Polícia recupera cópia roubada de “Salvator Mundi” de Leonardo da Vinci, a pintura mais cara do mundo

Justin Lane / EPA

Uma cópia do século XVI do “Salvator Mundi” de Leonardo da Vinci, a pintura mais cara do mundo, foi recuperada pela polícia depois de ter sido roubada de um museu em Nápoles, em Itália.

A obra, provavelmente pintada por um dos alunos do artista do Renascimento, foi descoberta num apartamento durante uma busca na cidade italiana, segundo um comunicado da polícia italiana, citado pela CNN.

O dono da propriedade, de 36 anos, foi encontrado nas proximidades e levado sob custódia sob suspeita de ter recebido bens roubados.

O retrato foi inspirado na famosa representação de Cristo feita por Leonardo da Vinci com uma das mãos erguida em bênção e a outra a segurar uma esfera de cristal. Numerosas cópias da obra foram feitas durante a vida do artista pelos seus alunos e assistentes.

Embora não se saiba quem criou este “Salvator Mundi” em particular, acredita-se que tenha sido pintado no final da década de 1510 por alguém da oficina de Da Vinci. O proprietário do retrato, o Museu de San Domenico Maggiore em Nápoles, disse que existem “várias hipóteses” sobre a identidade do pintor, com a teoria “mais convincente” dá crédito ao aluno Girolamo Alibrandi.

Acredita-se que a pintura foi criada em Roma antes de ser levada a Nápoles por Giovanni Antonio Muscettola, um enviado e conselheiro do Sacro Imperador Romano, Carlos V.

A obra regressou brevemente à capital italiana em 2019, quando foi emprestada à Villa Farnesina para a exposição “Leonardo em Roma”. O folheto da exposição descreve-o como uma cópia “magnífica” da obra-prima do artista. A lista online do San Domenico Maggiore, entretanto, descreveu o trabalho como um esboço pictórico “refinado” e “bem preservado”.

A polícia não especificou quando a pintura foi roubada, embora o museu de Nápoles tenha relatado estar na posse da obra em janeiro de 2020, quando foi devolvida de Roma.

O Salvator Mundi chegou a ser anunciado como a primeira obra de Leonardo da Vinci descoberta desde 1909, mas a autoria do quadro está ainda por confirmar. Há suspeitas de que possa ter sido pintada por um pupilo de Da Vinci, Giovanni Antonio Boltraffio.

Apesar das dúvidas, em 2017, a pintura foi vendida por um valor recorde de 400 milhões de euros. Depois de esta ter sido comprada por Bader bin Abdullah bin Mohammed bin Farhan al-Saud, parente afastado da família real da Arábia Saudita, foi anunciado que a pintura seria a estrela do novo Louvre de Abu Dhabi, que abriu portas em novembro desse ano.

Apesar de se acreditar que Leonardo da Vinci esteve envolvido na produção do quadro, vários especialistas continuam a questionar e a pôr em causa a sua autoria, que chegou a ser atribuída a Bernardo Luini, que fazia parte do círculo do pintor florentino. Esta teoria voltou a ser defendida muito recentemente pelo historiador de arte Matthew Landrus.

Salvator Mundi desapareceu subitamente. Uma teoria apresentada defende que o quadro poderá estar guardado no iate do príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman.

Maria Campos //

PARTILHAR

RESPONDER

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Carlos César reivindica papel do PS na construção da democracia e no combate à corrupção

O presidente do PS defendeu, esta segunda-feira, que se deveu ao seu partido o aprofundamento da democracia e os avanços no combate à corrupção, embora admitindo desvios", "erros" e "omissões num ou outro momento da …