Programa de Estabilidade. Centeno não arrisca e mantém défice em 0,2%

O Governo envia esta segunda-feira para Bruxelas o Programa de Estabilidade. Tudo aponta para que 2019 seja o ano do défice zero, mas Mário Centeno prefere ser cauteloso e mantém défice em 0,2%.

O Programa de Estabilidade com as previsões orçamentais de medidas de política para o período de 2019 a 2023 (PE 2019-2023) será revelado esta segunda-feira pelo Ministério das Finanças. Mário Centeno deve apresentar o documento em conferência de imprensa esta tarde, em horário ainda a definir.

Os dados dos últimos anos apontam para que 2019 seja o ano do défice zero. No entanto, o Governo mantém-se cauteloso e prevê no programa de Estabilidade um défice de 0,2%.

No início do mês, ao jornal Público, Mário Centeno revelou que a meta do défice seria de 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB), uma semana depois de Marcelo Rebelo de Sousa afirmar que o défice orçamental de 0,5% em 2018 representava “uma base de partida muito boa” para se chegar ao défice zero.

Na altura, o resultado de 0,5% foi melhor do que a estimativa do Governo, que apontava para um défice de 0,7%. Na verdade, esta é uma tendência comum, já que nos últimos Programas de Estabilidade, o défice orçamental foi sempre melhor do que as estimativas do Governo.

No seguimento deste padrão, 2019 pode mesmo ser o ano de erradicação do défice ou até de excedentes orçamentais, um cenário que o Governo prevê apenas para 2020 desde o primeiro Programa de Estabilidade e que deverá ser reforçado no documento apresentado esta segunda-feira, avança o Jornal i.

O FMI mostra-se, contudo, um pouco mais pessimista que o Governo português. No relatório divulgado na semana passada, estimava que o défice iria chegar, este ano, aos 0,6% do PIB. Em relação aos excedentes orçamentais, o FMI prevê que o primeiro excedente, de 0,4% do PIB, aconteça apenas em 2021.

No que diz respeito à dívida pública, o cenário deverá ser semelhante, uma vez que só o primeiro Programa de Estabilidade teve um resultado final pior do que o previsto.

Em 2016, o Governo apontou para um dívida de 124,8% do PIB, mas esta acabou por chegar aos 129,2%. No ano seguinte, a estimativa foi de 127,9% e o resultado acabou por ser 124,8%, Em 2018, o Executivo tinha previsto uma dívida de 122,2% e acabou com 121,5%. No Orçamento do Estado para 2019, Centeno apontava para uma dívida pública de 118,5%. O FMI é mais pessimista e fala em 119,5%.

As estimativas de Centeno no que toca ao crescimento económico apresentaram uma tendência contrária: nos dois primeiros anos, os resultados foram melhores que as previsões, mas em 2018 a realidade foi mais dura do que as expectativas. Nesse ano, o Executivo apontou para um crescimento de 2,3%, mas este acabou por ficar nos 2,1%.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Arriscar o quê?
    Este senhor durante a sua governação arriscou e meteu o País na Miséria.
    Onde está a viragem da Página da Austeridade da Troika? com todos os reformados que falo nenhum diz que teve qualquer aumento de Pensão… Mentirosos

    • Ó meu caro, o que esperava? Milagres?
      Note-se que não sou socialista nem apreciador das ideias respectivas.
      Mas o homem não podia fazer diferente. O chefe dele é que aldrabou (com a conivência do Bloco, do PC e dos Melancias) a populaça.
      As contas não são difíceis de fazer. Não há dinheiro. As coisas melhoraram, é certo, mas se regressarmos aos hábitos do passado, estamos logo com a Troika de volta.
      A malta tem de perceber de uma vez: NÃO HÁ DINHEIRO. SERÁ ASSIM COM PS, PSD, CDS, PCP, BE, ou quaisquer outros. A isto acresce que já não temos soberania orçamental plena (e ainda bem, porque se assim não fosse, nem quero imaginar como estaríamos).
      A malta tem de perceber que vai ter de trabalhar mais anos e receber menos de reforma. É mau? Claro que é! Gosto? Não (especialmente porque, no meu caso, ainda nem a meio da carreira estou)!
      Bem sei que vieram aí uns idiotas criticar o estudo da FFMS que defendeu o aumento da idade da reforma para os 69 anos. O ministro veio logo dizer que nem pensar. Pois claro! Quando a bomba rebentar ele já estará reformado (os tais direitos adquiridos) e não irão mexer-lhe na pensão.
      Mas, a questão resume-se a aritmética simples. Se aumenta a esperança média de vida, isto é, o número de anos em que o pessoal recebe reforma (e admitindo que o sistema estava equilibrado antes), então terá de aumentar a idade média da reforma. Ou então diminuem-se as pensões. Ou, aumentam-se as contribuições. Ou matam-se os pensionistas! É só escolherem!
      O Sr. Costa mentiu e enganou os portugueses promentendo o que não podia cumprir. Professores, polícias, enfermeiros, já começaram a abrir os olhos. Falta o resto da populaça!

