Em pânico, os norte-americanos estão a comprar pintainhos para lidar com a pandemia

Todo o mundo está a ser afetado pela pandemia de covid-19, tendo os norte-americanos, inicialmente, corrido aos supermercados para comprar o máximo de papel higiénico possível. Porém, agora, o produto é outro.

De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, os pintainhos tornaram-se a compra do pânico, tendo já esgotado inúmeras incubadoras.

Normalmente, as incubadoras de pintainhos têm dias ocupados nas semanas anteriores à Páscoa, durante as crises do mercado de ações e nos anos das eleições presidenciais. No entanto, a procura atual é sem precedentes.

“As pessoas estão a comprar pintainhos em pânico tal como fizeram com o papel higiénico”, disse Tom Watkins, vice-presidente da Murray McMurray Hatchery, em Webster City, no estado de Iowa.

De acordo com a Newsweek, a empresa de Watkins está prestes a ficar totalmente esgotada durante as próximas quatro semanas. Enquanto alguns clientes reabastecem os seus galinheiros como habitual, uma grande quantidade de novos compradores estreantes estão a fazer fila para comprar pintainhos – por causa da covid-19.

Uma das razões pode ser o aumento do preço dos ovos. O Departamento de Agricultura informou que os preços subiram mais de 50% na semana passada em algumas partes dos Estados Unidos. A oferta de ovos não vacilou, mas a demanda disparou.

“Pensei em comprar pintainhos que todos entrem em pânico e comprem-nos”, disse Amy Annelle, de 48 anos, citada pelo All That’s Interesting. “Também queríamos um projeto divertido para nos manter ocupados“.

Apesar de semorar pelo menos cinco meses para que as galinhas tenham idade para pôr ovos, “parece que ter uma fonte constante de alimentos é uma boa ideia agora”.

Os benefícios psicológicos que acompanham o cuidado de um animal também proporcionam alívio em tempos incertos. “Não podemos controlar o mundo em redor, mas podemos controlar o amor que damos aos animais”, disse Dominique Greenwell, que comprou quatro pintainhos, após o salão de cabeleireiro em que trabalhava ter fechado.

Stephanie Spann, da Hackett Farm Supply, em Nova Iorque, explicou que as pessoas esperam numa fila, cuidadosamente espaçadas e depois pegam os seus animais. Os funcionários já relataram terem recebido telefonemas de cuidadores estreantes. “São como pais ansiosos a preparar-se para um bebé“, disse Spann. “As pessoas estão dispostas a escolher raças que não são a sua primeira escolha para começar a criação agora”.

Por outro lado, alguns desses compradores são desinformados. Uma mulher perguntou num fórum online sobre galinhas por que os seus pintainhos estavam a morrer, inconsciente de que os animais precisam de uma fonte de calor para sobreviver até que as suas penas cresçam.

Embora alguns proprietários não estejam preparados para lidar com um animal de estimação que pode viver até 10 anos, outros estão a achar a sua presença muito benéfica.

“As galinhas são uma ótima forma de vincular biologia, comportamento animal, matemática e outros assuntos”, disse Erin Scheessele, de Oregon. “O meu filho de 9 anos, resistente a matemática, calculou o perímetro da gaiola para descobrir quanto pano tínhamos de comprar.”

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …

Cientistas descobrem os defeitos dentários que apodrecem os dentes

Os resultados deste novo estudo contribuem para o desenvolvimento de novos tratamentos para as cáries dentárias. Os investigadores capturaram o esmalte num detalhe sem precedentes. Uma equipa de investigadores está muito perto de descobrir aquilo que …

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …

Descoberta nova espécie de dinossauro carnívoro em Portugal

Um novo género e espécie de dinossauro carnívoro terópode, cujos fósseis foram escavados em arribas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, foi agora descrito na revista internacional "Journal of Vertebrate Paleontology" por paleontólogos …

The Crown. Afinal, vem aí uma sexta temporada

Peter Morgan, criador, produtor e argumentista de The Crown, anunciou esta quinta-feira (9), através do Twitter da plataforma de streaming Netflix, que a série britânica terá uma sexta temporada. “Quando começamos a discutir as histórias da …

Observatório Gaia revoluciona o rastreamento de asteroides

O observatório espacial Gaia da ESA é uma missão ambiciosa que tem o objetivo de construir um mapa tridimensional da nossa Galáxia, fazendo medições de alta precisão de mais de mil milhões de estrelas. No entanto, …

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas na Índia em apenas 10 dias

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas no estado de Bihar, no norte da Índia, no espaço de dez dias, noticia a AFP, que escreve que os números podem aumentar nos próximos tempos devido às alterações …

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …