Programa de Estabilidade. Centeno não arrisca e mantém défice em 0,2%

O Governo envia esta segunda-feira para Bruxelas o Programa de Estabilidade. Tudo aponta para que 2019 seja o ano do défice zero, mas Mário Centeno prefere ser cauteloso e mantém défice em 0,2%.

O Programa de Estabilidade com as previsões orçamentais de medidas de política para o período de 2019 a 2023 (PE 2019-2023) será revelado esta segunda-feira pelo Ministério das Finanças. Mário Centeno deve apresentar o documento em conferência de imprensa esta tarde, em horário ainda a definir.

Os dados dos últimos anos apontam para que 2019 seja o ano do défice zero. No entanto, o Governo mantém-se cauteloso e prevê no programa de Estabilidade um défice de 0,2%.

No início do mês, ao jornal Público, Mário Centeno revelou que a meta do défice seria de 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB), uma semana depois de Marcelo Rebelo de Sousa afirmar que o défice orçamental de 0,5% em 2018 representava “uma base de partida muito boa” para se chegar ao défice zero.

Na altura, o resultado de 0,5% foi melhor do que a estimativa do Governo, que apontava para um défice de 0,7%. Na verdade, esta é uma tendência comum, já que nos últimos Programas de Estabilidade, o défice orçamental foi sempre melhor do que as estimativas do Governo.

No seguimento deste padrão, 2019 pode mesmo ser o ano de erradicação do défice ou até de excedentes orçamentais, um cenário que o Governo prevê apenas para 2020 desde o primeiro Programa de Estabilidade e que deverá ser reforçado no documento apresentado esta segunda-feira, avança o Jornal i.

O FMI mostra-se, contudo, um pouco mais pessimista que o Governo português. No relatório divulgado na semana passada, estimava que o défice iria chegar, este ano, aos 0,6% do PIB. Em relação aos excedentes orçamentais, o FMI prevê que o primeiro excedente, de 0,4% do PIB, aconteça apenas em 2021.

No que diz respeito à dívida pública, o cenário deverá ser semelhante, uma vez que só o primeiro Programa de Estabilidade teve um resultado final pior do que o previsto.

Em 2016, o Governo apontou para um dívida de 124,8% do PIB, mas esta acabou por chegar aos 129,2%. No ano seguinte, a estimativa foi de 127,9% e o resultado acabou por ser 124,8%, Em 2018, o Executivo tinha previsto uma dívida de 122,2% e acabou com 121,5%. No Orçamento do Estado para 2019, Centeno apontava para uma dívida pública de 118,5%. O FMI é mais pessimista e fala em 119,5%.

As estimativas de Centeno no que toca ao crescimento económico apresentaram uma tendência contrária: nos dois primeiros anos, os resultados foram melhores que as previsões, mas em 2018 a realidade foi mais dura do que as expectativas. Nesse ano, o Executivo apontou para um crescimento de 2,3%, mas este acabou por ficar nos 2,1%.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Arriscar o quê?
    Este senhor durante a sua governação arriscou e meteu o País na Miséria.
    Onde está a viragem da Página da Austeridade da Troika? com todos os reformados que falo nenhum diz que teve qualquer aumento de Pensão… Mentirosos

    • Ó meu caro, o que esperava? Milagres?
      Note-se que não sou socialista nem apreciador das ideias respectivas.
      Mas o homem não podia fazer diferente. O chefe dele é que aldrabou (com a conivência do Bloco, do PC e dos Melancias) a populaça.
      As contas não são difíceis de fazer. Não há dinheiro. As coisas melhoraram, é certo, mas se regressarmos aos hábitos do passado, estamos logo com a Troika de volta.
      A malta tem de perceber de uma vez: NÃO HÁ DINHEIRO. SERÁ ASSIM COM PS, PSD, CDS, PCP, BE, ou quaisquer outros. A isto acresce que já não temos soberania orçamental plena (e ainda bem, porque se assim não fosse, nem quero imaginar como estaríamos).
      A malta tem de perceber que vai ter de trabalhar mais anos e receber menos de reforma. É mau? Claro que é! Gosto? Não (especialmente porque, no meu caso, ainda nem a meio da carreira estou)!
      Bem sei que vieram aí uns idiotas criticar o estudo da FFMS que defendeu o aumento da idade da reforma para os 69 anos. O ministro veio logo dizer que nem pensar. Pois claro! Quando a bomba rebentar ele já estará reformado (os tais direitos adquiridos) e não irão mexer-lhe na pensão.
      Mas, a questão resume-se a aritmética simples. Se aumenta a esperança média de vida, isto é, o número de anos em que o pessoal recebe reforma (e admitindo que o sistema estava equilibrado antes), então terá de aumentar a idade média da reforma. Ou então diminuem-se as pensões. Ou, aumentam-se as contribuições. Ou matam-se os pensionistas! É só escolherem!
      O Sr. Costa mentiu e enganou os portugueses promentendo o que não podia cumprir. Professores, polícias, enfermeiros, já começaram a abrir os olhos. Falta o resto da populaça!

