Vereadora crítica da intervenção do Exército no Rio de Janeiro foi assassinada

jeso.carneiro / Flickr

A vereadora brasileira Marielle Franco

A vereadora da câmara do Rio de Janeiro, conhecida por fazer duras críticas à intervenção do Exército na cidade, foi morta a tiro na noite desta quarta-feira.

A vereadora do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Marielle Franco, foi assassinada, esta quarta-feira à noite, com quatro tiros na cabeça, quando seguia no banco traseiro de um automóvel.

A vereadora de 38 anos era conhecida por fazer duras críticas à atuação da Polícia Militar e da intervenção do Exército na segurança do Rio de Janeiro. Segundo o jornal Público, as autoridades acreditam que se possa tratar de um caso de assassínio político.

Marielle Franco tinha acabado de sair de uma sessão sobre o papel das mulheres negras na sociedade brasileira quando foi atingida. O condutor, Anderson Gomes, de 39 anos, também foi morto. Uma assessora que também seguia no veículo, Fernanda Chaves, sofreu ferimentos ligeiros provocados pelos estilhaços.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que o ataque foi feito por atiradores que estavam noutro automóvel e que dispararam indiscriminadamente e fugiram sem roubar nada.

A política era uma conhecida ativista em defesa dos direitos humanos, especialmente das mulheres negras, e foi a quinta mais votada nas eleições de 2016 para o Conselho do Rio de Janeiro.

Socióloga de 38 anos, originária das favelas de Maré, uma das áreas mais violentas da cidade, era a relatora da comissão da Câmara de Vereadores do Rio criada para fiscalizar as operações policiais no âmbito da intervenção militar.

O crime ocorreu quase um mês depois do Presidente Michel Temer ter decretado uma intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro para combater a onda de violência nesta cidade brasileira que, no ano passado, causou quase sete mil mortes.

“Não podemos descartar a hipótese de crime político, ou seja, uma execução. Marielle tinha acabado de denunciar a ação brutal e truculenta da PM na região do Irajá, na comunidade de Acari. Além disso, as características do crime com um carro emparelhando com o veículo onde estava a vereadora, efetuando muitos disparos e fugindo em seguida reforçam essa possibilidade. Por isso, exigimos apuração imediata e rigorosa desse crime hediondo. Não nos calaremos!“, pode ler-se numa nota publicada no site do PSOL, citada pelo Público.

“É com profundo pesar que lamentamos o brutal assassinato da vereadora Marielle Franco, cuja honradez, bravura e espírito público representavam, com grandeza inigualável, as virtudes da mulher carioca. A sua trajetória exemplar de superação continuará a brilhar como uma estrela de esperança para todos que, inconformados, lutam por um Rio culto, poderoso, rico, mas, sobretudo, justo e humano”, declarou o prefeito Marcelo Crivella.

ZAP // EFE

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Ex-comandante paraquedista diz que Tancos foi obra de "amadores"

O coronel de infantaria Alves Pereira admitiu "embaraço" pela "falha" e considerou que o "Exército após Tancos é diferente do Exército antes de Tancos". O coronel de infantaria Alves Pereira sustentou esta quarta-feira que o …

Tspiras vence moção de confiança com margem mínima

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, viu esta quinta-feira o parlamento aprovar um voto de confiança, dias depois de ter terminado a coligação que viabilizava o seu Governo. Com 151 votos favoráveis, dos 300 parlamentares, Tsipras viu …

Parlamento discute a legalização da canábis para fins recreativos

A legalização da canábis para uso recreativo é debatida esta quinta-feira no Parlamento, com BE e PAN a apresentarem projetos de lei idênticos, discordando apenas quanto aos locais de venda. O Bloco de Esquerda (BE) defende …

Estátua de diabo "alegre demais" divide moradores em Espanha

Uma estátua que representa o diabo foi criticada por ser "alegre demais" por moradores da cidade de Segóvia, em Espanha. A escultura de bronze, que ainda não foi instalada, foi criada em homenagem a uma lenda …

"Incapacidade e incompetência". Fenprof pede a Costa que substitua ministro da Educação

A Federação Nacional de Professores (Fenprof) defendeu esta quarta-feira que o primeiro-ministro substitua o ministro da Educação, devido à sua "incapacidade e comprovada incompetência política" para dirigir as negociações de recuperação de tempo de serviço …

Bombeiros protestam contra a proposta do Governo

De acordo com o sindicato, a proposta do Governo "significa uma desvalorização enorme na carreira". Além disso, critica a ideia de haver uma carreira única de sapadores e municipais nivelada por baixo. Bombeiros municipais e sapadores …

Há uma parte da Antártida que está a encolher (mas não era suposto)

Quando os cientistas falam sobre o derretimento da Antártida, geralmente estão a referir-se à Antártida Ocidental, onde gigantescos glaciares costeiros estão a derramar grandes quantidades de água. Mas, do outro lado das montanhas transantárticas a leste, …

A cor dos olhos pode explicar porque é que as pessoas ficam tristes no inverno

Tempo mais frio e noites mais longas fazem algumas pessoas sentir-se tristes. A isso, dá-e o nome de Transtorno Afetivo Sazonal (TAS). Embora o TAS seja uma forma reconhecida de depressão clínica, os especialistas ainda estão …

Há vida pós-LHC. CERN planeia acelerador de partículas dez vezes mais potente

O futuro da Física de Partículas começa a ganhar forma. O CERN (Laboratório Europeu de Física de Partículas) detalhou esta terça-feira os seus planos para o novo acelerador de partículas que irá suceder o Grande …

DARPA quer construir robôs conscientes usando cérebros de insetos

A DARPA quer construir robôs conscientes usando cérebros de insetos, uma forma de criar novos modelos de inteligência artificial eficientes, que poderiam ser usados para explorar a própria consciência. Ao contrário dos humanos, os insetos operam …