Marcelo e Costa visitam Pedrógão, PSD quer é saber onde está o dinheiro

(dr) António Cotrim

Dois meses depois do maior incêndio de Portugal, o Presidente da República e o primeiro ministro visitam o local. A oposição exige, por sua vez, saber “o que tem sido feito com o dinheiro doado”.

O incêndio que matou 64 pessoas aconteceu há dois meses. O tempo passa e muitas polémicas envolveram o fogo: desde as falhas no sistema de comunicação, à lista de vítimas mortais, com muitas outras questões políticas à volta.

Esta quinta-feira, Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa deslocam-se a Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande e Castanheira de Pera, pelas 15:30, segundo o Diário de Notícias.

Depois de uma reunião na Câmara de Figueiró dos Vinhos, a comitiva vai visitar, em Pedrógão Grande, as casas em reconstrução – Aldeia das Freiras, Vila Facaia e Aldeia de Figueira, Graça – e a Unidade de Missão para a Valorização do Interior.

Após as visitas está prevista uma reunião na Câmara Municipal de Castanheira de Pera, onde acontecerá pelas 17:30, uma reunião com os presidentes das autarquias afetadas pelos fogos. Em seguida realiza-se a habitual reunião semanal entre o Presidente da República e o primeiro-ministro.

Segundo o Jornal de Notícias, mais de 53 mil hectares de floresta arderam, num incêndio que devastou nove municípios. O fogo lavrou durante uma semana e causou um prejuízo de 497 milhões de euros.

Segundo o Público, no local, a esperança já veste verde. Junto ao solo, veem-se os fetos renascer e os eucaliptos a rebentar. O corte dos pinheiros mortos já começou, enquanto a regeneração natural vai avançando.

Para ajudar “à regeneração natural” e a erguer o Centro do país, a Comissão Europeia libertou 45 milhões de euros para apoiar a reconstrução de Pedrógão. A mudança no Programa Regional da Política de Coesão foi aprovada esta quinta-feira, avança o Expresso, e a verba disponibilizada tem como objetivo ajudar a revitalizar a atividade económica da região.

Esta reorientação “ajudará a região Centro a retomar o seu curso normal e ajudará os portugueses a virar a página deste capítulo doloroso”, afirmou a Comissária europeia para a política regional, Corina Cretu, no final da votação.

“A UE está pronta para reforçar o seu apoio quando e onde os europeus mais precisam”, assegurou a comissária.

Onde está o dinheiro? Pergunta o PSD

Nesta quinta-feira, o maior partido da oposição fez declarações à Renascença, onde exige ao Governo saber o valor exato dos donativos que os portugueses fizeram para ajudar as vítimas de Pedrógão.

Teresa Morais, vide presidente do PSD e uma das signatárias das perguntas enviadas aos ministros do Trabalho, Solidariedade, Segurança Social e da Administração Interna, disse ser “obrigação do Governo, por um imperativo de transparência, de rigor e de verdade, dizer a quantia exata que os portugueses doaram e como é que o dinheiro está a ser utilizado”.

O Governo tem 30 dias para responder, mas a verdade é que da última vez não respondeu. A pergunta sobre a quantia exata do valor dos donativos foi feita uma primeira vez a 13 de Julho e não foi respondida até hoje”, critica.

Além dos valores recebidos, o PSD quer ainda saber “se já houve verbas entregues, a quem foram entregues, quais as quantias e para que fins”.

“É ainda importante saber se já houve apoios financeiros que tenham sido dados aos bombeiros e às suas famílias, porque nós sabemos que muitos portugueses que fizeram doações nessa altura, o fizeram com a intenção de ajudar os bombeiros”, acrescenta a social-democrata.

Sobre a criação de um fundo para gerir o dinheiro doado, o PSD não discorda da iniciativa do Governo, mas exige mais informação.

Evidentemente que poderia ter havido outras soluções. O Governo entendeu – por uma questão pragmática, imagino eu – que a forma mais eficaz de gerir estes fundos era incluí-los num fundo”, explica Teresa Morais.

“Para isso, criou, através de um diploma de 7 de Julho, o tal fundo onde existe como receita principal – é a primeira receita que está referida no próprio diploma – os donativos em dinheiro dados pelas pessoas através de transferências ou de depósitos bancários”, refere a vice presidente do PSD.

Achámos que haveria outras soluções, mas não questionámos na altura que o Governo quisesse criar um fundo. Achamos é que tem de haver transparência e informação, que até hoje o Governo deu, sobre todos estes aspetos”, sustenta.