    • É… o país estava super-mega rico; o Cem-tino é que o pôs na miséria!…
      “com todos os reformados que falo nenhum diz que teve qualquer aumento de Pensão… Mentirosos”
      Exacto – se não dizem, esses reformados, ou tem uma reforma de luxo ou são mentirosos!!
      Quero ver um reformado com uma reforma baixa (abaixo de salário mínimo) que não tenha sido aumentada!

RESPONDER

Só as mulheres podem parar o Apocalipse nuclear

O aumento da participação feminina no setor nuclear ajudaria a reduzir a ameaça de um Apocalipse, afirmou recentemente a analista Xanthe Scharf. O conflito nuclear continua a ser a maior ameaça imediata à segurança global. Os …

Esqueleto que caiu de um penhasco pode ter pertencido a uma princesa

Há mais de um século, um tronco esculpido que continha o antigo esqueleto de uma mulher caiu de um penhasco à beira-mar na pequena vila costeira polaca de Bagicz. Agora, os investigadores determinaram que a mulher …

Apanhado no Facetime. Prisão perpétua para português por violação e agressão em Inglaterra

Um português a residir em Inglaterra foi condenado a prisão perpétua por violação e agressão a uma jovem de 19 anos, tendo uma captura de ecrã durante uma chamada de FaceTime sido um elemento chave. Samuel …

Estranha síndrome genética está a cegar famílias inteiras

Médicos na Austrália descobriram uma condição ultra-rara que está gradualmente a cegar famílias inteiras em redor do mundo. Agora, estão a tentar encontrar uma cura. Os primeiros sinais da condição surgiram na Austrália, quando uma mãe, …

Juventus é campeã pela oitava vez consecutiva. E Ronaldo estava lá

A Juventus conquistou este sábado a Serie A pela oitava vez consecutiva, depois de vencer em casa a Fiorentina por 2-1, em jogo da 33ª jornada. Poucos dias após a eliminação nos quartos de final da …

Coletes Amarelos: novo sábado de violência em Paris

Mobilizados há mais de cinco meses, os "coletes amarelos" voltaram este sábado às ruas para o seu "acto XXIII" marcado por uma nova escalada da tensão entre manifestantes e forças de autoridade. Tiros de gás lacrimogéneo, …

Porto vs Santa Clara | Dragão suficiente assume liderança

O FC Porto venceu hoje o Santa Clara por 1-0, em partida da 30.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que permite aos ‘dragões' regressarem, à condição, ao comando do campeonato. O FC Porto cumpriu …

Notre-Dame pode não ser a única. Vários monumentos em todo o mundo estão em risco

O incêndio na catedral de Notre-Dame, em Paris, levantou questões sobre a forma como os órgãos responsáveis pelo património cultural realizam políticas de conservação e detetam possíveis problemas. Além disso, a Unesco indicou que vários locais de …

Hubble espreita aglomerado cósmico azul

Os enxames globulares são objetos inerentemente belos, mas o alvo desta imagem do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, Messier 3, é frequentemente reconhecido como um dos mais esplêndidos de todos. Contendo, incrivelmente, meio milhão de estrelas, …

Comer carne vermelha (mesmo moderadamente) aumenta risco de cancro do intestino

O maior estudo alguma vez realizado no Reino Unido sugere que devemos reduzir (ainda mais) o consumo de carne vermelha. Um estudo financiado pela Cancer Research UK e desenvolvido pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, …