Polícia descobre impressões digitais do assassino de Marielle Franco

jeso.carneiro / Flickr

A vereadora brasileira Marielle Franco

A Polícia Federal encontrou fragmentos parciais nas cápsulas da arma usada para matar a vereadora brasileira Marielle Franco e o seu motorista Anderson Gomes.

De acordo com o jornal brasileiro O Globo, a polícia civil e federal que está a trabalhar no caso do assassinato da vereadora Marielle Franco conseguiu recolher impressões digitais parciais do assassino ou da pessoa responsável por colocar as munições na pistola de 9mm usada para cometer o crime.

As impressões, avança o jornal, foram encontradas em cápsulas descobertas por peritos na esquina do local onde aconteceu o ataque.

Os especialistas examinaram nove cápsulas, sendo oito delas do lote UZZ 18, vendido pela Companhia Brasileira de Cartuchos em dezembro de 2006 ao Departamento da Polícia Federal em Brasília e distribuído para todo o país.

A nona bala faz parte de um carregamento importado e, de acordo com os investigadores, tem características especiais, semelhantes às de um projétil disparado num homicídio que ocorreu noutro ponto da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

As impressões encontradas nas cápsulas estão, de acordo com os peritos, “microscópicas, fragmentadas. Estamos a fazer todo o esforço possível”. Isso significa que, num primeiro momento, não podem ser comparadas com as armazenadas no banco de dados das autoridades do Rio de Janeiro.

No entanto, de acordo com os agentes que estão a investigar o caso, é possível confrontá-las com as de um eventual suspeito.

O uso de pelo menos um projétil especial na morte de Marielle e Anderson reforça a suspeita de que, nas palavras de um investigador, “há ADN de um grupo paramilitar no crime”. Além disso, é ainda tida em conta a possibilidade de existir um elo entre o duplo homicídio e cinco assassinatos praticados em Niterói e São Gonçalo.

A vereadora da câmara do Rio de Janeiro era conhecida por fazer duras críticas à atuação da Polícia Militar e da intervenção do Exército na segurança do Rio de Janeiro.

Marielle Franco tinha acabado de sair de uma sessão sobre o papel das mulheres negras na sociedade brasileira quando foi atingida. O condutor, Anderson Gomes, de 39 anos, também foi morto. Uma assessora que também seguia no veículo, Fernanda Chaves, sofreu ferimentos ligeiros provocados pelos estilhaços.

A política era uma conhecida ativista em defesa dos direitos humanos, especialmente das mulheres negras, e foi a quinta mais votada nas eleições de 2016 para o Conselho do Rio de Janeiro.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mapa de férias pode ser decidido até 10 dias após o fim do estado de emergência

As empresas e os trabalhadores poderão decidir o mapa de férias deste ano até 10 dias após o fim do estado de emergência, que termina a 17 de abril, sem prejuízo de haver renovação. Esta quinta-feira, …

9886 casos confirmados e 246 vítimas mortais em Portugal

O boletim epidemiológico da DGS desta sexta-feira revela que há mais 852 infetados pelo coronavírus em Portugal. face ao dia anterior. O número de vítimas mortais é agora de 246. Segundo o Relatório da Direção Geral …

Donos da ANA adiam investimentos e deixam Montijo em risco

O grupo Vinci Airports, que controla a gestora aeroportuária nacional, vai adiar investimentos e o novo aeroporto do Montijo poderá ser uma das baixas. Como seria de esperar, a pandemia de covid-19 está a ter um …

Bancos com mil milhões de euros em pedidos de moratórias em média numa semana

Uma semana depois de a legislação da moratória pública ter entrado em vigor, os bancos nacionais já têm uma estimativa do número de pedidos de particulares e de empresas. De acordo com o Jornal Económico, os …

Idosos em lares infetados vão mudar-se (e podem ir para outros concelhos)

Na sequência do aumento de números de casos confirmados de covid- 19 nos lares, o Governo pretende “encontrar equipamentos alternativos” para alojar idosos, em isolamento profilático e que não precisem de tratamento hospitalar, dentro ou …

Apesar da pandemia, juiz Carlos Alexandre marca sessões do caso Tancos para abril

O juiz Carlos Alexandre marcou o interrogatório do principal arguido do processo relativo ao furto das armas de Tancos, João Paulino, para dia 21 de abril. De acordo com um despacho datado de 1 abril, citado …

Conceição pode estar de saída. FC Porto oferece 5 milhões por ano a Jesus

O treinador portista, Sérgio Conceição, pode estar de saída para a Alemanha. Como alternativa, o FC Porto está disposto a pagar 5 milhões de euros por ano a Jorge Jesus. Sérgio Conceição pode estar de saída …

Estado paga subsídio de refeição em teletrabalho. No privado, os patrões estão confusos

Mesmo à distância, os funcionários públicos mantêm o direito ao subsídio de refeição. No privado, a confusão mantém-se e os patrões estão divididos. De acordo com o secretário-geral da UGT, alguns patrões do privado estão a …

UEFA não quer campeonatos a seguir o exemplo belga

A UEFA reprovou a decisão da Liga de futebol da Bélgica que, esta quinta-feira, recomendou que se dê por terminada a época e se atribua o título ao Club Brugge.  Numa carta conjunta com a Associação de Clubes …

Boris Johnson em cheque. Desta vez, por causa da quantidade ínfima de testes

A pandemia de covid-19 está a ser um calvário político para Boris Johnson. O primeiro-ministro britânico tem sido alvo de várias críticas, sendo que a última tem a ver com a quantidade ínfima de testes …