Passos anuncia acordo de governo com Portas

José Sena Goulão / Lusa

O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Pedro Passos Coelho, e o presidente do CDS, Paulo Portas, da "Coligação Portugal à Frente" (PàF) cumprimentam-se após reagir aos resultados das Eleições

O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Pedro Passos Coelho, e o presidente do CDS, Paulo Portas, da “Coligação Portugal à Frente” (PàF) cumprimentam-se após reagir aos resultados das Eleições

O líder do CDS-PP, Paulo Portas, afirmou esta noite que os partidos da coligação saberão “ler e respeitar” que os portugueses tenham transmitido com “total clareza” que querem que sejam governo mas sem maioria de mandatos no parlamento.

“Os portugueses quiseram, com total clareza que PSD e CDS sejam governo por mais quatro anos, mas não nos deram uma maioria absoluta de mandatos. Saberemos ler e respeitar essa dupla circunstância“, afirmou Paulo Portas, sublinham que isso implica um esforço para uma “política responsável, de abertura e de compromisso”.

Ao secretário-geral do PS, António Costa, avisou Paulo Portas que “não é possível transformar uma derrota nas urnas numa espécie de vitória de secretaria“.

“A diferença entre coligação e PS andará pelos 7%. A derrota do PS é inabalável. O resultado socialista fica na casa do que obteve nas eleições europeias cujas consequências foram as que se conhecem, mas isso não são contas do nosso rosário”.

Passos anuncia acordo de governo com Portas

O presidente dos sociais-democratas, Pedro Passos Coelho, anunciou que PSD e CDS-PP vão reunir “de forma muito expedita” os respetivos órgãos nacionais para formalizar um acordo de Governo, na sequência da vitória nas legislativas.

Já acertei com o doutor Paulo Portas, em consequência do resultado que registámos nestas eleições, que iremos promover de forma muito expedita à convocação dos órgãos nacionais dos respetivos partidos para formalizar um acordo de Governo, que sempre esteve subjacente ao acordo de coligação”, declarou Passos Coelho, num hotel em Lisboa onde a coligação PSD/CDS-PP acompanhou a noite eleitoral.

Com o presidente do CDS-PP, Paulo Portas, ao seu lado, Passos Coelho acrescentou que “nestes primeiros dias da semana faremos, como nos compete, o passo que é indispensável para que se possa comunicar ao senhor Presidente da República que a força política mais votada nas eleições está disponível para formar o Governo, e com isso contrair todas as responsabilidades inerentes aos resultados das eleições”.

O presidente dos sociais-democratas afirmou a coligação PSD/CDS-PP, sem maioria absoluta, procurará entendimentos com o PS no parlamento para fazer reformas como a da Segurança Social e irá ao encontro de todas as forças europeístas.

“Não deixaremos de ir ao encontro daqueles que, como é o caso do PS, no novo parlamento se filiam numa opção europeia e respeitando as regras da zona euro”.

Quem ganha as eleições governa

A vice-presidente do CDS-PP Assunção Cristas defendeu que a coligação PSD/CDS-PP é o “vencedor claro” das eleições legislativas e deve ser chamada a governar porque “quem ganha as eleições governa”.

“Quem ganha as eleições governa, quem ganha eleições deve governar. E nós estamos preparados deste lado para governar”, afirmou Assunção Cristas numa declaração aos jornalistas, ao lado do vice-presidente do PSD Jorge Moreira da Silva.

Para a ‘vice’ centrista e ministra da Agricultura, os resultados apurados já permitem afirmar de “forma clara e inequívoca” que “há um vencedor claro” e que “o PS não atingiu nenhum dos seus objetivos”.

“Os dados mostram que há uma diferença muito significativa entre o primeiro e o segundo classificado nestas eleições. Entendemos que os portugueses quiseram dizer de forma muito construtiva, de forma muito clara, de forma muito sublinhada, quem é que queriam ver a governar o país”, declarou.

