Motins em Portland marcam segundo dia de protestos contra Trump

Peter Dasilva / EPA

Manifestantes queimam a bandeira dos EUA na segunda noite de protestos contra a eleição de Donald Trump

Manifestantes queimam a bandeira dos EUA na segunda noite de protestos contra a eleição de Donald Trump

Os protestos contra a eleição de Donald Trump prolongaram-se na noite de quinta-feira, pelo segundo dia consecutivo, com milhares de pessoas a manifestarem-se em cidades de estados democratas e republicanos.

Em São Francisco, estudantes do ensino secundário avançaram pelo centro da cidade, gritando “Not My President” (“Não é o meu Presidente”) e com cartazes a exigir o afastamento de Donald Trump. Agitaram também bandeiras arco-íris, símbolo da comunidade LGBTQ, e bandeiras mexicanas.

“Como pessoa ‘queer’ branca, precisamos de unidade com as pessoas de cor, precisamos de nos levantar”, disse Claire Bye, de 15 anos. “Estou a lutar pelos meus direitos como pessoa LGBTQ. Estou a lutar pelos direitos dos ‘castanhos’, dos negros, dos muçulmanos”, sublinhou.

Na cidade de Nova Iorque cerca de 100 pessoas juntaram-se em Union Square, em Manhattan, para protestar contra a presidência de Trump, acompanhados também de cartazes com ‘slogans’ como “Divided States of America” (“Estados Divididos da América”), “Let the New Generation Speak” (“Deixem a Nova geração Falar”) e “Not My President”.

Numa estação de metro, os nova-iorquinos expressaram os seus pensamentos nas paredes usando ‘post-its’ com as frases “Time to Fight Back” (“É tempo de ripostar”), “Keep the Faith! Our work is just beginning!” (“Mantém a fé! O nosso trabalho está apenas a começar!”).

Na quinta-feira à noite, centenas de pessoas marcharam também nos estados de Michigan, Kentucky, Pensilvânia e Maryland.

Um grupo, onde estavam também pais com crianças em carrinhos, juntou-se perto da câmara municipal de Filadélfia com cartazes onde se lia “Not Our President,” ”Trans Against Trump” (“Transexuais contra Trump”) e “Make America Safe For All” (“Façam a América Segura para Todos”).

Em Los Angeles, o presidente da câmara Eric Garcetti, democrata, condenou o que descreveu como “um grupo muito, muito pequeno de pessoas” que danificou propriedade ou bloqueou o trânsito durante os protestos na quarta-feira à noite.

Ainda assim, Garcetti disse sentir-se orgulhoso dos milhares de pessoas que protestaram de forma pacífica.

“Na verdade achei que foi uma forma bonita de expressão da democracia. Foi maravilhoso ver a nova geração do nosso país a envolver-se”, afirmou.

Em Dallas, cerca de 300 pessoas juntaram-se em Dealey Plaza para contestar o resultado das eleições desta semana. Tal como na noite de quarta-feira, o protesto de quinta-feira foi pacífico, sem conflitos ou detenções. Terminou com uma marcha no centro de Dallas em que os manifestantes seguravam cartazes com as frases “Love Trumps Hate” e “Spirit Unbreakable.”

Motins em Portland

Apesar dos manifestantes estarem a adotar uma postura pacífica, em Portland, no estado de Oregon, as coisas ficaram feias esta quinta-feira à noite.

Segundo a BBC, várias pessoas entraram pelo centro da cidade e partiram vidros de carros e lojas, lançaram fogo de artifício e incendiaram um caixote do lixo.

A polícia declarou que se tratou de um motim e prendeu 29 manifestantes.

Entretanto, Trump voltou ao Twitter, que utilizou frequentemente durante a campanha, para se dirigir aos manifestantes.

“Acabei de ter uma eleição presidencial muito aberta e bem-sucedida. Agora os manifestantes profissionais, incitados pelos media, estão a protestar. Muito injusto!“, atirou.

Minutos antes, o Presidente eleito havia deixado uma mensagem mais positiva, a propósito do encontro com o Presidente ainda em funções, Barack Obama.

“Um dia fantástico em D.C. Encontrei-me com o Presidente Obama pela primeira vez. Muito boa reunião, ótima química. A Melania gostou muito da Mrs. O!”, referindo-se a Michelle.

Sobre esse mesmo encontro, o ainda Presidente declarou que foi uma reunião “excelente” e voltou a afirmar que o seu principal objetivo é “tentar facilitar uma transição que garanta que o Presidente eleito seja bem-sucedido”.

Estudantes muçulmanas atacadas

Os Estados Unidos estão a viver dias difíceis depois da eleição do republicano, com as minorias e as gerações mais jovens na luta contra o novo Presidente.

