Salvator Mundi, a pintura milionária de Da Vinci, está desaparecida

Justin Lane / EPA

“Salvator Mundi”, de Leonardo da Vinci, foi vendido no leilão Christie’s em novembro

Onde está Salvator Mundi? A pintura de Leonardo Da Vinci, a mais valiosa alguma vez vendida em leilão (mais de 450 milhões de dólares), desapareceu há seis meses do Louvre Abu Dhabi e, desde então, ninguém sabe do seu paradeiro. 

Funcionários da filial do Museu do Louvre, nos Emirados Árabes Unidos, confessaram este domingo que não sabem onde está Salvator Mundi, a pintura de da Vinci, que foi comprada por mais de 450 milhões de dólares e foi lhes foi cedida para exposição.

Em comunicado confidencial ao The New York Times, funcionários do Louvre em Abu Dhabi revelaram que “não têm conhecimento do paradeiro da pintura“, para a qual estava agendada uma exposição em setembro passado, mas que acabou por ser cancelada sem qualquer explicação. De acordo com o jornal norte-americano, a Secretaria da Cultura e do Turismo de Abu Dhabi recusa-se a comentar o assunto.

A publicação do diário sugere que a pintura possa estar na posse do seu dono, o príncipe saudita Badr bin Abdullah bin Mohammed bin Farhan Al Saud. Fonte ouvida pelo NYT afirma que a pintura foi levada para a Europa depois da compra.

Diane Modestini, professora do Instituto de Belas Artes de Nova Iorque, que trabalhou na restauração da tela atribuída Da Vinci, confirmou que havia uma encomenda para um estudo da obra, a ser realizado em Zurique, mas que acabou por ser cancelada.

No ano em que se assinala o 500.º aniversário da morte do ícone do Renascimento, uma das suas escassas obras encontra-se desaparecida. O desaparecimento de Salvator Mundi reacendeu a velha polémica sobre a sua autenticidade, havendo quem sustente que o novo proprietário teme o escrutínio do público, nota ainda o NYT.

É trágico“, lamenta Dianne Modestini. “Privar os amantes de arte e todos os que de alguma forma são tocados por esta pintura de uma obra-prima de tamanha raridade é profundamente injusto”, considera ainda a professora sobre o desapreciamento da obra.

Pintada a óleo em meados de 1500 para o rei francês Luís XII, a obra de Da Vinci, de 45 x 66 centímetros, retrata Jesus vestido com uma túnica renascentista que faz com uma mão um gestão de bênção, enquanto segura na outra mão uma esfera de cristal. O quadro é também muitas vezes mencionado como “uma espécie de versão religiosa de Mona Lisa”.

Em 2017, foi comprado por 450,3 milhões de dólares (401 milhões de euros) pelo príncipe saudita, ficado rotulado como “a obra de arte mais cara do mundo”.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Área Metropolitana de Lisboa em contingência até ao fim de agosto

O Governo vai manter a Área Metropolitana de Lisboa (AML) em situação de contingência até ao final de agosto, apurou o jornal Observador junto do Executivo socialista liderado por António Costa. De acordo com o …

Sindicato vai processar Ryanair por assédio laboral e discriminação

O Sindicato Nacional de Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai processar a Ryanair por assédio laboral e discriminação, exigindo a restituição de créditos laborais, após a resolução de contratos por justa causa, disse …

Em Itália, preparar o regresso às escolas inclui serras afiadas

Itália, o primeiro epicentro de covid-19 fora da China, usou um regime agressivo de testes e uso de máscaras para conter uma segunda vaga no país. Agora, as escolas estão a preparar-se para receber, no …

Marcelo promulga Estatuto do Antigo Combatente e veta alterações ao direito de petição

O Presidente da República promulgou o novo Estatuto do Antigo Combatente, aprovado por larga maioria no parlamento em 23 de julho, desejando tratar-se de “o início de um caminho” e não “o seu termo”. Em nota …

O céu de Wuhan iluminou-se com 400 drones para homenagear a população

O céu de Wuhan, cidade chinesa onde se pensa ter surgido o novo coronavírus, em dezembro de 2019, foi iluminado, este domingo, com 400 drones para homenagear os habitantes. De acordo com o vídeo da CGTN, …

Vila do Conde revela que tem 173 casos ativos no concelho

A Câmara de Vila do Conde, do distrito do Porto, revelou esta quarta-feira que existem 173 casos ativos de covid-19 no concelho e que já está em marcha um plano de apoio à população, assim …

Descarrilamento de comboio na Escócia faz pelo menos três mortos

Três pessoas morreram e seis ficaram feridas em consequência do descarrilamento de um comboio de passageiros na Escócia, anunciou a polícia escocesa, citada pela agência Lusa. O acidente ocorreu 160 quilómetros a nordeste de Edimburgo. Numa primeira …

Temido garante que "não haverá exceções" para o Avante (e pede cautela com vacina russa)

A ministra da Saúde defendeu esta quarta-feira que a lotação da Festa do Avante!, organizada pelo PCP, terá este ano que ser inferior à capacidade máxima de 100 mil pessoas do recinto no Seixal, por …

Trump pondera impedir entrada de residentes suspeitos de exposição à covid-19

A Administração norte-americana está a ponderar barrar a reentrada no país a cidadãos norte-americanos ou residentes legais suspeitos de terem sido expostos ao novo coronavírus. De acordo com o Jornal Económico, que cita o jornal New …

Pelo menos 42 feridos em Beirute em confrontos entre polícia e manifestantes

Pelo menos 42 pessoas ficaram feridas, esta terça-feira, em confrontos entre manifestantes e a polícia, pelo quarto dia consecutivo, nas proximidades do Parlamento em Beirute. De acordo com a Cruz Vermelha libanesa, dos pelo menos 42 …