Salvator Mundi, a pintura milionária de Da Vinci, está desaparecida

Justin Lane / EPA

“Salvator Mundi”, de Leonardo da Vinci, foi vendido no leilão Christie’s em novembro

Onde está Salvator Mundi? A pintura de Leonardo Da Vinci, a mais valiosa alguma vez vendida em leilão (mais de 450 milhões de dólares), desapareceu há seis meses do Louvre Abu Dhabi e, desde então, ninguém sabe do seu paradeiro. 

Funcionários da filial do Museu do Louvre, nos Emirados Árabes Unidos, confessaram este domingo que não sabem onde está Salvator Mundi, a pintura de da Vinci, que foi comprada por mais de 450 milhões de dólares e foi lhes foi cedida para exposição.

Em comunicado confidencial ao The New York Times, funcionários do Louvre em Abu Dhabi revelaram que “não têm conhecimento do paradeiro da pintura“, para a qual estava agendada uma exposição em setembro passado, mas que acabou por ser cancelada sem qualquer explicação. De acordo com o jornal norte-americano, a Secretaria da Cultura e do Turismo de Abu Dhabi recusa-se a comentar o assunto.

A publicação do diário sugere que a pintura possa estar na posse do seu dono, o príncipe saudita Badr bin Abdullah bin Mohammed bin Farhan Al Saud. Fonte ouvida pelo NYT afirma que a pintura foi levada para a Europa depois da compra.

Diane Modestini, professora do Instituto de Belas Artes de Nova Iorque, que trabalhou na restauração da tela atribuída Da Vinci, confirmou que havia uma encomenda para um estudo da obra, a ser realizado em Zurique, mas que acabou por ser cancelada.

No ano em que se assinala o 500.º aniversário da morte do ícone do Renascimento, uma das suas escassas obras encontra-se desaparecida. O desaparecimento de Salvator Mundi reacendeu a velha polémica sobre a sua autenticidade, havendo quem sustente que o novo proprietário teme o escrutínio do público, nota ainda o NYT.

É trágico“, lamenta Dianne Modestini. “Privar os amantes de arte e todos os que de alguma forma são tocados por esta pintura de uma obra-prima de tamanha raridade é profundamente injusto”, considera ainda a professora sobre o desapreciamento da obra.

Pintada a óleo em meados de 1500 para o rei francês Luís XII, a obra de Da Vinci, de 45 x 66 centímetros, retrata Jesus vestido com uma túnica renascentista que faz com uma mão um gestão de bênção, enquanto segura na outra mão uma esfera de cristal. O quadro é também muitas vezes mencionado como “uma espécie de versão religiosa de Mona Lisa”.

Em 2017, foi comprado por 450,3 milhões de dólares (401 milhões de euros) pelo príncipe saudita, ficado rotulado como “a obra de arte mais cara do mundo”.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Nova Iorque alerta que só terá material médico até 5 de abril

O presidente da câmara de Nova Iorque, Bill de Blasio, alertou esta sexta-feira que a cidade apenas tem material médico até 5 de abril, lembrando que a 'Big Apple' é atualmente o epicentro do novo …

Cientistas determinaram como é que o cérebro controla a voz dos morcegos

Segundo um recente estudo levado a cabo por biólogos da Universidade de Frankfurt, é um circuito neuronal específico no cérebro dos morcegos que controla as suas vozes. Os morcegos são conhecidos pelo seu exímio sentido de …

Detetadas outras nove misteriosas rajadas rápidas de rádio que se repetem

Foram detetadas nove outras Rajadas Rápidas de Rádio (FRB) que se repetem entre as 700 já identificadas desde outubro de 2018 pelo projeto científico CHIME (Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment), que se baseia num telescópio localizado …

"Não é completamente de loucos" pensar que há vida em Mercúrio

Há a possibilidade, ainda que pequena, de que Mercúrio, o planeta mais próximo do Sol, possa abrigar vida, concluiu uma nova investigação. "É possível que, enquanto houver água, as temperaturas [no planeta] sejam apropriadas para …

O porta-aviões mais avançado do mundo tem um problema inesperado nas suas casas de banho

O porta-aviões de propulsão nuclear USS Gerald R. Ford, o mais avançado da Marinha dos Estados Unidos, tem um problemas nas suas casas de banho, que precisam de ser lavadas com ácido regularmente. De acordo com …

Retirada dos ricos, colapso dos transportes e medo do contacto. As cidades no pós-pandemia

Mesmo depois de a pandemia do novo coronavírus diminuir e voltar a ser seguro estar com outras pessoas, a sociedade pode nunca mais ser a mesma. A atual pandemia de Covid-19 está a mudar rapidamente a …

"Quando a Alemanha disser que há eurobonds, os holandeses vão pastar para outras paragens"

Ana Gomes mostrou-se satisfeita com a atuação de António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa durante esta pandemia. A ex-eurodeputada deixou ainda duras críticas aos holandeses, que diz irem pastar para outras paragens quando os …

Coreia do Norte diz não ter casos de covid-19 (mas terá pedido ajuda secretamente)

Apesar de negar ter casos de infeção por covid-19, o novo coronavírus oriundo da China, a Coreia do Norte terá discretamente solicitado ajuda a outros países no combate da doença. As autoridades do país asiático terão …

Seguranças chineses usam óculos inteligentes que detetam pessoas com febre

Os seguranças do Parque Hongyuan, em Hangzhou, na China, conseguem detetar a temperatura corporal de todos os visitantes à distância de até um metro. Como? Graças a uns óculos inteligentes. De acordo com o jornal South …

"O cisne negro de todos os cisnes negros". Vírus é global, mas Portugal e Itália serão mais prejudicados

A grande pandemia motivada pelo coronavírus vai ser económica, consideram especialistas que acreditam que no pós Covid-19, o mundo mudará de forma significativa em várias áreas. Certo é que a crise económica vai afectar os …