PSD propõe alargamento do lay-off, reforço das linhas de crédito e redução do IMI

Rodrigo Antunes / Lusa

O PSD anunciou, esta segunda-feira, as propostas económicas para fazer face ao impacto do novo coronavírus. O plano “tem um custo adicional de 300 milhões de euros ao que o Governo se propõe investir”.

Rui Rio anunciou, esta segunda-feira, os contributos do partido para as medidas de combate aos efeitos económicos da pandemia. Entre as propostas encontram-se o alargamento do acesso ao lay-off, reforço da linha de crédito às empresas, desconto de 20% no IMI para negócios e famílias e revisão da moratória ao crédito para que os portugueses “não paguem juros sobre juros”.

De acordo com o líder do PSD, estes “melhoramentos” ao plano do Governo representam um custo adicional de 300 milhões de euros, “pouco dinheiro face a dimensão do que estamos a falar”.

O líder da oposição defende a importância deste pacote de medidas para as empresas terem liquidez para pagar o que devem e as famílias possam manter “algum rendimento”. “Somos oposição ao vírus“, declarou.

Segundo a Rádio Renascença, os sociais-democratas defendem a desburocratização do acesso ao lay-off. Segundo a proposta, o Estado deve passar a pagar diretamente aos trabalhadores e não a reembolsar as empresas. Defendem, ainda, o alargamento do lay-off às empresas do setor empresarial local, ou seja, as empresas municipais.

O PSD quer considerar os sócios-gerentes de empresas como um trabalhador, para terem direito a apoios da Segurança Social e defende que o Estado deve “pagar de imediato” todas as dívidas que tem aos seus fornecedores.

Redefinir as linhas de crédito de apoio à tesouraria das empresas, mas também dos empresários em nome individual e os profissionais liberais é outra das propostas, assim como a isenção das micro empresas de comissão de gestão ou acompanhamento.

Rio defende também o alargamento dos prazos fiscais: passar o pagamento do IVA do primeiro e segundo trimestre deste ano para abril; o pagamento do IRC e dos pagamentos por conta em IRC, do primeiro semestre, para outubro; dispensar os profissionais liberais do pagamento do pagamento por conta em sede de IRS; e passar o pagamento da taxa social única (TSU), de abril e maio, para outubro.

Em relação ao IMI, o PSD defende a redução para pequenas e médias empresas em 20%, durante 2020, e para famílias em 20% este ano, para habitação própria e permanente. Alterar o regime de moratório dos créditos à habitação, para que as pessoas não paguem juros sobre juros, é outra das propostas.

Transformar incumprimentos bancários em dívida a três anos também é uma das propostas dos sociais-democratas. Em relação às pessoas que estão sem trabalhar por causa do estado de emergência, o PSD defende que as empresas devem poder utilizar metade das férias das pessoas por conta deste período de paragem.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. «…Somos oposição ao vírus…»

    O sr. Rio devia afirmar que são oposição à crise económica e respectiva falência do actual sistema financeiro, e não «…Somos oposição ao vírus…», pois para além de ser uma afirmação irracional (vírus não provocam crises económicas) pode tirar-lhe credibilidade.

    Quanto ao resto, deve continuar com a sua linha de acção política pois está a demonstrar um enorme sentido de Estado, não entrando no jogo mal-intencionado de malhar no governo que muita gente gostaria, só é pena estar como representante do Partido Social Democrata (PSD) o que faz com que os cidadãos tenham reticências sobre se realmente as medidas que apresenta possam vir a ser executáveis ou apoiadas.

Vanessa Guillen foi espancada até à morte. Jovem soldado tinha dito à mãe que era vítima de assédio

Vanessa Guillen foi vista pela última vez a 22 de abril, pouco tempo depois de confessar à mãe que estava a ser assediada por um sargento. O principal suspeito da morte da jovem suicidou-se e …

Presidente da Câmara do Funchal envia carta a Boris Johnson a defender a Madeira

O presidente da Câmara do Funchal escreveu uma carta a Boris Johnson, na qual realça "alguns argumentos fortes" a favor da Madeira como destino de férias para os cidadãos do Reino Unido. O presidente da Câmara …

Livros pró-democracia desapareceram das bibliotecas de Hong Kong

Livros escritos por importantes ativistas da democracia de Hong Kong começaram a desaparecer das bibliotecas da cidade, avança a agência noticiosa francesa AFP, citando registos online destes espaços. Os livros pró-democracia desapareceram das prateleiras da …

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal. O ex-treinador do Boavista, que já tinha passado pelo Bonfim em 2018/2019, vai suceder a Júlio Velázquez no comando técnico dos sadinos. Esta segunda-feira, Lito Vidigal, …

Estados Unidos confirmam rara infeção provocada por parasita que destrói o cérebro

Foi detetada, no cérebro de uma pessoa no condado de Hillsborough, uma ameba rara que destrói o cérebro. O parasita chama-se Naegleria Fowleri. Uma ameba rara que destrói o cérebro, conhecida como Naegleria Fowleri, foi detetada numa …

IKEA devolve a Portugal 500 mil euros em apoios do lay-off

A IKEA já reuniu com o Governo e diz estar a estudar a melhor forma de proceder à devolução do montante recebido pelo Estado.  Segundo o Dinheiro Vivo, a IKEA Portugal vai devolver cerca de 500 …

Isabel dos Santos diz-se "contactável e disponível" para colaborar com a justiça

Isabel dos Santos negou, esta segunda-feira, que a justiça desconheça o seu paradeiro e que não a consiga contactar, depois de o procurador-geral de Angola ter vindo a público denunciar a ausência de respostas da …

"Não estamos a dar a resposta suficientemente eficaz nesta fase", diz bastonário dos médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, defendeu esta segunda-feira que enquanto faltar uma "resposta suficientemente eficaz" à covid-19 na fase de desconfinamento, a recuperação económica também será mais lenta. O responsável falava aos …

Bolsonaro alarga veto para uso de máscaras no Brasil

Jair Bolsonaro vetou, esta segunda-feira, a obrigatoriedade do uso de máscaras em prisões durante a pandemia, segundo informações divulgadas no Diário Oficial da União. A decisão do Presidente brasileiro incluiu também o fim da obrigatoriedade de …

Carruagens compradas pela CP à espanhola Renfe vão ter espaço para bicicletas

As 51 carruagens que a CP - Comboios de Portugal vai comprar à espanhola Renfe por 1,6 milhões de euros permitirão o transporte de bicicletas, revelou o ministro Pedro Nuno Santos, garantindo que serão gastos …