    • É… o país estava super-mega rico; o Cem-tino é que o pôs na miséria!…
      “com todos os reformados que falo nenhum diz que teve qualquer aumento de Pensão… Mentirosos”
      Exacto – se não dizem, esses reformados, ou tem uma reforma de luxo ou são mentirosos!!
      Quero ver um reformado com uma reforma baixa (abaixo de salário mínimo) que não tenha sido aumentada!

RESPONDER

Sim, as pessoas ficam mais bonitas quando estamos bêbados

Uma investigação acaba de provar a teoria dos "óculos de cerveja": depois de ingerirmos álcool, as outras pessoas tornam-se mais atraentes para nós. Uma equipa de investigadores da Edge Hill University, no Reino Unido, resolveu investigar …

Leverkusen vs FC Porto | Luis Díaz mantém “dragão” à tona

O FC Porto perdeu na Alemanha, na visita ao Bayer Leverkusen, por 2-1, e tem tudo em aberto na perspetiva de chegar aos oitavos-de-final da Liga Europa. Após uma primeira parte difícil, na qual praticamente não …

Ex-presidente do Tribunal da Relação Vaz das Neves arguido na Operação Lex

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa foi constituído arguido no processo Operação Lex, em que também são arguidos o desembargador Rui Rangel e a sua ex-mulher e juíza Fátima Galante. A fonte adiantou à …

Rangers vs Braga | "Braveheart" romeno estraga noite "guerreira"

  O Sporting de Braga perdeu em casa dos escoceses do Rangers por 3-2, esta quinta-feira, em jogo da primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa de futebol em que esteve a vencer …

Morreu Joaquim Pina Moura, antigo ministro da Economia e das Finanças

O ex-ministro da Economia e das Finanças morreu em casa, em Lisboa, aos 67 anos, devido a doença neurodegenerativa, disse à agência Lusa o filho, o fotojornalista João Pina. Natural de Loriga, Seia (distrito da Guarda), …

Duran Duran e A-ha levam anos 80 ao Rock in Rio

Os noruegueses A-ha, responsáveis por Take on me, tema que fez sucesso na década de 80, estrear-se-ão em palcos portugueses no Rock in Rio Lisboa, atuando no mesmo dia em que os ingleses Duran Duran. Segundo …

Maior avião comercial do mundo vai ser reciclado (mas vende lembranças)

O primeiro Airbus A380 vai ser dividido em peças para futuras substituições, mas vai voltar aos céus através de etiquetas de bagagem. O MSN003 começou a ser fabricado em 2004 e tornou-se o primeiro avião super …

Caso Roger Stone. Ex-consultor de Trump condenado a 40 meses de prisão

O ex-consultor do Presidente dos Estados Unidos foi condenado, esta quinta-feira, a mais de três anos de prisão, apesar da interferência do procurador-geral para reduzir a recomendação de sentença. Um tribunal federal condenou o ex-consultor de …

Shakhtar D. vs Benfica | "Águia" perde mas sai viva

Ainda não foi esta quinta-feira que o Benfica regressou à senda dos bons resultados. Na visita a Kharkiv, casa emprestada do Shakhtar Donetsk, os campeões nacionais perderam por 2-1. Os três golos nasceram todos na etapa …

Após 40 anos, a Casa dos Amantes de Pompeia abre ao público

Pela primeira vez após 40 anos, a Casa dos Amantes, rica em frescos e decorações e uma das jóias de Pompeia, vai abrir ao público. Encontrada durante escavações em 1933, a Casa dos Amantes, em Pompeia, …