Um fardo pesado. OE2021 com mais de 1950 milhões em despesa (sem contar com a pandemia)

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro das Finanças, João Leão

O Orçamento do Estado para 2021 arranca com um fardo na despesa superior a 1950 milhões de euros em relação ao ano anterior.

De acordo com a edição desta terça-feira do jornal Público, o Orçamento do Estado para 2021 conta já com um impacto nos gastos de 2,1% face a 2020, sendo que os custos com pandemia não foram considerados. A informação consta de uma nota enviada pelo Ministério das Finanças a que o diário teve acesso.

Nas contas do ministério tutelado por João Leão, existe um “impacto total de agravamento do saldo orçamental em 2021, superior a 1950 milhões de euros, que implica em termos globais um aumento da despesa no próximo ano de cerca de 2,1% em comparação com 2020, exclusivamente por via destas medidas e tendência estruturais de aumento de despesa”.

Segundo a nota, o quadro “tem subjacente uma lógica de pressões e/ou poupanças, através de acréscimos ou diminuições, no ano de 2021, face ao ano anterior. Um acréscimo de despesa ou diminuição de receita constitui uma pressão (com sinal positivo no quadro) e uma diminuição da despesa ou acréscimo da receita constitui uma poupança (com sinal negativo)”.

Desta forma, a informação apresentada “corresponde à variação de receitas e de despesas asseguradas e comprometidas para os anos seguintes, com impacto incremental no ano de 2021 face ao ano anterior, não refletindo, designadamente, novas medidas de política a adotar”.

Ficam de fora novas medidas de política, “medidas de carácter temporário e extraordinário (one-off), medidas implementadas ou a implementar no âmbito da pandemia covid-19, bem como impactos ou efeitos resultantes dos estabilizadores automáticos da economia (por exemplo, aumento do subsídio de desemprego ou diminuição da receita contributiva)”.

O Orçamento arranca assim com uma pressão orçamental com um impacto no saldo de 1956,4 milhões de euros. Neste saldo destacam-se os investimentos estruturantes com um impacto de 590 milhões de euros na despesa no próximo ano em relação a 2020.

A segunda medida com mais impacto é a despesa com pensões, avaliada em 457,1 milhões de euros, 409, 3 milhões dos quais resultam do efeito composição que mede o aumento da pensão média e entradas versus saídas de pensionistas.

O Público refere ainda que as despesas com pessoal representam um acréscimo de 410,8 milhões de euros face a 2020, sendo que 231 milhões de euros vêm de progressões e promoções.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. A prova de que este governo ja tinha o país na falência muito antes da pandemia… só os incautos é que ainda acreditam neste governo que rouba o povo e derrete dinheiro em tudo o que é negócios corruptos…. acorda Portugal… para o ano seremos todos mais pobres, excepto aqueles que vivem a conta dos outros.

    • Socialismo meu caro…
      É um sistema que se realimenta… mais socialismo –> mais pobres –> mais votantes no socialismo –> mais socialismo -> … –> destruição económica do país!
      E entretanto já se sabe algo do Salgado ou Socrates? Já mais de uma década se passou e nada!

    • Este governo já deu o peido-mestre. Agora é só cair até ao abismo. Este Costa, perante questões mais sérias, abana por todo o lado. A derrocada vem aí.

RESPONDER

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …