Polícia descobre impressões digitais do assassino de Marielle Franco

jeso.carneiro / Flickr

A vereadora brasileira Marielle Franco

A Polícia Federal encontrou fragmentos parciais nas cápsulas da arma usada para matar a vereadora brasileira Marielle Franco e o seu motorista Anderson Gomes.

De acordo com o jornal brasileiro O Globo, a polícia civil e federal que está a trabalhar no caso do assassinato da vereadora Marielle Franco conseguiu recolher impressões digitais parciais do assassino ou da pessoa responsável por colocar as munições na pistola de 9mm usada para cometer o crime.

As impressões, avança o jornal, foram encontradas em cápsulas descobertas por peritos na esquina do local onde aconteceu o ataque.

Os especialistas examinaram nove cápsulas, sendo oito delas do lote UZZ 18, vendido pela Companhia Brasileira de Cartuchos em dezembro de 2006 ao Departamento da Polícia Federal em Brasília e distribuído para todo o país.

A nona bala faz parte de um carregamento importado e, de acordo com os investigadores, tem características especiais, semelhantes às de um projétil disparado num homicídio que ocorreu noutro ponto da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

As impressões encontradas nas cápsulas estão, de acordo com os peritos, “microscópicas, fragmentadas. Estamos a fazer todo o esforço possível”. Isso significa que, num primeiro momento, não podem ser comparadas com as armazenadas no banco de dados das autoridades do Rio de Janeiro.

No entanto, de acordo com os agentes que estão a investigar o caso, é possível confrontá-las com as de um eventual suspeito.

O uso de pelo menos um projétil especial na morte de Marielle e Anderson reforça a suspeita de que, nas palavras de um investigador, “há ADN de um grupo paramilitar no crime”. Além disso, é ainda tida em conta a possibilidade de existir um elo entre o duplo homicídio e cinco assassinatos praticados em Niterói e São Gonçalo.

A vereadora da câmara do Rio de Janeiro era conhecida por fazer duras críticas à atuação da Polícia Militar e da intervenção do Exército na segurança do Rio de Janeiro.

Marielle Franco tinha acabado de sair de uma sessão sobre o papel das mulheres negras na sociedade brasileira quando foi atingida. O condutor, Anderson Gomes, de 39 anos, também foi morto. Uma assessora que também seguia no veículo, Fernanda Chaves, sofreu ferimentos ligeiros provocados pelos estilhaços.

A política era uma conhecida ativista em defesa dos direitos humanos, especialmente das mulheres negras, e foi a quinta mais votada nas eleições de 2016 para o Conselho do Rio de Janeiro.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Elon Musk alerta: Civilização pode colapsar daqui a 30 anos

De acordo com Elon Musk, uma "bomba populacional" vai surgir nas próximas décadas, quando uma população mundial cada vez mais idosa chocar com a queda das taxas de natalidade em todo o mundo. Esta não é …

O mundo árabe está menos religioso. Mas continua homofóbico

Há cada vez mais árabes que dizem não ter religião. Esta é a principal conclusão de uma grande sondagem feita a mais de 25 mil cidadãos de países árabes pelo centro de pesquisa Arab Network …

Tina morreu durante 27 minutos e foi ressuscitada 8 vezes. Quando acordou, escreveu "é real"

Uma mulher norte-americana entrou em paragem cardíaca em fevereiro de 2018 quando se preparava para fazer uma caminhada com o seu marido Brian. Depois de desmaiar, Brian ressuscitando-a duas vezes antes de os paramédicos chegarem para …

"Homem-árvore" pede que as suas mãos sejam amputadas

Abul Bajandar, um homem de 28 anos do Bangladesh conhecido como "Homem-árvore" devido às incomuns verrugas que nascem nos seus membros, pediu que as suas mãos fossem amputadas para aliviar as dores insuportáveis.  Bajandar sofre de …

EUA. Senadores republicanos do Oregon fogem para não aprovar lei ambiental

Senadores estaduais do Oregon, nos Estados Unidos (EUA), encontram-se a monte desde quinta-feira para não votarem uma lei ambiental. Procurados pela polícia, voltaram este domingo a faltar a uma sessão legislativa, impedindo que haja quórum …

O planeta enfrenta um "apartheid climático"

O planeta está confrontado com um “'apartheid' climático”. De um lado, os ricos que se podem adaptar melhor às alterações climáticas, e do outro, os pobres que vão sofrer mais, disse esta segunda-feira um especialista …

Governo repõe 40 horas semanais para trabalhadores do CNB. Greve mantém-se

A partir de 1 de julho, os trabalhadores da Companhia Nacional de Bailado (CNB) voltarão às 40 horas semanais, numa uniformização laboral com os trabalhadores do Teatro Nacional de São Carlos. A decisão foi comunicada, esta …

Nova espécie de planta fóssil descoberta em Gondomar

Annularia noronhai foi encontrada no meio da cidade de Gondomar. Tem 300 milhões de anos, é um parente muito afastado da cavalinha e diz muito sobre o clima da época. Uma nova espécie de planta já …

Há um ano, 12 jovens ficaram presos numa caverna da Tailândia. Hoje, é um local turístico

Há um ano, 11 meninos foram explorar a província de Chiang Rai, na Tailândia, com o seu treinador de futebol, e acabaram presos no fundo de uma caverna sob uma montanha. Depois de terminar o …

Alemães compraram toda a cerveja de Ostritz para "secar" neonazis

Os habitantes de Ostritz, na Alemanha, impediram os participantes de um festival neonazi de beber álcool, esvaziando todas as prateleiras dos supermercados. Num protesto inédito contra a comemoração do aniversário de Hitler naquela localidade, os habitantes  …