Moscovo aprova envio de forças armadas russas para a Ucrânia

MATEUS_27:24&25 / Flickr

Tanque blindado russo T-90 na Praça Vermelha

Tanque blindado russo T-90 na Praça Vermelha

O Conselho da Federação (câmara alta do parlamento) aprovou o pedido apresentado pouco antes pelo presidente russo para autorizar “o recurso às forças armadas russas no território da Ucrânia.

O recurso às forças armadas da Rússia na Ucrânia foi aprovado hoje por unanimidade pelo Conselho da Federação em Moscovo, após um pedido nesse sentido apresentado pelo presidente Vladimir Putin.

Reunido em sessão extraordinária, o Conselho da Federação (câmara alta do parlamento) aprovou o pedido apresentado pouco antes pelo presidente russo para autorizar “o recurso às forças armadas russas no território da Ucrânia, até à normalização da situação política neste país”.

O presidente russo, Vladimir Putin, começou por pedir hoje, ao Conselho da Federação (câmara alta do parlamento) para aprovar “o recurso às forças armadas russas na Ucrânia” até à normalização da situação.

Segundo um comunicado do serviço de imprensa do Kremlin, Putin pediu ao Conselho da Federação para autorizar “o recurso às forças armadas russas no território da Ucrânia” devido “à situação extraordinária na Ucrânia e à ameaça que pesa sobre a vida dos cidadãos russos, dos (nossos) compatriotas, das forças armadas russas destacadas na Ucrânia” e “até à normalização da situação política neste país”.

O primeiro-ministro do governo autónomo da Crimeia, Sergiy Aksionov, eleito na quinta-feira num parlamento controlado por um comando armado pró-russo, apelou hoje a Putin para ajudar a restaurar “a paz e a calma” na Crimeia.

Aksionov não é reconhecido pelas novas autoridades de Kiev, tendo o presidente interino ucraniano, Oleksandr Turchinov, publicado hoje um decreto em que considera ilegítima a sua eleição.

A Crimeia foi anexada à Ucrânia em 1954, quando esta integrava a URSS, e continua a albergar a frota naval russa do Mar Negro.

Os censos mais recentes indicam que naquele território, com 26.081 quilómetros quadrados, vivem cerca de dois milhões de pessoas, incluindo 60 por cento de russos, 25 por cento de ucranianos e 12 por cento de tártaros.

No âmbito do conflito que está a viver a Ucrânia, os russos acusam as novas autoridades em Kiev de “usurpação do poder”, na sequência da deposição do Presidente Viktor Ianukovich, e de pretenderem impor na península a “cultura ucraniana”.

Pelo contrário, os tártaros locais defendem a unidade e integridade territorial da Ucrânia e opõem-se à convocação de um referendo separatista.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rios ocultos de água quente estão a derreter o gelo da Antártida

O gelo antártico está a ser desestabilizado por rios ocultos e invertidos de água quente que correm por baixo das plataformas, derretendo-as. Os cientistas conhecem estes canais basais nas plataformas de gelo há vários anos, mas …

Enorme impacto cósmico pode ter assolado a Terra há 12.800 anos

Uma equipa de cientistas descobriu excesso de platina em material sedimentar extraído de depósitos de turfa localizados em Wonderkrater, Limpopo, na África do Sul, revelou uma nova investigação. De acordo com um novo estudo, cujos resultados …

Astronauta capta o colossal "Olho do Sahara" a partir da EEI

A Agência Espacial Europeia publicou neste domingo uma fotografia da colossal estrutura de Richat, uma formação geológica enigmática no centro da Mauritânia, conhecida como o "Olho do Sahara". A estrutura, que tem cerca de 40 quilómetros …

NASA revela novos fatos espaciais que os astronautas vão levar para a Lua (e são pura ficção científica)

A NASA apresentou na terça-feira, na sua sede, em Washington, Estados Unidos, os novos fatos espaciais que os astronautas da missão Artemis vão usar em 2024, quando voltarem à Lua. Fatos feitos em modelos 3D, à …

Panama Papers. Mossack Fonseca não gostou do filme e processou Netflix por difamação

A dupla de sócios do escritório de advogados Mossack Fonseca, envolvido no caso “Panama Papers”, moveu um processo em tribunal por difamação contra a Netflix. A plataforma anuncia a estreia, para esta sexta-feira, do filme “Laundromat: …

Porsche e Boeing unem-se em projeto de táxi aéreo premium

A Porsche e a Boeing estão a unir esforços para explorar o mercado de mobilidade área urbana. Aproveitando os seus pontos fortes, as duas empresas prometem desenvolver um táxi aéreo para o futuro. Numa verdadeira fusão …

Fotografia com pombos? Na Tailândia, há "profissionais" contratados para assustá-los

A área de uma das portas da cidade, Tha Pae, parte do que resta da muralha vermelha que protegia a cidade antiga em Chiang Mai, na Tailândia, é uma das maiores atrações turísticas locais. Os turistas …

Sky News lança canal sem qualquer notícia sobre o Brexit

O canal Sky News Brexit-Free foi esta quarta-feira para o ar às 17h horas, sendo que os seus programas serão transmitidos até às 22h, de segunda a sexta-feira. O grupo de televisão britânico Sky vai lançou …

Vacina contra o cancro da mama pode estar disponível dentro de 8 anos

Investigadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o cancro ovário e da mama que poderá estar disponível comercialmente dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes …

Busca pelo avião de Amelia Earhart só encontrou chapéus, detritos de um naufrágio e uma lata de refrigerante

A mais recente busca pelos restos do avião de Amelia Earhart, a famosa aviadora americana que desapareceu sobre o Pacífico em 1937, terminou sem resultados. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, a investigação …