Assunção Cristas afirmou que “o PS não atingiu nenhum dos seus objetivos”, porque “inicialmente traçou como objetivo a maioria absoluta, não a alcançou. Depois baixou a fasquia mas traçou como objetivo vencer as eleições, não o alcançou”.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. “Assunção Cristas defendeu que a coligação PSD/CDS-PP é o “vencedor claro” das eleições legislativas e deve ser chamada a governar porque “quem ganha as eleições governa””… Mas estamos a brincar? Então o CDS-PP ganhou as anteriores eleições? Ficou em terceiro! A memória é fraca… Se calhar devia comer umas couvinhas para lhe avivar a memória.
    Quem ganha as eleições é quem tem mais deputados na Assembleia. Foi isso que fizeram na legislatura que está quase a acabar. Ainda é cedo para ver quem vai ter mais deputados… Quem sabe se “outros partidos”; para bem de Portugal, (que bem precisa) se juntem e façam a mesma coisa que o PSD e o CDS fizeram na última legislatura… Espero que sim… E de “uma forma clara”!

RESPONDER

Misteriosa supernova sem hidrogénio revela a "agonia" das mortes estelares (e desafia a Astrofísica)

Uma curiosa estrela pré-supernova amarela está a fazer com que os astrofísicos reavaliem o que se sabe sobre a morte das estrelas mais massivas do Universo. No final das suas vidas, estrelas frias e amarelas estão …

Zidane, em momentos nunca vistos: "A justificação do árbitro não chega"

Uma jogada que envolveu Militão transformou o jogo entre Real Madrid e Sevilha - e pode ter transformado o desfecho do campeonato. Zidane estava claramente incomodado depois do encontro. Foi uma jornada "louca" em Espanha: Barcelona …

Pandora troca diamantes das minas por pedras criadas em laboratório

Alexander Lacik, CEO da Pandora, justificou esta mudança como parte de uma iniciativa mais ampla de sustentabilidade da empresa. O lançamento dos diamantes adquiridos de forma sustentável "marca um novo marco para a Pandora, uma vez …

FC Porto 5-1 Farense | “Dracarys” portista sobre algarvios

Esta segunda-feira, o FC Porto goleou o Farense por 5-1, na 32.ª jornada da Liga. Os dragões têm agora 74 pontos e estão a cinco do Sporting. Goleada das antigas no Dragão. O FC Porto incendiou …

Nova técnica permite observar o cérebro a mover-se (em tempo real e em 3D)

Uma equipa de cientistas da Nova Zelândia está a desenvolver uma nova técnica de imagem que ajudará a detetar distúrbios cerebrais e aneurismas antes que se tornem fatais. As imagens de ressonâncias magnéticas são estáticas. Recentemente, …

Aviso ao finalista da Liga Europa: "Se tiver de expulsar todos, expulso"

Real Madrid e Sevilha centraram as atenções, no que diz respeito à arbitragem, mas o ambiente tenso chegou igualmente ao Villarreal-Celta. O Celta de Vigo foi ao terreno do Villarreal vencer por 4-2, neste domingo, num …

Serviços Secretos ucranianos apreendem remessa de bebida alcoólica de Chernobyl

Os Serviços Secretos ucranianos apreenderam 1.500 garrafas de uma bebida alcoólica produzida com maçãs colhidas perto da central nuclear de Chernobyl. ATOMIK Chernobyl Spirits é uma bebida espirituosa feita com ingredientes de dentro da zona de …

Na Bielorrússia, calçar meias vermelhas e brancas é um risco (com um preço demasiado alto a pagar)

Uma jovem foi recentemente condenada por usar meias às riscas com as cores simbólicas da oposição ao Presidente Alexander Lukashenko. O vermelho e o branco, símbolos da oposição ao Presidente Alexander Lukashenko, podem causar sérios problemas …

O "lago rachado" de Taiwan é famoso nas redes sociais (mas esconde uma realidade sombria)

O Lago Sol Lua já foi um ponto turístico popular de Taiwan. Porém, agora o fundo do lago "rachado" é famoso por um motivo sombrio: uma das piores secas que atingiu a ilha em décadas. O …

Estado ainda tem números de valor acrescentado à margem da lei

Ainda há empresas públicas que usam números de apoio ao cliente de valor acrescentado, apesar de a lei proibir esta situação há mais de um ano. Há mais de um ano que existe legislação que impede …