CF, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Isto é só vígaros e inconscientes .
    Políticos da treta, ainda falavam do Salazar !!!!!
    Que medidas já tomaram para acabar com os incêndios no país ?????
    Andam para aqui só com conversas da treta e o país arde todo.
    Causas::
    Negócios onde os políticos estão metidos até ao pescoço.
    Porque, não fazem uma lei com a maior urgência, para que os incendiários e quem os encomenda.
    Metê-los na fogueira.
    Quem com ferro mata, com ferro tem de morrer, mais nada.
    Não havia de certeza 80% dos incêndios.
    É uma tristeza ver as florestas e zonas verdes, que tanta falta nos faz a arder desta maneira.
    Morrem pessoas, animais, ardem casas, acabam cos as florestas e zonas verdes, acabam com a nossa saúde.
    E que fazem estes parasitas políticos?????????
    Nada.
    Que nojo.

  2. Para quem andou a dar dinheiro…para as vítimas deste drama, a esta hora já devem estar arrependidos! EU como contribuinte pagador…é com os seguros multiriscos habitação em dia, já estou descontente com esta pouca vergonha!
    E passo a explicar…o Governo vai criar um fundo para gerir xx milhões de donativos! Não é necessário o POVO saber quanto é…pois a transparência é para quando o PS está na oposição! Não é este o caso…
    Para o fundo é necessário uma “estrutura” de algumas dezenas de pessoas, com salários pagos a peso de ouro, algumas viaturas, telemóveis, almoços…etc.
    O que sobrar…é para “apoiar” os que tem cartão cor do(s) partido(s)! A esta hora, a Catarina e o Gerônimo já devem ter negociado os valores…para os seus militantes!
    Daí que volto a reafirmar…”Cego é aquele que não quer ver…!”.

  3. Aqui tem o PR tomado praticamente a iniciativa de tudo isto e mais uma vez lá está para confirmar se de facto as coisas estão a andar, desta vez conseguiu levar o senhor Costa a reboque que certamente terá dito lá para os seus botões, contrariado mas vou!.

  4. É importante saber onde está o dinheiro dos donativos que foram depositados em contas bancárias, em campanhas de telefonemas etc. quais os valores e como estão a ser gastos???

Rio alerta para "claro divórcio entre a sociedade portuguesa e os partidos políticos"

O presidente do PSD, Rui Rio, disse ontem, em Paredes, no distrito do Porto, haver "um divórcio entre a sociedade e os partidos", defendendo que só uma maior "abertura" das estruturas às "pessoas" pode inverter …

Megaoperação de combate à pedofilia detém mais de 30 pessoas

Mais de 30 pessoas foram detidas em onze países no âmbito de uma megaoperação de combate à pornografia infantil realizada pela Europol e pela polícia nacional de Espanha, país onde foram presos mais de metade …

Grandes hotéis acusados de ignorar tráfico sexual. Queixa em grupo relata casos de 13 mulheres

Uma ação judicial deu entrada segunda-feira em Columbus, Ohio, nos Estados Unidos (EUA), com vários grandes grupos hoteleiros a serem acusados de lucrar com o tráfico sexual, ignorando os crimes e os danos nas vítimas. Segundo …

Líder da Birmânia, Suu Kyi, vai a Haia defender o país de acusação de genocídio

A líder birmanesa Aung San Suu Kyi decidiu comparecer perante o Tribunal Internacional de Justiça (TIJ) para defender o seu país da acusação de genocídio contra a minoria muçulmana rohingya, durante uma audiência de três …

Impeachment. Democratas preparam-se para avançar com duas acusações formais contra Trump

Os democratas estarão a planear apresentar esta terça-feira dois artigos de impeachment que acusam Donald Trump de abuso de poder e obstrução do Congresso. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, o Comité …

Esquema de venda de droga na darkweb. Fortuna em bitcoins fica nas mãos do Estado

Pedro e Rita vendiam droga para todo o mundo na darkweb. Agora, a fortuna em bitcoins acabou por ficar nas mãos do Estado. Pedro, um engenheiro informático, e Rita, uma web designer, montaram um esquema para …

CDS e PAN querem regime protetor do denunciante no combate à corrupção

CDS e PAN vão apresentar propostas no combate à corrupção que tem sido discutido desde segunda-feira. Os partidos querem um regime protetor do denunciante. Numa iniciativa de combate à corrupção, o CDS e o PAN vão …

Morreu Marie Fredriksson, vocalista dos Roxette

A cantora sueca Marie Fredriksson, dos Roxette, morreu segunda-feira aos 61 anos, anunciou esta terça-feira a sua manager em comunicado. Marie Fredriksson, vocalista e co-fundadora da banda Roxette, faleceu esta segunda-feira, aos 61 anos. A morte …

Taxa de sucesso no ensino profissional atinge os 63%. É o valor mais alto de sempre

No ano letivo de 2017/2018, 63% dos alunos inscritos no ensino profissional concluíram os seus cursos no tempo previsto, mais dez pontos percentuais do que quatro anos antes, avança o jornal Público. De acordo com um …

Regra para filhos de pais separados em casas alternadas divide partidos

A lei já prevê que os filhos de pais separados possam ficar em residência alternada se o tribunal assim o decidir. Porém, as regras não são claras e vai ser discutida a melhor forma de …