Além disso, os crimes de ódio contra muçulmanos parecem já fazer-se sentir. Em causa estão dois ataques contra estudantes que estão agora a ser investigados pela polícia.

Num dos ataques, dois agressores confrontaram a vítima na Universidade Estadual de San Diego e “fizeram comentários sobre o presidente eleito e a comunidade muçulmana”, segundo a polícia do campus universitário.

“Roubaram-lhe a carteira, a mochila e as chaves do carro. A vítima foi pedir ajuda e quando voltou com os polícias já tinham levado o carro”, disse o porta-voz da polícia Ronald Broussard.

“O que disseram à estudante indica que foi atacada pela sua fé muçulmana, inclusive por vestir o traje tradicional e o véu”, disse o reitor da universidade, Elliot Hirshman.

A polícia da Universidade Estadual de San José informou que está a investigar um ataque semelhante contra uma estudante no estacionamento do campus.

Um agressor aproximou-se da vítima por trás e puxou-lhe o xador (veste que cobre todo o corpo menos o rosto). A vítima ficou sem ar e caiu ao chão, revela um comunicado emitido por estudantes.

“As autoridades do campus acompanham estreitamente a situação e a investigação prossegue. Até ao momento não foram realizadas detenções”, disse Pat Harris, porta-voz da universidade, em comunicado.

A Associação de Estudantes Muçulmanos da Universidade de Nova Iorque emitiu ainda um comunicado, na passada quarta-feira, a informar que um grupo de estudantes que ia fazer as suas orações da manhã encontrou a palavra “Trump” escrita na porta da sala.

ZAP / Lusa / Rede GNI

PARTILHAR

RESPONDER

Proibição de circulação. Governo rejeita ter "vários pesos e várias medidas"

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, rejeitou esta terça-feira que o Governo tenha “vários pesos e várias medidas” tendo em conta as exceções à circulação dos cidadãos entre concelhos entre 30 de outubro e …

Pfizer pode ter vacina ainda neste ano. Guterres exige que esteja “disponível e acessível” para todos

A farmacêutica Pfizer está otimista em relação à perspetiva de fornecer uma vacina contra a covid-19 ainda em 2020. O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, exigiu que esteja “disponível” e “acessível” para todos. Albert Bourla, …

Nem um carro consegue esmagar este besouro indestrutível

O diabólico besouro de ferro tem um dos mais resistentes exoesqueletos naturais. A forma como este animal consegue sobreviver pode inspirar o desenvolvimento de novos materiais com a mesma dureza. Engenheiros da Universidade da Califórnia e …

OSIRIS-REx recolheu demasiadas amostras do Bennu (e está a perder parte delas)

A NASA revelou que a sonda OSIRIS-REx conseguiu recolher uma grande amostra de partículas do asteróide Bennu - tanto material que fez com que a tampa do compartimento não fechasse corretamente. Na semana passada, a sonda …

Cientistas captam atmosfera de um extraordinário exoplaneta que não deveria existir

Uma equipa de cientistas da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, captou a atmosfera de um exoplaneta "que não deveria existir" ao analisar dados do telescópio TESS da agência espacial norte-americana (NASA). O planeta em causa …

Refrigerantes light causam o mesmo risco de doenças cardíacas que bebidas normais

Um novo estudo da Universidade Sorbonne, em Paris, descobriu que bebidas adoçadas artificialmente - como as light, diet e zero - podem ser tão prejudiciais para o coração quanto os refrigerantes normais. Os investigadores, que acompanharam …

“Monstro patológico”. Documento revela que Henrique VIII planeou decapitação de Ana Bolena

Uma equipa de investigadores encontrou um livro que contém instruções específicas do rei Henrique VIII que mostram que o monarca queria que a sua segunda esposa, Ana Bolena, fosse executada. Neste documento, o rei Henrique VIII …

Robô humanóide sem cabeça empilha e carrega caixas (e já está à venda)

A fabricante de robôs Agility construiu um robô humanóide bípede chamado Digit, que consegue carregar caixas e que está a ser vendido por 250 mil dólares. De acordo com o TechXplore, o robô Digit foi projetado …

Porto 2-0 Olympiacos | Chama do “dragão” trava gregos

O FC Porto venceu na noite desta terça-feira o Olympiacos por 2-0, numa partida relativa à segunda jornada do Grupo C da Liga dos Campeões, sob o olhar dos cerca de 3750 adeptos que se …

Antigos maias construíram filtros de água sofisticados (capazes de funcionar nos dias de hoje)

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Cincinnati (UC), os antigos maias da cidade de Tikal construíram sofisticados filtros de água através do uso de materiais naturais importados. Os investigadores da UC descobriram evidências de …