrigatórias no desempenho de qualquer magistrado judicial.

O juiz voltou ao Tribunal da Relação de Lisboa em julho depois de um ano de suspensão, mas ainda enfrenta a possibilidade de ser totalmente afastado do TRL devido ao processo disciplinar aberto pelo Conselho Superior da Magistratura (CSM). O magistrado decidiu usar o direito de apresentar a sua defesa.

A Operação Lex foi conhecida em janeiro de 2018 e tem 14 arguidos constituídos, entre os quais o juiz, a sua ex-mulher e também juíza, Fátima Galante, e o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira.

O caso teve origem numa certidão extraída do processo Operação Rota do Atlântico, que levou à constituição como arguidos de José Veiga, antigo empresário de futebol, e Paulo Santana Lopes, irmão do antigo primeiro-ministro, por suspeitas de corrupção no comércio internacional, branqueamento de capitais, fraude fiscal, tráfico de influências e participação económica em negócio.

Segundo fontes judiciais, o desfecho da investigação, que já se prolonga por um ano e meio, não deverá estar concluído antes do final do ano.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Jesus "superstar" vence dérbi Fla-Flu, mas sonha regressar a Portugal

Por estes dias, Jorge Jesus continua o seu caminho como superstar no campeonato brasileiro de futebol: o técnico português, que comanda o Flamengo, venceu, este domingo, o dérbi frente ao Fluminense por 2-0, em jogo …

Cientistas encontraram sinais precoces de doença cardíaca em múmias com 4.000 anos

Múmias com quatro mil anos mostraram ter acumulação de colesterol nas artérias, sugerindo que as doenças cardíacas eram provavelmente mais comuns nos tempos antigos do que se pensava. Mohammad Madjid, professor assistente de medicina cardiovascular na …

Donald Trump desiste de realizar o G7 no seu clube de golfe em Miami

A decisão de Donald Trump, a braços com um processo de impeachment, de usar um dos seus resorts levantou dúvidas sobre conflito de interesses. O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, abandonou a ideia de realizar …

Costa vai a Belém apresentar secretários de Estado. Patrícia Gaspar e Antero Luís na lista

O primeiro-ministro indigitado, António Costa, vai esta segunda-feira a Belém apresentar ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, os nomes dos secretários de Estado que vão integrar o próximo Governo. O encontro, marcado para as 11 …

Chernobyl transforma-se num santuário para uma rara espécie de cavalos

Chernobyl tem sido o inesperado lar de uma espécie de cavalos em vias de extinção. Dezenas de cavalos de Przewalski foram observados em edifícios abandonados na zona radioativa da cidade ucraniana. Surpreendentemente, uma espécie de cavalos …

Sánchez desloca-se a Barcelona para “visitar agentes feridos” e lembra obrigações de Torra

O presidente do governo espanhol, em funções, Pedro Sánchez, desloca-se esta segunda-feira a Barcelona, após ter criticado o presidente do governo regional da Catalunha por não ter condenado com firmeza os atos de violência dos …

Governo de Hong Kong pede desculpas após polícia pulverizar mesquita

O Governo de Hong Kong pediu esta segunda-feira desculpas a líderes muçulmanos, depois da polícia antimotim ter pulverizado um portão da mesquita e algumas pessoas com um canhão de água, quando as autoridades tentavam dispersar …

Bolívia. Resultados preliminares dão vitória a Morales, mas com segunda volta

O chefe de Estado boliviano lidera os resultados preliminares da primeira volta das eleições Presidenciais, mas parece ser obrigado a disputar uma segunda ronda contra o ex-Presidente Carlos Mesa. A autoridade eleitoral da Bolívia indicou que, …

Telemóveis e computadores podem acelerar o envelhecimento

Uma nova investigação, levada a cabo por cientistas da Oregon State University, nos Estados Unidos, concluiu que a exposição diária à luz azul, como aquela que é emitida por telemóveis e computadores, pode afetar a …

Quatro espeleólogos portugueses desaparecem em gruta espanhola

Uma equipa de resgate foi acionada para localizar quatro espeleólogos portugueses que estão desde sábado na gruta de Cueto-Coventosa, em Espanha, com os trabalhos de socorro a serem dificultados pelo aumento do nível da água Quatro …